24 de set de 2010

Sacadas: Lanterninha no Cine Roxy

O derrotado coordenador de Dilma

     José Eduardo Dutra é o chefão da “campanha” de Dilma. Que credenciais. 1 – Derrotado para o governo de Sergipe. 2 – Não foi reeleito para o Senado. 3 – Perdeu novamente, para governador de Sergipe. 4 – Precisava de um cargo, descobriu diploma de geólogo, foi feito presidente da Petrobras. 5 – O diploma estava tão velho, esfarrapado e desbotado, teve que ser demitido.
Da Tribuna da Imprensa

Presidente da OAB critica indefinição do Supremo sobre Ficha Limpa

     O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, criticou a indecisão dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) a respeito da Lei da Ficha Limpa. A Corte suspendeu a sessão na madrugada desta sexta-feira (24) sem decidir a aplicabilidade da lei para este ano. Uma sessão extraordinária foi convocada para segunda-feira (27), mas ainda não está definido se a Lei da Ficha Limpa voltará a ser analisada.
     "A inexistência de decisão é a pior decisão. Cria-se uma insegurança jurídica para a sociedade e para o eleitor", defendeu Cavalcante. "É papel do STF dirimir as controvérsias. Há uma comoção popular sobre o assunto."
     Não há prazo para que o tribunal volte a analisar o recurso, o que poderá acontecer após a nomeação de um novo ministro pelo presidente Lula em substituição a Eros Grau. Essa foi uma das possibilidades ventiladas pelos ministros durante a sessão. "Remeter a decisão para o futuro ministro é politizar a decisão. Colocará o magistrado em situação de total exposição. É a única proposta que não pode ser acolhida", justificou o presidente da OAB.

Juristas acreditam que decisão de Roriz suspende julgamento do Ficha Limpa

  A decisão de Joaquim Roriz (PSC) de renunciar à candidatura ao governo do Distrito Federal suspende, na opinião de juristas, o julgamento da Lei da Ficha Limpa no STF (Supremo Tribunal Federal).
     Como o tribunal analisa recurso do candidato contra a sua inelegibilidade, especialistas em legislação eleitoral entendem que a ação perde o objeto --por isso o julgamento de mais de 15 horas deveria ser anulado.
     "Em princípio, se ele renunciar perde o objeto do recurso. E esse julgamento perde validade e o Supremo terá que analisar a Lei da Ficha Limpa em outro processo", disse o ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Arnaldo Versiani.
     O advogado Eduardo Alckmin, ex-ministro do TSE, concorda que o Supremo terá que colocar em julgamento outra ação para decidir sobre a Ficha Limpa. "Perderia o objeto porque não há mais registro de candidatura, então não tem mais a discussão", disse.
Da folhaonline

Rei de Copas: Jornal Extra ironiza Lula por ataques à mídia

    Com o título “Denúncias irritam presidente e liberdade de imprensa vira alvo de ataques”, a capa desta sexta-feira (24/9) do jornal Extra, pertencente a Infoglobo, ganhou destaque na internet. A edição de hoje do diário carioca ironiza as críticas que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) fez à imprensa brasileira.
     A capa traz a imagem de um Rei de Copas, carta do baralho, personalizado de Lula. No caso, o Presidente da República está enfiando uma espada na própria cabeça. O tom irônico do texto anuncia que “a manchete é para quem acha que o papel da imprensa é bajular os donos do poder”, devido as declarações que o presidente tem feito aos veículos de comunicação do Brasil.
     "A imprensa brasileira deveria assumir categoricamente que ela tem um candidato e tem um partido, que falasse. Seria mais simples, seria mais fácil. O que não dá é para as pessoas ficarem vendendo uma neutralidade disfarçada", disse Lula, na tarde desta quinta-feira (23/9).
     No Twitter, a mensagem “Jornal Extra” figura entre os Trending Topics Brasil, como um dos assuntos mais comentados do País no microblog.

Maranhão: Retrato da educação do estado no município de Sucupira do Norte

Manchetes dos jornais

AQUI - Barbárie: Covardia
ATOS & FATOS - Pesquisa da Exata: Roseana 42%, Jackson 25% e Flávio Dino com 23%
JORNAL A TARDE - Presa quadrilha que falsificava documentos para empréstimo
JORNAL EXTRA - Pesquisa Exata/Cardoso indica segundo turno
JORNAL PEQUENO - Direta para Sarney: Lula diz que "nove ou dez famílias dominam comunicação no Brasil"
O ESTADO DO MARANHÃO - Aprovação do governo Lula alcança 95,4% no Maranhão, diz Escute
O IMPARCIAL - Supense: Julgamento sobre a validade da Ficha Limpa é adiado
TRIBUNA DO NORDESTE -  Pesquisa indica Jackson Lago no segundo turno
O QUARTO PODER - Palavras do pfresidente Lula: "Se Deus quiser Roseana será eleita"

"MANIFESTO À NAÇÃO BRASILEIRA:Os evangélicos e a liberdade de imprensa

     O povo evangélico, nos últimos vinte anos, tem sido alvo de incompreensões, calúnias, discriminações e preconceitos em várias reportagens, tanto por jornais e revistas quanto por rádio e televisão e até mesmo pela internet.
     A conclusão que muitos poderiam chegar é que nós seríamos os maiores interessados no cerceamento da liberdade de imprensa e seu patrulhamento pelos órgãos governamentais. ABSOLUTAMENTE NÃO! MIL VEZES NÃO!
     Eu mesmo já sofri muito com o que acabei de relatar acima. Mas nem assim, tão sujeito a ser caluniado, difamado ou incompreendido por meus atos e pelos princípios que defendo, posso concordar com qualquer movimento que venha impedir a LIBERDADE DA IMPRENSA.
A imprensa livre é fundamental para a manutenção do Estado Democrático de Direito. Só aqueles que querem sustentar ideologias ultrapassadas e antidemocráticas desejam exercer patrulhamento ideológico, cercear garantias individuais da cidadania e tentar colocar mordaça na imprensa.
     Dentro de poucos dias, vamos ter direito a um dos atos mais importantes como cidadãos: VOTAR e escolher os nossos representantes em Brasília e em nossos Estados.
     Não podemos errar. Precisamos saber, com muita clareza, em quem votar, analisando os princípios defendidos pelos que pleiteiam cargos eletivos. E os órgãos de imprensa são importantíssimos para ajudar em nossas análises e decisões. E isto só é possível com uma imprensa livre e isenta.
     Nem o Presidente da República, partidos políticos, líderes religiosos, qualquer segmento da sociedade ou mesmo a imprensa são, isoladamente, os donos da opinião pública.
     No dicionário Houaiss, há uma definição exemplar do que é opinião pública: “É o acordo da totalidade, ou grande maioria, das opiniões de uma coletividade sobre questões de interesse geral”.
     Não tenho autoridade para falar em nome de todos os evangélicos do Brasil que representam aproximadamente 25% da população, mas tenho absoluta convicção de que a quase totalidade é a favor de um ESTADO DEMOCRÁTICO DE DIREITO e, para isto, é inconcebível ao nosso país não ter uma IMPRENSA LIVRE.
Pr. Silas Malafaia
Associação Vitória em Cristo"

No Painel da Folha de S. Paulo

A conferir. Petistas abvaliam que, no Senado,o PMDB sairá das urnas menos controlado por Renan Calheiros (AL) e José Sarney (AP), dada a provável mudança no perfil da bancada.

STF suspende julgamento do RE de Roriz

     Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiram suspender a proclamação do resultado do julgamento do Recurso Extraordinário (RE) 630147, após o empate em 5 votos a 5. O RE foi ajuizado na corte pela defesa de Joaquim Roriz para questionar decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que indeferiu o registro de candidatura de Roriz com base na Lei Complementar (LC) 135/2010 – a chamada Lei da Ficha Limpa.
Votos
     Votaram pelo desprovimento do RE, e consequentemente pelo indeferimento do registro de Joaquim Roriz, os ministros Ayres Britto (relator), Cármen Lúcia, Joaquim Barbosa, Ricardo Lewandowski e Ellen Gracie.
     Divergiram e votaram pelo provimento do recurso os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Marco Aurélio, Celso de Mello e Cezar Peluso.