23 de dez de 2010

Baixo clero subiu no motel

Tutty Vasques
    A melhor defesa seria alegar logo de cara que, na idade do futuro ministro do Turismo, homem nenhum entra nessa trip. Naquele primeiro momento do escândalo, entretanto, o orgulho masculino deve ter inibido Pedro Novais a desmentir, de pronto, a notícia em gestação sobre uma festinha patrocinada por seu gabinete parlamentar num motel maneiro de São Luís. Aos 80 anos, o deputado não confessa, mas ficou, decerto, se achando um garoto a partir das fantasias que todo Maranhão passou a fazer sobre o tal encontro de casais na já lendária suíte Bahamas.
    O próprio Sarney teria ligado pra seu afilhado no governo Dilma cobrando explicações sobre os motivos de não ter sido convidado para a referida balada no Motel Caribe. Parece que vários colegas de Congresso tentam, desde então, arrancar de Novais a fórmula do remedinho que ele toma nessas ocasiões. O baixo clero subiu no conceito de todos. Antes mesmo de ser anunciado ministro, o deputado maranhense já havia notado uns tapinhas diferentes às suas costas. Tapinha de quem diz "ah, moleque!"
    Daí, talvez, o atraso na indignação do nobre deputado, que só ontem reclamou das "mentiras" que andaram dizendo a seu respeito. Enfim, foi bom enquanto durou!
De O Estado de S. Paulo

No claudiohumberto.com.br

Ano erótico para novo ministro acaba em motel
    Foi notícia mundial a farra do futuro ministro do Turismo, deputado Pedro Novais (PMDB-MA), 80, num motel, paga pela Câmara. “Novo governo começa com escândalo sexual quente”, diz a Reuters. Além dos R$ 2,1 mil no motel, Novais nos custou, em seis mandatos, R$ 748 mil só em “transportes e estadias”, informa a ONG Transparência Brasil. Sem contar o seu pornográfico aumento salarial de 62%.
Pergunta na recepção
Depois do Bolsa-Família, do Bolsa-Esporte e do Vale-Cultura, vem aí o Bolsa-Motel?

CNJ recomenda ao governo do Maranhão mudanças nas unidades de internação de adolescentes

    O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) vai recomendar à governadora do Maranhão, Roseana Sarney, providências para garantir a ressocialização dos adolescentes submetidos a medidas socioeducativas no estado. Ao Poder Judiciário local será proposta a capacitação e atualização dos magistrados e servidores das varas da Infância e da Juventude para o aprimoramento da prestação jurisdicional.
    A decisão resulta de relatório apresentado pela equipe do Programa Medida Justa, do CNJ, que percorre o país para fazer um diagnóstico da situação processual dos adolescentes privados de liberdade e das condições física e pedagógica das unidades de internação.
    Criado para que os adolescentes tenham tratamento diferenciado dos adultos, o programa busca, dessa forma, acelerar o processo de implantação das diretrizes do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e do Sistema Nacional de Medidas Socioeducativas (Sinase). A visita ao maranhão foi realizada entre os dias 19 e 25 de setembro e contou com a participação de representantes do Governo e do Judiciário do estado.
    O Maranhão tem quatro unidades de internação – duas na capital São Luís, uma no município de São José de Ribamar e outra em Imperatriz. O pequeno número de unidades e a concentração de três delas na região metropolitana de São Luís, segundo a equipe do Medida Justa, dificulta um maior convívio dos internos com seus familiares, com prejuízos ao processo de ressocialização.
    A equipe do Medida Justa atestou também que as instalações físicas de todas as unidades estão comprometidas. Além disso, elas têm arquitetura prisional, dificultando a promoção de atividades lúdicas, esportivas, de lazer ou profissionalizante. Nenhuma separa os internos por idade, compleição física ou gravidade da infração cometida, configurando risco à segurança dos adolescentes.
    Quanto às varas da Infância e da Juventude, responsáveis pela fiscalização da execução da medida de internação, foram verificadas práticas não recomendáveis, que acarretam prejuízos aos adolescentes. Há, por exemplo, casos de internações sem o amparo de decisão judicial, com adolescentes privados de liberdade irregularmente.
    A equipe do Medida Justa constatou também que o período de internação provisória – 45 dias – está sendo tomado como prazo certo e não máximo, “ocorrendo situações em que, apesar de sentenciado o processo e aplicado ao adolescente medida em meio aberto (Liberdade Assistida ou Prestação de Serviço à Comunidade), o início do cumprimento da medida estava a aguardar o transcurso do prazo de 45 dias de internação provisória”, informa o relatório gerado a partir da visita, assinado pelos juízes auxiliares da Presidência do CNJ e coordenadores do Medida Justa, Reinaldo Cintra Torres de Carvalho e Daniel Issler.
    Para a tomada de providências, o relatório sobre a visita será entregue à governadora do Estado, ao presidente e ao corregedor do Tribunal de Justiça do Maranhão, à Corregedoria Nacional de Justiça, ao procurador-geral de Justiça do Estado, ao Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente, à Fundação Estadual da Criança e do Adolescente, ao Defensor Público Geral do Estado e a outras autoridades.
Da Agência CNJ

Roberto Rocha faz troca-troca de "muquifo" com Waldir Maranhão

    Em clima de bingo, com sorteio de bolas, a Câmara distribuiu, ontem, os gabinetes entre deputados novatos.
    "Mais uma bolinha, mais um gabinete. Vamos conferir para quem vai", dizia o locutor. A plateia era, basicamente, formada por assessores.
    "Você está perto das comissões", consolou um deles. O consolado foi sorteado para o anexo 3, onde os gabinetes não têm banheiros e têm parede de vidro.
    O eleito Anthony Garotinho (PR-RJ) poderá ser encontrado nesse anexo.
    Já Tiririca (PR-SP) e Jean Wyllys (PSOL-RJ) tiveram sorte. Ganharam gabinetes com banheiro.
    A sorte com as bolas definiu o destino de apenas 28% dos eleitos. O restante entrou na lista de prioridade e escolheu o gabinete antes.
    Mulheres, deputados com mais de 60 anos, deficientes, reeleitos e parentes próximos integram a lista privilegiada.
    Os reeleitos Waldir Maranhão (PP-MA) e Carlos Brandão (PSDB-MA) fizeram uma triangulação com o colega Roberto Rocha (PSDB-MA), que deixa o cargo neste mês e é tido como o "dono" de um dos gabinetes mais bonitos.
    Há cerca de uma semana, Rocha cedeu o gabinete para Brandão. Este, por sua vez, cedeu o seu para Maranhão, que ocupava um "muquifo", segundo um assessor. Para o "muquifo", foi Rocha.
    Com isso, Brandão e Maranhão garantiram a prioridade na manutenção das salas que passaram a ocupar.
    Esse troca-troca é legítimo, diz a assessoria da Casa.
Da Folha de S. Paulo

Maranhão:Bandeira de janela de residência em Icatu

Pedro Novais é chamado ministro do turismo sexual

    O futuro ministro do Turismo, Pedro Novais (PMDB-MA), ganhou o apelido de ministro do Turismo Sexual nesta quarta-feira no Twitter após o Estado revelar que o atual deputado pagou despesas de motel com verba indenizatória da Câmara. Na rede de microblogging, o termo “Novais” ficou entre os mais falados no Brasil. Além disso, 1,5 mil pessoas ‘twittaram’ a reportagem exclusiva e fizeram comentários irônicos e indignados.
    “Será esse o nosso futuro ministro do Turismo (sexual)?”, questionou o usuário @claudioamaral. “Pedro Novaes, do PMDB, nomeado Ministro do Turismo (SEXUAL)”, foi na mesma linha @EnxaKECO. Até uma frase clássica dita por Marta Suplicy, quando ministra do Turismo, foi lembrada: “Futuro ministro do ‘Relaxa e Goza’ (Turismo) pagou motel com verba de gabinete. Fez festinha para vários casais”, twittou @joao_batistajr.
    Os twitts mais indignados ressaltavam, ironicamente, o fato de o deputado ter usado verba pública: “Isso que é gozar como o dinheiro do povo”, postou @guigacortezi. “Tem deputado fazendo su-ru-ba com dinheiro público. Literalmente!!!”, disse @ldanielts. “Entenda por que os parlamentares precisam de um aumento”, twittou @phillipe.
    Muitos usuários também pediam esclarecimentos de Dilma quanto às credenciais de Pedro Novais para o cargo que irá assumir. “Alô, @dilmabr, ainda é tempo de repensar sua decisão, não?”, twitttou @RafaBronX. “E ja comecamos bem, heim @dilmabr?”, questionou @deborabzanetti. “Que vergonha apresentar esse ministro para gerenciar o Turismo durante a Copa”, afirmou @petersonruiz.
De O Estadao

Superintendente do DNIT faz oração para impedir que feira livre tome conta da entrada de Imperatriz

    Por falta de apoio policial, tenho andado de “Herodes a Pilatos”, na tentativa de impedir que se transforme em feira livre a entrada da cidade de Imperatriz, onde um imponente pórtico anuncia o Portal da Amazônia.
    Como abracei a forma cristã do Teísmo, creio que o Pai de toda a Luz ungiu-nos no espírito de obediência para guardarmos a Lei no espírito de solidariedade, para nos associarmos pelo bem comum e, no espírito de resistência, para contestarmos veementemente o abuso e a delinquência.
   Agradeço à Teresa de Cepeda Y Ahumada - de Ávila, por nascimento e de Imperatriz, por adoção - pelas sábias palavras que ainda me confortam: “Tudo passa! Só Deus não muda. A paciência tudo alcança; quem a Deus tem, nada lhe falta. Só Deus basta!!!”

Engº Pedro Deodato de Amorim Nascimento
Superintendência do DNIT do Maranhão
Supervisor em Imperatriz


No Painel da Folha de S. Paulo

Barbearia Indicados Aluizio Mercadante (Ciência e Tecnologia) e LuizSérigio para a equipe de Dilma, um ministro de Lula comentou:"Não sdei quanto à cota de mulheres, mas quanto a de bigodes foi bemtemplada".

Manchetes dos Jornais

AQUI-MA- Final feliz
JORNAL PEQUENO - Futuro ministro do turismo pagou motel  em SL com dinheiro da Câmara
O ESTADO DO MARANHÃO - Câmara aprova reajuste do valor venal do imóvel
O IMPARCIAL - Monstro de Pinheiro é condenado a 63 anos