20 de fev de 2010

Câmara vai debater aumento de passagens sem chance de mudar nada

A Câmara Municipal de São Luís promete debater em a partir de segunda-feira,22, e até em audiência pública o aumento dos preços das passagens dos transportes que vigora desde sábado de carnaval. O índice de majoração foi de 22%, historicamente o maior já concedido em todo o país em tempos de inflação controlada.


Nos bastidores, movimentos populares se arrumam para protestar contra o aumento que pegou a população de surpresa. De forma ardilosa, a concessão do aumento concedido pela prefeitura se deu em plena festa momesca, quando mais de um terço da população deixou a cidade, repetindo o êxodo dos últimos anos.

Sem constrangimento algum, o prefeito João Castelo (PSDB) marcou presença sorridente em todos os dias de desfile na Passarela do Samba – cujo valor não foi revelado. A liberação da passarela ao público, mediante distribuição de bilhetes, foi exaltada como enredo pela locução oficial em todos os intervalos do desfile.

Nos poleiros da arquibancada, passageiros do transporte coletivo sentiram-se acomodados. Na passarela, o presidente da Câmara, vereador Isaías Pereirinha (PTC), foi onipresente como confete e serpentina, tanto nas camisetas como patrocinador de um magote de brincadeiras como no papel de integrante das mesmas. Pululava no ritmo da marchinha “é tudo alegria”.

Na câmara, o índice desorienta até mesmo a assessoria de comunicação. A estratégia é usar a imprecisão como mote do debate. Vereadores da Comissão de Transportes da Câmara Municipal de São Luís afirmam - pelo menos o suplente Armando Costa – que nem mesmo foram comunicados sobre o aumento. Entende-se com isso que o aumento prescindiu da aprovação da câmara.

Com todos os pecados cometidos na administração municipal, que com certeza excederam os sete capitais, o ex-prefeito Tadeu Palácio teve o mérito de segurar os preços das passagens durante um bom período. Chegou mesmo a reduzir o valor, uma das primeiras medidas da maneira demagógicas de governar. Sem adversários no Legislativo e apoio incondicional de Pereirinha, Palácio não teria dificuldade em aprovar sucessivas majorações nos valores das passagens, apontadas como uma das mais caras do país.

Castelo tem maioria absoluta na Câmara, comandada por Pereirinha, aliado circunstancial que, dizem, coordenará a campanha de reeleição da deputada estadual Gardênia Castelo (PSDB). Frente a tamanha promiscuidade, difícil o interesse da população sair sem lesão.