21 de out de 2011

Família denuncia que idoso é expulso de pronto socorro em Timon

Polícia prende lavrador acusado de violentar e engravidar jovem em Buriticupu

    Policiais civis da cidade de Buriticupu, sob o comando o delegado Carlos Alessandro Rodrigues Assis, prenderam o lavrador Luís Santana de Lima, o “Luís Capoema”, de 56 anos. Ele é acusado de abusar sexualmente e de engravidar uma adolescente de 14 anos, com quem vivia maritalmente desde quando ela tinha 11, no assentamento Portão da Cikel.
    A prisão aconteceu por volta das 13h da quarta-feira (19), após a polícia ser informada pelo Conselho Tutelar do município que tinha recebido denúncias anônimas sobre os abusos sofridos pela adolescente. De acordo com o delegado Carlos Alessandro, o lavrador começou a aliciar a menina quando ela morava com sua avó, no mesmo assentamento, até que ganhou a confiança da família e a vítima foi morar na casa dele.
    O delegado informou que o lavrador vivia com a adolescente como se ela fosse mulher dele, sendo submetida aos abusos. Atualmente, a menina está no quarto mês de gravidez.
    O Conselho Tutelar de Buriticupu informou ainda ao delegado que recebeu denúncias de que o idoso teria um casal de filhos, uma adolescente de 13 anos e um jovem de 25, de nome Luís Santana Lima Filho. E que a menina estaria sendo violentada pelo próprio irmão, com o consentimento do pai e sob ameaças de morte para que não conte o fato a outras pessoas.
    O delegado Carlos Alessandro informou que representou pela prisão preventiva de Luís Santana Filho, que está foragido.
Do Meio-Norte

Edinho Lobão quer tornar hediondo desvio de recursos públicos

    "Sobre a impunidade no Brasil, registro que pretendo ingressar na semana que entra com projeto tornando hediondo todo crime de desvio de recursos públicos. Considero que o crime de desvio de recurso público na área da saúde, da educação tem um poder maior do que um simples homicídio, tem um poder de homicídio em massa".
    Esse trecho de discurso é do senador suplente Edison Lobão Filho (PMDB-MA), filho do ministro das Minas e Energia, em aparte do discruso do senador José Sarney (PMDB-AP) sobre impunidade à criminalidade no país. Conhecido entre os maranhenses como Edinho Lobão, o suplente ganhou notoriedade no estado durante o governo do pai em que era apontado como taxador em 30% de todos os contratos do governo. Daí nasceu a alcunha de "Edinho Trinta".
    O filho do senador que ocupa o ministério das Minas e Energia desde o governo Lula é dono de uma fortuna meteórica angariada em pouco menos de um lustro. A ponto de se tornar vizinho do piloto de Fórmula 1, Emerson Fitipaldi, em Miami (EUA). Sobre a origem do dinheiro, Edinho relatou que teve êxito como dono de uma padaria no garimpo de Serra Pelada.
    Suplente do pai no mandato anterior  (2002-2010), Edinho Lobão deixou o DEM (partido coligado com o PMDB no Maranhão) depois da avalanche de denúncias sobre negócios com uma empresa de distribuição de bebidas na qual foi acusado de usar como laranja uma empregada doméstica maranhense (saiba mais aqui).
    Numa reflexão sobre sua dificuldade de deixar a vida pública após 50 anos e sua revolta com os números da criminalidade e impunidade no país, o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP),   defendeu o endurecimento das penas para assassinos, criticou o fato de os homicidas poderem se defender fora da cadeia e comparou os altos índices de criminalidade do Brasil com países que adotam a prisão perpétua e a pena de morte.

Na coluna do Ilimar Franco

Peitada
O ministro Gastão Vieira (Turismo) vai aproveitar a indicação do PMDB da Bahia para a Secretaria de Turismo da pasta, Fábio Rios Mota, em outra área do ministério. Na secretaria, ele vai manter sua indicada: Suzana Dieckman.

Manchetes dos jornais

Maranhão
O Estado do Maranhão: Sarney critica brandura da lei em caso de homicídio
Região
Diário do Pará: OAB-PA será julgada domingo
Jornal do Commercio: Cinco jogos e uma aposta
Meio-Norte: Dilma diz que respeitará decisão sobre royalties
O Povo: O Brasil joga aqui
País
Correio: Brasília será a capital da Copa
Estadão: Ditador Muamar Kadafi é morto
Folha: Gaddafi é capturado e morto
Globo: O violento fim de um ditador
Valor: Pessoa física tira R$ 5,4 bi da bolsa
Zero Hora: Decisão da Fifa emite alerta a Porto Alegre