20 de dez de 2010

Críticos paulistas premiam diretor de "Roberto Zucco" que tem atuação do maranhense Dyl Pires

Dyl Pires (dir.) em "Roberto Zucco', montado por Os Satyros
    Rodolfo García Vazquez, dos Satyros, está entre os vencedores do Prêmio 2010 da Associação Paulista dos Críticos de Arte) pela montagem de "Roberto Zucco". Na peça atua o maranhense radicado em São Paulo, Dyl Pires.
    "Roberto Zucco" escrita no final dos anos 1980 por Bernard-Marie Koltès é considerada uma das maiores obras do teatro contemporâneo.
    Conta a história de um serial killer e é inspirada em fatos reais. Continua em cartaz no Espaço Um da Companhia de Teatro Os Satyros, em São Paulo, de quinta a domingo.

Bahia suspende cobrança da tarifa-assinatura telefônica a partir de 1º de janeiro de 2011

    A partir de 1º de janeiro no Estado da Bahia não mais será cobrada a tarifa-assinatura telefônica. Na data entra em vigor uma lei estadual que suspende a cobrança. Os bahianos seguem o mesmo caminho que o estado de São Paulo no início deste ano. Em Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) 4369, ajuizada no STF, a Associação Brasileira de Concessionárias de Serviço Telefônico Fixo Comutado (Abrafix) conseguiu retomar a cobrança de assinatura mensal pelo serviço de telefonia fixa.
    As empresas de telefonia fixa que operam na Bahia terão que aguardar o Supremo Tribunal Federal retornar do recesso, o que acontece em fevereiro de 2011, para que seja jugado o pedido de suspensão da nova regra.
     O autor do projeto, o deputado Álvaro Gomes (PCdoB), disse ao Política Hoje que “até o momento é uma vitória". No início deste mês, o parlamentar foi a Brasília conversar com os ministros do Supremo e disse estar confiante no entendimento favorável por parte dos magistrados.
    "Se as empresas não entrarem com uma manobra de última hora a taxa deixará de ser cobrada a partir do dia 1º", disse. O deputado reeleito afirmou ainda que, independentemente dessa vantagem - o não julgamento do mérito -, vai continuar na luta para sustentar a extinção da cobrança. Afinal, "ninguém sabe o que pode acontecer no plantão [do STF]", completou.
    No Maranhão, o deputado estadual Pavão Filho (PDT) levantou a questão. Garantiu que não iria descansar enquanto não obtevesse o resultado esperado. "Nós não vamos descansar enquanto não obtermos uma grande vitória para a população maranhense e brasileira que é o fim da taxa de assinatura de telefone fixo".  Pavão Filho não foi reeleito no pleito de outubro deste ano.

No claudiohumberto.com.br

Estável
O médico Igor Lago considera estável o estado de saúde do pai, ex-governador do Maranhão Jackson Lago, internado no Albert Einstein.

Maranhão e Amapá são líderes em cheques sem fundo

     Os Estados do Amapá e Maranhão são os locais onde mais há pagamentos com cheques sem fundo, de acordo com um levantamento da Serasa Experian divulgado nesta segunda-feira.
     Segundo o estudo, feito entre janeiro e novembro de 2010, 10,92% dos cheques foram devolvidos por inadimplência no Amapá e 9,38% no Maranhão.
     São Paulo ficou na última posição da lista, com apenas 1,33% de cheques sem fundo no período, seguido por Rio de Janeiro (1,46%) e Paraná (1,55%). A média nacional de devoluções ficou em 1,77%.
    Na Região Norte, o índice chegou a 4,01%. O Nordeste aparece na sequencia, com 3,13%; seguido por Centro-Oeste, 2,29%; Sul, 1,67%; e 1,44%.
Da Band

Procuradoria Geral de Justiça ignora pedido da AMPEM de esclarecimentos sobre obras

Placa de apelo da AMPEM à Procuradoria Geral de Justiça
    Sem resposta para dar à Associação do Ministério Público do Estado do Maranhão, AMPEM, sobre a licitação da reforma do prédio das sede das promotorias da capital, a Procuradoria Geral de Justiça manteve neste segunda-feira,20, pela manhã o sítio do órgão fora do ar.
    Na quinta-feira passada, 16, a AMPEM cobrou em ofício esclarecimentos sobre a obra à procuradora geral Maria de Fátima Rodrigues Travassos Cordeiro. O mesmo pedido fora feito no início de 2010, sem obtenção de esclarecimentos.
    No dia 17 de novembro a AMPEM colocou uma placa em frente ao prédio das promotorias da capital. O instrumento foi usado como uma forma de sensibilização social sobre a situação em que trabalham os promotores de Justiça do Maranhão. A placa trazia a seguinte informação: “Serviços parados há mais de 894 dias. Exigimos a conclusão desta obra! AMPEM”.
Óbra licitada em 2009 está sendo iniciada pela Dimensão
    No dia seguinte à colocação da placa a Administração Superior ordenou a retirada da mesma do local. Mesmo assim a diretoria da entidade de classe decidiu pela volta do instrumento e no dia 24 de novembro retomou o apelo, desta vez com um outdoor instalado em frente à sede da OAB/MA,visando chamar a atenção da sociedade e sensibilizar a Administração Superior sobre a necessidade de conclusão dos serviços, uma vez que, segundo reclamações feitas pelos próprios promotores de Justiça à diretoria da AMPEM, o prédio improvisado onde funciona atualmente a sede das Promotorias, no antigo Lusitana Shopping, não oferece condições dignas de trabalho aos membros do MP maranhense.
    Com prazo de 30 meses e licitação datada de 2009, na "modalidade relâmpago", a Procuradoria Geral de Justiça contratou a Dimensão Engenharia e Construção LTDA para construção da nova sede do órgão. Se contado o período da licitação, o prazo estaria quase vencido. Somente na semana passada a PGJ colocou placas no local da obra na Avenida Carlos Cunha.
    A procuradora Fátima Travassos tem reclamado da falta de respeito da imprensa para com a Procuradoria Geral de Justiça. "Hoje em dia não se respeita mais as instituições", costuma comentar a procuradora entre amigos. Pelas denúncias da AMPEM nota-se que a administração superior do Ministério Público do Estado do Maranhão quer colher frutos diferente dos que semeia.
Com informações da AMPEM

História da Fotografia do Maranhão e Joãosinho Trinta estão entre os selecionados da Petrobras


O carnavalesco Joãosinho Trinta
     A história da fotografia no Maranhão no período de 1850 a 1950 está entre os projetos selecionados pelo Programa Petrobras Cultura de 2010. Os 149 projetos contemplados de 18 estados brasileiros receberão uma verba total de R$ 52,9 milhões. Estes projetos abrangem 16 áreas dentro das três linhas de atuação do Programa: Formação; Preservação e Memória; e Produção e Difusão.
    O único projeto selecionado do Maranhão tem como proponente a Agência Brasileira de Desenvolvimento Econômico e Social dos Municípios, ABDESM, e vai editar o livro “História da Fotografia no Maranhão – 1850/1950”, resultado de pesquisa sobre fotógrafos que chegavam ao Brasil pelo Maranhão e que permanece ainda inédito.
    Um outro projeto, do diretor de cinema de São Paulo, Paulo Machline, tem como foco central o carnavalesco maranhense Joãosinho Trinta seus impasses e suas escolhas entre a realização de um sonho e a manutenção de uma amizade.  
    Em dois outros o Maranhão está entre os estados de abrangência: o projeto Catálogo geral dos manuscritos avultos e em códices referentes à história indígenas e escravidão negra do Brasil; e do Parque da Luz para o Brasil. Neste segundo, a companhia de teatro As Graças, de São Paulo, percorrerá em um ônibs doze estados brasileiros, entre eles o Maranhão.

O MARANHÃO NO PROGRAMA PETROBRAS CULTURA
Nome do Projeto:
PROJETO HISTÓRIA DA FOTOGRAFIA NO MARANHÃO - 1850/1950
Segmento: Artes Visuais
Proponente: Agencia Brasileira de Desenvolvimento Econômico e Social dos Municípios - ABDESM
Estado do Proponente: MA
Abrangência: MA
Resumo: Editar o livro “História da Fotografia no Maranhão – 1850/1950”, resultado de pesquisa sobre fotógrafos que chegavam ao Brasil pelo Maranhão e que permanece ainda inédito.

Nome do Projeto: PROJETO CATÁLOGO GERAL DOS MANUSCRITOS AVULSOS E EM CÓDICES REFERENTES À HISTÓRIA INDÍGENA E ESCRAVIDÃO NEGRA DO BRASIL
Segmento: Arquivos
Proponente: Universidade Federal de Campina Grande
Estado do Proponente: PB
Abrangência: AM, PA, AL, BA, CE, MA, PB, PE, RN, SE, GO, MT, ES, MG, RJ, RS, SC
Resumo: Projeto que multiplicará seus resultados no campo de pesquisa no Brasil e no exterior, principalmente no mundo africano lusófono, por suas raízes comuns com a história do Brasil. A seleção de itens nos cerca de 300 mil documentos “resgatados” no Arquivo Histórico Ultramarino, o antigo “Arquivo Histórico Colonial” de Lisboa, fomentará novos e mais aprofundados conhecimentos à luz de documentos inéditos.

Nome do Projeto: AS GRAÇAS – CIRCULAR TEATRO: DO PARQUE DA LUZ PARA O BRASIL
Proponente: Lama Serviços Artísticos S/C Ltda.
Estado do Proponente: SP
Abrangência: GO, PR, MA, SC, BA, RN, SP, CE, MG, TO, DF, PA, RJ
Resumo: O projeto da Companhia As Graças propõe a criação de um novo espetáculo a partir de sua instalação e de sua convivência no Parque da Luz em São Paulo, coletando depoimentos e histórias. Sua irradiação se dará através da circulação por 12 estados brasileiros com seu Ônibus Palco e atingirá principalmente comunidades de baixa oferta de produtos culturais.

Nome do Projeto: TRINTA
Categoria: Ficção
Nome do diretor: Paulo Machline
Proponente: Primo Filmes Ltda.
Estado do Proponente: SP
Abrangência: MA, RJ, SP
Resumo: Narrativa do primeiro carnaval de Joãosinho Trinta, seus impasses e suas escolhas entre a realização de um sonho e a manutenção de uma amizade. Apoiado numa cuidadosa pesquisa, o projeto homenageia essa importante figura que marcou a história dos carnavais com sua irreverência e dedicação. Revela o lado invisível da produção carnavalesca e os meandros afetivos de um drama pessoal.

Manchetes dos jornais

JORNAL PEQUENO - Pedro Novais é flagrado em escuta da Polícia Federal
O ESTADO DO MARANHÃO -Atacante do IAPE perde a perda em acidente com moto