9 de out de 2010

Círio 2010 em Belém do Pará


Escadaria das Docas na chegada da Procissão rodofluvial

Integrantes do Arrastão da Pavulagem

Brincantes do Arrastão da Pavulagem na concentração

Músicos do Arrastão da Pavulagem saúdam Virgem de Nazaré


Arrastão da Pavulagem no Ver-O-Peso

Fachada de prédio no Boulevard Castilho França


Fachada de prédio no Boulevar Castilho

Berlinda da Virgem de Nazaré na Estação das Docas


São Luís é cidade que envia mais turistas para o Círio de Belém (PA)

    São Luís e Macapá (AP) são os principais locais que enviam turistas para o Círio de Nazaré em Belém (Pará), segundo a Infraero.
    A estimativa da empresa de infraestrutura aérea é de que nesse ano desembarquem 30% a mais de turistas para o Círio de 2010 em comparação com o ano passado. O número de passageiros que utilizam avião para se deslocar até a capital paraense deve alcançar 103 mil este ano.

No Painel da Folha de S. Paulo

Ajuste fino. A coordenação de campanha diz que Dilma tenderá a fazer menos comícios e optar por caminhadas devido à agenda apertada. Mas,para alguns aliados, a mudança decorre da avaliação  de que a petista "é ruim de palanque".

Manchetes dos jornais

O ESTADO DO MARANHÃO - Roseana convoca lideranças para campanha pró-Dilma
O IMPARCIAL - 126.896 votos sem dono

he Economist diz que 2º turno prova que poder de Lula tem limites

    A revista britânica The Economist analisou, na edição da quinta-feira (7), a ocorrência do segundo turno nas eleições presidenciais brasileiras. Segundo a publicação, a existência do segundo turno revela que a influência do presidente Lula para transformar a candidata Dilma Rousseff (PT) em uma “rainha” tem limites. Apesar disso, a revista diz que “é provável que ele [Lula] vença”.
    A Economist atribui como principal razão para o segundo turno o desempenho “impressionante” de Marina Silva nas urnas e afirma que a senadora foi "terceira colocada mais bem sucedida em todas as seis corridas presidenciais após a ditadura", com seus 19,3% dos votos válidos.