9 de jan de 2011

Na agulha: Jimmy Cliff e Titãs cantam trilha do filme sobre a história de Ivan, o terrível da Jamaica

   
Saiba mais sobre...
The harder they come
    Produzido e realizado pelo jamaicano Perry Henzel, o filme "The harder they come" estreou em Boston (EUA). Inteiramente rodado em Kingston, capital da Jamaica,  não tem atores profissionais. Foi o primeiro filme falado em inglês que precisou de legenda para ser compreendido pelo público de língua inglesa, não habituado com o sotaque jamaicano.
    A história é sobre Ivan O. Martins, um camponês que migra para Kingston, tentando fazer fortuna como estrela de reggae. Mal sai do ônibus roubam-lhe a bagagem. Sem um tostão no bolso Ivan vai parar em Trech Towns- o bairro de lata da Jamaica. Acaba engajado no tráfico de ganja (maconha).
Mas alimenta o sonho de ser uma estrela do reggae.Se junta a um grupo que canta do lado de fora dos estúdios de Mr. Hilton.
    Por acaso Ivan penetra no estúdio onde os Maytals estão ensaiando "The pressure drop". Convence então Mr. Hilton a gravar "The harder they come". O dono do estúdio oferece vinte dólares pela gravação e nada mais. Ivan reluta, mas acaba aceitando.
    Mas o dono da gravadora o boicota. Ele acaba se transformando em uma espécie de Robin Hood dos Bosques de Kingston, à maneira de Rhygin, o lendário bandido jamaicano dos anos quarenta.
    O filme virou cult na América. Seu sucesso impulsionou a carreira de Cliff e de outros como The Wailers, Toots and The Maytals, etc.
Festival
    A academia de filmes jamaicana anunciou os planos para a 4ª Edição do Festival de Filmes de Reggae que irá decorrer entre os dias 22 e 26 de Fevereiro de 2011 em Montego Bay, Jamaica.
    O festival tem ganho cada vez mais adeptos e como podemos observar através dos anos cada ano existem cada vez mais filmes, documentários, curtas metragens entre outros. O festival é aberto a todo o tipo de produções em video e cada vez mais com mais qualidade no que toca a sua organização e conteúdos do mesmo.
Estejam atentos. Mais informações no www.inforeggae.pt.

Palmério Dória no twitter

"Logo na estreia do BBB, Bial vai provar que Voltaire tem razão: a idiotice é uma doença extraordinária. Não é o doente que sofre. Somos nós."

Fundação Sarney busca apoio estatal

Fernanda Odilla
    Enquanto briga na Justiça para continuar instalada no Convento das Mercês, em São Luís, a Fundação José Sarney não só mantém as portas abertas como se prepara para, neste ano, buscar patrocínio da iniciativa privada e de governos.
    Mesmo após denúncias de desvio de verbas e apropriação indevida, a fundação continua a tocar ações sociais e a exibir o acervo de José Sarney (PMDB-AP).
    Isso inclui os carros --um Landau e uma Caravan--, livros, fotos e outros apetrechos dos tempos em que o hoje senador governou o Maranhão e presidiu o Brasil.


Suspeita de desvio de verbas, Fundação Sarney busca recursos
públicos e privados para restaurar sede
     A principal mudança no prédio foi a substituição da lápide em granito negro --reservada para o mausoléu de Sarney-- por uma fonte e uma estátua em bronze em tamanho natural do senador sentado num banco, lendo um livro, sob palmeiras.
    A intervenção foi feita em 2010 e custou cerca de R$ 5.000, segundo Joaquim de Itapary, membro do conselho curador e presidente interino da fundação. O senador pagou pela estátua e o plano é comprar outras, de autores brasileiros, para o local, batizado de "Jardim dos Poetas".
    O projeto, diz Itapary, esbarra na falta de recursos. "Precisamos de verbas. Estamos fazendo das tripas coração para recuperar a imagem e retomar projetos sociais."
    A fundação continua mantendo escola de música e cursos profissionalizantes, com recursos privados. Mas a prioridade é recuperar pilastras do prédio, que precisaram de escoras para não cair.
    "Não temos recursos para arrumar", diz Itapary, afirmando que "há um certo recato" da governadora Roseana Sarney em investir recursos públicos na entidade que leva o nome do pai dela.
    Mas, em agosto, na gestão Roseana, o caixa da entidade foi reforçado com o reajuste do aluguel de casa, ocupada pela Secretaria de Educação, com dispensa de licitação.
    O valor praticamente dobrou, saltando de R$ 5.000 para R$ 9,4 mil. Quatro meses antes o governo havia se comprometido a pagar R$ 338.400 referentes a aluguéis atrasados, conforme publicação no "Diário Oficial do Estado do Maranhão".
    Itapary argumenta que os valores foram recompostos segundo os índices usuais da administração pública.
    Desde que foi acusada de desviar recursos, em janeiro de 2010, a fundação não recebe verbas públicas. As contas dos últimos quatro anos foram rejeitadas pelo Ministério Público do Maranhão, que move processo por improbidade contra a entidade. Sarney diz que não é responsável pela fundação porque não faz parte da sua gestão.
Da Folhaonline

Carnaval em Salvador pode gerar até 200 mil empregos temporários

    Os seis dias de carnaval em Salvador podem gerar até 200 mil empregos temporários. A estimativa é da Associação de Blocos de Trios (ABT). Segundo o presidente da entidade, Fernando Bulhosa, as oportunidades são bastante variadas: “Há trabalho para todo mundo, desde catador de latinhas até profissionais com nível superior”. Entre as profissões mais requisitadas estão as de cordeiro, segurança, vendedor, recepcionista, atendente, costureira, garçom e auxiliar de serviços gerais.
    Bulhosa, que também é presidente do Conselho do Carnaval, diz que os blocos de trio são os principais recrutadores. “Um bloco médio, com 2,5 mil associados, por exemplo, contrata em média mil cordeiros e mais uns 200 seguranças, fora as outras funções”, revela, acrescentando que 40 blocos de trio estão cadastrados hoje no Carnaval de Salvador, que começa em 3 de março.
Do Correio da Bahia

SINE no Maranhão quase não oferece oportunidade para quem tem curso superior completo

    Das 161 oportunidades de emprego em São Luís e Imperatriz oferecidas em anúncio pelo SINE (Serviço Nacional do Emprego), vinculado à Secretaria de Estado do Trabalho e Economia Solidária,SETRES, comanda pelo petista José Antonio Heluy, apenas três exigem do candidato escolaridade de ensino superior completo.
Para preenchimento de vagas em 21 ocupações, não é exigido do candidato qualquer escolaridade. À grande maioria dos requisitos é pedido certificado de conclusão do Ensino Médio.
   
    A habilitação às vagas do Serviço Nacional de Emprego, SINE, é feita mediante cadastrado, realizado exclusivamente de forma presencial nas agências de São Luís e Imperatriz.
    Com 30 instituições de ensino instaladas no território maranhense, a formação da mão de obra se transformou nos últimos no estado. Muito contribuiu o Prouni, programa do governo federal que escancarou as postas da instituições privadas para a população de baixa renda. Além de São Luís os campi das instituições de ensino superior atendem a 34 municípios dos 217 do Maranhão.
    Mesmo assim o SINE mantém anúncios de convocação dessintonizado com a realidade contemporânea.
Relação das instituições de ensino superior no Maranhão:
CESSF (Faculdade Santa Fé)
CEST (Faculdade Santa Terezinha)
FACAM (Faculdade do Maranhão)
FACIMP (Faculdade de Imperatriz)
FAEME (Faculdade Evangélica do Meio Norte)
FAESF (Faculdade de Educação São Francisco)
FAI (Faculdade do Vale do Itapecuru)
FAMA (Faculdade Atenas Maranhense)
FAP (Faculdade do Baixo Parnaíba)
FEBAC(Faculdade de Educação de Bacabal)
Faculdade de Educação Santa Terezinha
Faculdade de Balsas
Faculdade Pitágoras
Faculdade São José
IESF (Instituto de Ensino Superior Franciscano)
IESM (Instituto de Ensino Superior Múltiplo)
IESMA/FACEM (Instituto de Ensino Superior do Maranhão)
IESMC (Instituto de Ensino Superior Miguel de Cervantes)
IFES (Instituto Florense de Ensino Superior)
IFMA
IMEC (Instituição Maranhense de Ensino e Cultura)
ISEC (Instituto Superior de Educação de Caxias)
UEMA (Universidade Estadual do Maranhão)
UFMA (Universidade Federal do Maranhão)
UNDB (Unidade de Ensino Superior Dom Bosco)
UNICEUMA (Centro Universitário do Maranhão)
UNIDERP Interativa
UNISULMA (Universidade de Ensino Superior do Sul do Maranhão)
UNIVIMA (Universidade Virtual do Estado do Maranhão)
UVA (Fundação Universidade Estadual Vale do Acaraú)

Ciro Gomes assombra na terra da rainha

Que horrorCiro Gomes outra vze de barba. Um horror. Ameaça passar dois anos na Inglaterra. O reino inglês jamais será o mesmo. Tremei, Rainha!
Da coluna do Alan Neto de O Povo

Profetas acreditam que 2011 será de boas chuvas

Lucinthya Gomes

Antonio de Meneses: O sol alvinho é um
bom sinal
    Com humildade, Antônio de Meneses, 80, acredita que as chuvas dependem mesmo é da vontade de Deus. Por isso, nega que os sábios do campo façam profecias. Nem sempre as previsões se cumprem. “Essa aqui é a reunião do ‘falso profeta’. Eu aprendi que quem decide mesmo se vai chover ou não é Deus”, explica. Ainda assim, ele defende o saber do homem do campo que tem um olhar mais sensível aos sinais na natureza e é uma referência quando os demais agricultores precisam definir a hora de plantar.
    Observando o sol, ele acredita que esse vai ser um ano de inverno bom. “Eu vou esperar que venha chuva. O sol alvinho é um bom sinal”, comenta. Sua previsão foi confirmada pela maioria dos profetas que participaram do XV Encontro dos Profetas das Chuvas, realizado no sábado no antigo Clube dos Agrônomos, próximo ao açude do Cedro, em Quixadá (CE).
    No ano passado, a maioria dos profetas apostou num inverno bom, mas a previsão logo foi contrariada pela seca. Ainda assim, neste ano, eles se mostraram otimistas. “Afinal, se formos em busca de uma coisa certa, não existe mesmo”, conforma-se Seu Antônio.
    De certa forma, as chuvas que já caíram nos últimos dias de 2010 e início de 2011 confirmam as previsões que vêm fazendo para este ano. Quando eles afirmam que o Ceará terá um bom inverno, estão se referindo a chuvas regulares, o bastante para beneficiar o agricultor.
    Odílio Oliveira, 69, agricultor “de nascença”, veio de Tejuçuoca para participar do Encontro, e defende que a previsão da natureza é uma coisa bastante fina. “No ano passado, acreditei que ia chover bem e o Ceará ficou seco. Antes disso, eu acertava tudinho”, relembra.
    Segundo ele, desta vez o pau d’arco teve boa floração. O tempo quente que o cearense está sentindo nesta época do ano também indica chuvas nos próximos meses. “O inverno vai ser regular. Vai chover de março para abril”.
    A profetiza Maria de Lourdes Leite, 73, primeira mulher a fazer previsões durante o Encontro, também acredita que o agricultor terá um ano bem mais farto que em 2010. “Pelas experiências que fiz, com sal, observando as formigas, vi um bom inverno”.
De O Povo

Blog do Planalto congela Era Lula em detrimento das imagens da posse da presidente Dilma Rousseff

   Com nove dias comprindo mandato como Presidenta da República, a petista Dilma Rousseff parece que ainda não convenceu os companheiros que a "história é um carro alegre, cheia de um povo contente, que atropela indiferente todo aquele que a negue", citando o cubano Pablo Milanés em "Canción para la unidad latinoamericana". Ao menos no Blog do Planalto. Confira aqui.
    No link imagens do blog estão congeladas as últimas fotos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. a semana em imagens cobre o período de 26 a 31 de dezembro. A postagem das fotos data de 2 de janeiro, às 12h42, quando já era presidente a ex-chefe da Casa Civil do governo Lula.
    Em 22 fotografias são registrados os últimos seis dias do governo do ex-presidente. Nas imagens em participações em inaugurações nos estados do Rio de Janeiro, Pernambuco e Bahia, ao lado dos aliados, e afagado pelas massas populares, Lula carimba seu passaporte para a história.
    O "Café com o presidente" que tem copyright de Lula também ainda figura na lista de Especiais do blog. Fica a impressão de que ao manter em evidência o ex-presidente fica um aviso aos navegadores: a Era Dilma ainda não começou, pelo menos na discrição premeditada do Blog do Planalto.

Sacada do José Simão

"E o caso Battisti? Por que o Lula não extradita o Sarney? Pra ver se o Berlusconi aguenta. Berlusconi, não. Berluscome. Berluscome todas! E eu troco esse Battisti por dois sapatênis da Prada!"

No Painel da Folha de S. Paulo

contraponto
Espelho meu
Ao inaugurar uma clínica de saúde da família, o prefeito do Rio, Eduardo Paes (PMDB), saudou o aliado Lindbergh Farias (PT):
-Vamos aplaudir muito, pessoal, porque ele nem tomou posse e já foi eleito o muso do Senado!
E completou, tripudiando:
-Ganhou até do Edison Lobão e do Francisco Dornelles. Luta dura. É um lindão!

Chage da semana - Diplomático

Quando dois e dois são cinco

Ferreira Gullar
    Faz tempo que não toco, aqui, em assuntos políticos e, se volto ao tema hoje, é para refletir, junto com você, leitor, sobre um fato para mim inusitado. Certamente nem todos concordarão comigo ou simplesmente preferirão desconsiderar esse tipo de perplexidade. De qualquer modo, se eu estiver equivocado, peço-lhe desculpas, mas, sinceramente, neste caso, não opino, constato e com espanto. Constato o seguinte: a eleição de Dilma Rousseff à Presidência da República não me parece real.
    Talvez não seja eu o único a pensar assim e que não só a mim a eleição dela pareça inusitada. Tendo a admitir que não. Pode ter ocorrido que, na tropelia da disputa política, meses de propaganda, declarações, acusações, desmentidos, as pessoas se deixaram levar pela paixão e não pararam para refletir sobre o que acontecia. Disputa seja na política seja no futebol, tende a nos cegar, a nos impedir de refletir e ponderar.
    Não me excluo disso, tanto que só depois que a coisa se consumou, que os discursos cessaram, os debates acabaram e a Justiça Eleitoral a proclamou presidente eleita do Brasil é que me dei conta de quão surpreendente era tudo aquilo -isto é, de quão surpreendente é termos Dilma Rousseff como presidente do Brasil e que irá nos governar pelos próximos quatro anos.
    Se quiser entender meu espanto, siga este raciocínio: Dilma Rousseff nunca pretendeu candidatar-se a nenhum cargo eletivo. Embora tenha entrado para a política muito jovem, na época da ditadura, e continuado sua militância após a volta da democracia, jamais disputou eleição alguma.
    Isso não teria importância em alguém que sempre se manteve à margem da política, o que não é o caso dela; daí a conclusão de que, se nunca se candidatou, foi porque essa não era a sua praia. Em vez disso, estudou economia e se contentou em ocupar cargos oficiais na área de sua especialização, chegando a ministra-chefe da Casa Civil da Presidência da República.
    Mas, de repente, essa pessoa que nunca disputou eleição nem para vereadora é lançada candidata à presidência da República. Acredita você que foi por vontade dela? Que um dia acordou e disse a si mesma: "Sabe de uma coisa, vou me candidatar a presidente do Brasil!". Você não acredita nisso, claro, nem eu tampouco. O que aconteceu então?
    Todo mundo sabe o que aconteceu: foi Lula quem decidiu isso e impôs a ela a decisão. Como acha você que terá reagido Dilma, ao ouvir de Lula a ideia de candidatar-se ao mais alto cargo eletivo do país, ela, que nunca se candidatou a cargo algum? Estou certo de que pediu um tempo para pensar e mal conseguiu dormir aquela noite. "Lula pirou", terá dito ela a si mesma, imóvel na cama, olhando para o teto. "Eu, presidente do Brasil? É maluquice!"
    Claro, estava perplexa, mas, certamente, fascinada pela ideia, como Cinderela ao ver que o sapato da princesa buscada poderia caber em seu pé. Mas tinha dúvida: "Caberá mesmo?". Aquilo mais parecia sonho que realidade.
    O mesmo espanto senti eu e muita gente mais quando a coisa se revelou. Lula veio a público dizer que Dilma seria a candidata sua e do PT à Presidência da República. Não dava para acreditar. O PT também reagiu, tentou convencer Lula de que aquilo era um disparate, mas não conseguiu. Como sempre, prevaleceu a vontade do líder absoluto e incontestável.
    Tudo isso se sabe, claro, mas pretendo é que avalie bem o que ocorreu. Vamos adiante: porque nunca disputara eleições, era natural que não tivesse eleitores, muito menos para ganhar um pleito presidencial -ou seja, conquistar os votos de mais da metade de 130 milhões de eleitores. E chegou lá graças a Lula, que, para elegê-la, usou toda a máquina estatal e desconsiderou a lei eleitoral.
    O resultado é que temos, diante de nós, agora, uma presidente da República que é uma surpresa até para si mesma. Eleita sem ter votos! É quase como um suplente de senador.
    Olho para ela e me pergunto: essa senhora é de fato a presidente do Brasil ou se trata de uma personagem de novela? Acredito até que ela, às vezes, se belisca para ver se é mesmo verdade. O que não significa que fatalmente fará um mau governo, já que tudo é possível neste mundo surrealista latino-americano. Desejo-lhe boa sorte.
Da Folha de S. Paulo

Manchetes dos jornais

CORREIO DE NOTÍCIAS - Ao assumir secretaria, Joaquim Haickel recebe presentes de clubes
JORNAL A TARDE - Unidade mista do Bacanga terá capacidade na urgência e emergência
JORNAL EXTRA - Castelo chama adversário pra perto para matar de faca
JORNAL PEQUENO - Caso do juiz de Dom Pedro já está na corregedoria do CNJ
O ESTADO DO MARANHÃO - Só 26,8% dizem que a gestão de Castelo é "ótima" e "boa"
O IMPARCIAL - Depois do dilúvio...O Caos