1 de jun de 2010

Márcio Vasconcelos expõe "Zeladores de Voduns e outras Entidades do Benin ao Maranhão" em São Paulo

A exposição “Zeladores de Voduns e outras Entidades do Benin ao Maranhão”, do fotógrafo maranhense Márcio Vasconcelos, desde o dia 25 de maio está em cartaz no Museu Afrobrasil, em São Paulo.
     Inaugurada em novembro do ano passado na Casa de Nhozinho em São Luís a exposição é resultado de uma pesquisa realizada pelo fotógrafo maranhense Márcio Vasconcelos, que em companhia do antropólogo africano Hippolyte Brice Sogbossi, viajou ao Benin para uma documentação fotográfica sobre o cenário do culto aos voduns, conhecido como culto aos ancestrais mortos.
     O resultado foi um trabalho que traça um paralelo entre os sacerdotes africanos e os chefes de terreiros do Tambor de Mina do Maranhão. As imagens apresentam uma viagem pelas cidades de Cotonou, Abomey, Allada, Ouidah, Cavali e Porto Novo, do antigo Daomé, hoje Benin e das Casas das Minas, terreiro vodum, fundado em São Luís do Maranhão, em meados do século XIX.
     A região da Costa da África Ocidental onde se localiza o antigo Reino do Daomé era chamada de Costa dos Escravos e também de Costa da Mina. Nesta região foi estabelecido pelos portugueses do século XVII o Forte de São Jorge Da Mina, localizado na atual República do Gana. Existe também na região uma etnia denominada Mina. Os negros precedentes desta região foram conhecidos no Brasil como negros mina ou jejes e a religião dos voduns por eles praticada, é conhecida até hoje, sobretudo no Maranhão e na Amazônia, como Tambor de Mina.
     Há mais de uma década Márcio Vasconcelos vem se dedicando a registrar as manifestações da cultura popular e religiosa dos afro-descententes no Estado do Maranhão. Hyppolyte Brice Sogbossi é beniense e radicado no Brasil há mais de 10 anos. Doutor em Antropologia Social e professor da Universidade Federal de Sergipe.
     Depois de São Paulo a exposição segue para Salvador, onde deve permanecer no Museu do Benin.

SERVIÇO
Exposição:"Zeladores de Voduns e outras Entidades do Benin ao Maranhão"
Período: até 13/06/2010
Horário de funcionamento: Terça a domingo, das 10h às 17h
Preços: Entrada gratuita

Museu AfroBrasil
Endereço: Rua Pedro Alvares Cabral, s/n Pavilhão Manoel da Nóbrega, Parque do Ibirapuera, Portão 10, CEP: CEP 04094-050
Telefone: (11) 5579-8542/5579-7716/5579-6399

Deputado Carlos Brandão é multado por fazer propaganda antecipada em outdoors

A Procuradoria Regional Eleitoral no Maranhão, por meio do procurador eleitoral auxiliar Juraci Guimarães Júnior, entrou com representação contra o deputado federal Carlos Brandão  (PSDB) por propaganda eleitoral antecipada. Brandão foi o terceiro parlamentar a se tornar alvo de ação da PRE no Maranhão.
     Antes o mesmo procurador representou contra os deputados federais PInto Itamaraty, também do PSBD, e Ribamar Alves, sob mesma alegação.
     Segundo o procurador, Carlos Brandão tem se utilizado de outdoor para divulgar sua imagem como futuro candidato às eleições 2010.
 O outdoor, localizado em vários pontos da cidade,exibe a foto do deputado  acompanhado do seguinte discurso:“Valeu a pena lutar. Vales do Mearim e Itapecuru serão beneficiadospela Codevasf. Projeto de lei do deputado Carlos Brandão, PSDB”.
     Com isso, a PRE entende que o deputado violou a lei que proíbe adivulgação de propaganda eleitoral antecipada e a veiculação depropaganda eleitoral em outdoors.
     A PRE afirma que é permitida a divulgação das atividades parlamentaresem entrevistas, debates, programas, encontros e boletins informativos,mas, de nenhum modo fazendo uso de outdoors.
     Na representação, a PRE pede que o outdoor seja retirado do local, que Carlos Brandão apresente resposta e que as multas previstas em lei sejam aplicadas.

AMPEM lamenta espírito democrático de Roseana na escolha da lista da Procuradoria Geral de Justiça

 A Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (AMPEM) divulgou nesta terça-feira, dia 1º, nota oficial por meio da qual manifesta sua posição sobre o ato da governadora de nomear a segunda mais votada na lista tríplice para o cargo de procurador-geral de justiça. A AMPEM reconhece que a escolha é uma prerrogativa da chefe do Executivo, mas lamenta que o desejo da classe e o espírito democrático da Instituição não tenham sido respeitados.
Abaixo a nota AMPEM:
     A Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão (AMPEM) diante do ato de sua Excelência a governadora do Maranhão, Roseana Sarney, de nomear a segunda mais votada para o cargo de procurador-geral de Justiça do Maranhão e em respeito a seus associados vem manifestar o que se segue:
     Mesmo reconhecendo que a nomeação do procurador-geral de Justiça é de livre escolha do governador do Estado diante da lista tríplice composta a partir de votação dos seus membros, conforme reza o preceito constitucional, lamenta que mais uma vez a vontade da classe tenha sido preterida.
     Historicamente, a AMPEM e sua entidade maior a CONAMP, tem se manifestado no sentido de assegurar que o espírito democrático dos membros do Ministério Público brasileiro seja respeitado quando da escolha do procurador-geral de Justiça, como vem sendo feito por outros chefes do Executivo, a exemplo o presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, que sempre respeitou a escolha da maioria dos membros do Ministério Público Federal, nomeando o mais votado para o cargo de procurador-geral da República e da própria governadora do Estado, que prestigiou a democracia interna, quando da eleição ao cargo do Chefe da Defensoria Pública do Estado.
A Diretoria

Frase de efeito

´”Mesmo sabendo que poderia ser reeleita, eu disse: Eu não quero mais ser senadora. É melhor ser uma relva no campo do que o bonsai dentro de um palácio”
Marina Silva, pré-candidata à Presidência da República pelo PV

Secretário Geral do PT propõe acordo entre petistas maranhenses para não desagradar Sarney

     O secretário nacional do Partido dos Trabalhadores, José Eduardo Cardozo, concluiu que não resiste a uma quebra de sigilo bancário a investigação sobre compra e venda de votos entre delegados do PT maranhense. “Isso pode concluir qualquer promotor de meia tijela”, teria dito Cardozo.
     Após a reunião entre os dirigentes do PT Nacional, representado pelo secretário geral   e pelo secretário de organização, Paulo Frateschi; e a Comissão Executiva Estadual do partido, Cardozo deixou um recado aos petistas do Maranhão: o presidente Lula não quer desagradar o senador José Sarney (PMDB-AP).
     A estratégia para que não tenha mais fumaça no campo petista maranhenses é que haja um acordo entre as partes beligerantes.
     O armistício entre as duas correntes antagônicas abrigadas no PT local. A que defende que seja respeitado o resultado do encontro de 27 de março que decidiu por maioria dos votos a aliança com o PCdoB. A corrente que defende a aliança com o PMDB da governadora Roseana Sarney idem.
     Se não vingar a proposta exortada pelo presidente nacional do PT, é possível que José Eduardo Cardozo esteja de volta ao Maranhão antes mesmo do dia 11 de julho, data que a direção nacional tem para referendar um dos dois resultados, da votação do encontro ou do abaixo-assinado.
     O advogado Antonio Pedrosa que acompanhou as tomadas dos depoimentos também é de opinião de que as provas apresentadas têm consistência para se impor como verdade. Uma gravação apresentada seria a prova material concreta da transação comercial de votos petistas.
      Cardoso optou por não aprofundar as denúncias, visando não atiçar a imprensa nacional e retirar o Maranhão do foco do debate nacional, o que certamente carregaria consigo a submissão do presidente Lula ao cacique do PMDB. Isso é tudo que o PT não quer nesse momento de ascensão de Dilma, bem na fita até com Oliver Stone, cineasta americano que quis entrar no Brasil sem visto.
Delegados que deram depoimento:
Pró-Flavio Dino:
Marcelo Belfor (Ribamar Fiquene)
Francivaldo Coelho (Cururupu)
Arnaldo Colaço (São Luís)
Iranilton Araújo Avelar (Urbano Santos)
Maria de Lourdes Moreira da Silva (Buriti).

Pró-Roseana Sarney:
Rodrigo Comerciário (São Luís)
Edmilson Carneiro (Vargem Grande)
Fernando Magalhães (São Luís)
Zé Paulo (Governador Edson Lobão).

Ministério Público de Contas lança ferramenta de denúncia on line

     Já está em operação na página do Tribunal de Contas do Estado uma ferramenta que permite a qualquer pessoa ou entidade da sociedade civil fazer denúncia sobre desvio de recursos públicos. Trata-se do Denúncia on line, uma ferramenta lançada pelo Ministério Público de Contas (MPC) para permitir um contato mais direto com a sociedade e estimular o controle social.
     A ferramenta foi desenvolvida pela Coordenadoria de Tecnologia de Tecnologia de Informação do TCE e pode ser acessada por qualquer pessoa com acesso a internet. Para fazer a denúncia, basta preencher um formulário disponível na página com dados como a irregularidade objeto da denúncia, o ente público, o nome do gestor e seu cargo ou função na administração pública.
     A identificação do denunciante é opcional, mas somente aqueles que se identificarem terão a possibilidade de acompanhar o andamento das providências tomadas caso a denuncia seja considerada procedente. “Não podemos garantir que todas as denúncias serão aceitas, precisamos ter um mínimo de consistência para podermos tomar as providências cabíveis”, explica o procurador-geral do Ministério Público de Contas, Jairo Cavalcanti Vieira.
     Segundo ele, a idéia surgiu a partir da reunião de planejamento do Ministério Público de Contas realizada no ano passado, quando os procuradores concluíram que havia necessidade de tornar o MPC mais acessível à população e que uma das ferramenta para isso seria a criação de uma veículo para que a população apresentasse queixas de maneira mais ágil em sintonia com os recursos das novas tecnologias.
     O procurador explica que a nova ferramenta não substitui as formas tradicionais de denúncias ao Tribunal de Contas, que atendem a critérios formais mais rigorosos. Segundo ele, a expectativa é de que o Denúncia on line amplie os canais de participação social no controle dos gastos públicos, aproximando ainda mais o TCE da sociedade.

Da Assessoria de Imprensa do TCE

Festival das Juventudes em Fortaleza terá show de Zeca Baleiro e Mutantes

O I Festival das Juventudes em Fortaleza – América Latina e as Lutas Juvenis terá uma programação diversificada com espaços dedicados a apresentações da cultura popular tradicional, teatrais, musicais e poéticas, entre outras, produzidas pelos próprios participantes e por convidados, que realizarão grandes shows na abertura e encerramento do evento. Realizado no Clube Cofeco, em Sabiaguaba, de 3 a 6 de junho, o festival é gratuito. Para participar dos shows, não é necessário fazer inscrição.
Entre as atrações estão nomes como Zeca Baleiro (foto), Actitude María Marta (Argentina), Luiz Melodia, Tribo de Jah, Mutantes e Teatro Mágico. Grupos locais também prestigiam a juventude: Unidos da Cachorra, Alegoria da Caverna, ZáZ, Dona Zefinha, Vitrola de São Jorge e Fulô da Aurora. O músico Zeca Baleiro fará o encerramento dos grandes shows no sábado (5), a partir de 23h. Na apresentação, fará uma retrospectiva de sua carreira, trazendo canções valorizadas em arranjos contagiantes. Acompanhado de seu violão, de Tuco Marcondes (guitarras, violões e vocais), Fernando Nunes (baixo), Pedro Cunha (teclados e acordeom) e Kuki Stolarski (bateria e percussão), Baleiro garante boas surpresas ao longo do show.
O repertório inclui releituras de canções já consagradas como Salão de Beleza, Babylon, Telegrama e Quase Nada, além de composições de seu mais recente CD, “O Coração do Homem-Bomba”, como: Você Não Liga Pra Mim, Você é Má, Vai De Madureira, Ela Falou Malandro, Trova, entre outras.

:: PROGRAMAÇÃO

DIA 3
9h às 15h - Credenciamento
14h às 17h - Atividades autogestionárias
18h - Abertura oficial
18h30 – Apresentação do grupo Coda
19h30 - Apresentação da banda Alegoria da Caverna
20h30 - Apresentação do Unidos da Cachorra
21h - Show d’O Teatro Mágico
22h30 - Show de Os Mutantes

DIA 4
08h às 11h - Atividades autogestionárias
14h às 18h - Atividades autogestionárias
18h – Conferência
Mesa 1 - Mobilização Social: “A Participação da Juventude nos Processos de Mudança na América Latina”
19h30 - Apresentação do grupo Vitrola São Jorge
20h30 - Apresentação do grupo Dona Zefinha
22h - Show da Actitude María Marta (Argentina)
23h - Show da Tribo de Jah

DIA 5
08h às 11h - Atividades autogestionárias
14h às 18h - Atividades autogestionárias
15h às 16h30 - Conferência
Mesa 2 - “Apontando os desafios da PPJ no Brasil” -;
18h às19h30 - Mesa 3 - “Ato de Lançamento da Plataforma das Juventudes - É Possível Unificas as Lutas das Juventudes?”
19h30 – Apresentação da banda ZàZ
20h30 – Apresentação da Fulô da Aurora
22h - Show de Luiz Melodia
23h - Show de Zeca Baleiro

DIA 6
08h às 11h - Atividades autogestionárias
Encerramento

: SERVIÇO
I Festival das Juventudes em Fortaleza – De 3 a 6 de junho, no Clube Cofeco - Rua Abreulândia, s/n – Sabiaguaba. Mais informações: www.fortaleza.ce.gov.br/festivaldasjuventudes ou (85) 3255.8343.

Museu de Tudo:Capa do primeiro registro fonográfico do "Bumba-meu-boi"

Investigação no PT no Maranhão fica restrita a ‘conversas’

As investigações em torno da suspeita de compra de votos de dirigentes do PT do Maranhão por parte do clã Sarney caminham para dar em nada.
     Escalado pela Executiva Nacional do PT para fazer parte de uma comissão que apura o episódio, o secretário de organização do partido, Paulo Frateschi, afirma que são ralas as condições de se aprofundar a investigação.
     Além dele, também faz parte da comissão o secretário-geral do PT, José Eduardo Cardozo. Os dois desembarcaram no Maranhão ontem (31), onde “conversam” com dirigentes locais.
     “Nosso poder de investigação é pequeno", admitiu Frateschi que tem recorrido, até o momento, apenas aos depoimentos dos integrantes do diretório do partido no estado.
"Estamos ouvindo os companheiros, mas um contrapõe o outro, um acusa o outro. Mas não há prova documental”, acrescentou.
     O presidente do PT, José Eduardo Dutra, resolveu criar a comissão depois de a “Veja” revelar que quatro delegados do PT local admitiram ter recebido propostas de pagamento de propina para votar em favor da pré-candidatura ao governo de Roseana Sarney (PMDB) e contra a de Flávio Dino (PCdoB).
     Todos, no entanto, negam ter aceitado a oferta que, segundo a revista, variou entre R$ 20 mil a R$ 40 mil.
     O pagamento de propina por parte do PMDB maranhense era para reverter decisão do diretório regional do PT que, em março, por apenas dois votos de diferença, decidiu apoiar formalmente a pré-candidatura de Flávio Dino.
     O apoio a Dino desagradou Lula, que quer impor ao PT o apoio a Roseana.
     O que fazer com o PT do Maranhão será decidido no encontro do Diretório Nacional do PT, previsto para o próximo dia 11.

Do Blog do Noblat

Frase de efeito

" Poesia tem de ler o mundo, tem de perturbar a ordem publica e protestar nas praças pela paz."
Emannuel Marinho, poeta sul-mato-grosssense

Na revista Época

O site japonês IS Parade transforma qualquer assunto comentado no Twitter em uma passeata virtual, com direito a placas de apoio e até trilha sonora. Cada pessoa que tuita #EPOCAdesfile, por exemplo, aparece na passeata da imagem acima. É uma solução visual divertida para futuros protestos virtuais, como o #ForaSarney, que mobilizou internautas contra o presidente do Senado.

Manchetes dos jornais

AQUI-MA - Dois acidentes e três mortes
ATOS & FATOS  - Choque de veículos com saldo de três mortes
GAZETA DA ILHA –Estrada da morte
JORNAL A TARDE- João Alberto recebe a visita de comandante da Marinha
JORNAL EXTRA –"Patota" do PT Nacinal chega para botar ordem na casa
JORNAL PEQUENO –Governo de Sarney espionou a oposição como na ditadura militar
O DEBATE –Vacinação  contra gripe A
O ESTADO DO MARANHÃO –Acidente mata três e fere um na BR-135
O IMPARCIAL – Mortes...Batida entre um gol e um caminhão deixa três mortos no Campo de Perizes
O QUARTO PODER – Gestão Castelo prejudica o povo e Jackson Lago
TRIBUNA DO NORDESTE -Sarney mandou espionar MST durante seu governo