28 de jun de 2011

Nota de repúdio: Movimento quilombola da Baixada

    O Movimento Quilombola da Baixada Ocidental Maranhense(MOQUIBOM) vem a público manifestar seu repúdio, diante de várias notícias publicadas em veículos controlados pela senhora Roseana Sarney Murad, sobre a recente vinda, ao Maranhão, das Ministras de Estado Maria do Rosário (Direitos Humanos), Luiza Bairros (Igualdade Racial), Márcia Quadrado (Desenvolvimento Agrário, em exercício), do presidente nacional do Incra, Celso Lisboa de Lacerda e do presidente da Fundação Cultural Palmares, Eloi Ferreira de Araújo.
    Após décadas de grilagem, pistolagem, assassinatos, torturas e todo tipo de violência contra os camponeses do Maranhão, causa indignação ver a senhora Roseana Sarney noticiar, orgulhosa, que teria dado “uma bronca” neste grupo de autoridades federais, que vieram para cá ouvir nossas legitimas e históricas reivindicações. A suposta grosseria virou notícia e, segundo essas mesmas notícias, o problema teria sido a quebra do protocolo. Às favas com o protocolo! Nós não estamos nem um pouco preocupados com isso. No Maranhão, diante de tanto sangue derramado de nossos irmãos e irmãs, da impunidade que favorece assassinos de camponeses, da corrupção evidente, da completa degeneração do poder público e do avanço avassalador da grilagem, nós não temos nenhum compromisso com protocolospalacianos.
    Por razões bemdiferentes, o povo maranhense também grita!
    A senhora Roseana, se gritou, foi porque certamente queria um espetáculo de mentiras, com fotos e imagens de TV e ela no papel de benfeitora, com todos os outros atores políticos (inclusive as vítimas do latifúndio) atuando como meros coadjuvantes. Jamais compactuaremos com isso! Nós queremos coisas bem diferentes. Nós exigimos respostas concretas do Estado brasileiro! Foi revoltante ler uma mentira publicada no jornal O Estado do Maranhão, de propriedade da senhora Roseana, no dia 21 de junho, véspera da chegada das autoridades federais. Lá estava dito, na primeira página: “Ministras vêm ao Maranhão para conhecer programas fundiários do governo”.
    Quanta falta de respeito com a nossa luta! Conhecer programas do governo? Mentira! O presidente do Instituto de Terras do Maranhão,sr. Carlos Alberto Galvão, declarou que o órgão dirigido por ele não tem capacidade para atender 20% da demanda atual – arrecadação de terras públicas para assentar camponeses, titulação de terras quilombolas – por falta de funcionários e recursos financeiros. A verdade é que as ministras vieram ao Maranhão atendendo a uma exigência nossa que, diante de inúmeras situações de opressão, acampamos em frente ao Palácio dos Leões e do Tribunal de Justiça,depois fomos para dentro do INCRA, com 21 pessoas ameaçadas de morte chegando ao extremo de fazer greve de fome. Foi essa legítima pressão social que trouxe todas essas autoridades federais ao Maranhão.
    O que importa o protocolo ou a birra de quem quer que seja,diante da imensa gravidade da nossa situação, dos despejos, de lavradores assassinados, de ameaças de morte, associações queimadas, sede de organizaçõesinvadidas?
    Esperamos, agora, que o governo federal não se intimide coma difícil realidade política do Maranhão, cumpra seu papel e honre os compromissos e a palavra empenhada diante de centenas de pessoas. E esperamos que o governo estadual também apresente à sociedade maranhense um Plano de Trabalho que, efetivamente tenha acapacidade de retirar 1,5 milhão de maranhenses da situação de extrema pobreza- consequência da alta concentração de terras em tão poucas mãos que expulsam ematam; e, da “apropriação por parte de pequenos grupos, mediante influências políticas e corrupção ativa, daquilo que pertence a todos. Esses pequenos grupos fazem do bem público um patrimônio pessoal” (Carta dos Bispos doMaranhão).
    Queremos deixar bem claro que o nosso movimento quilombola tem a total e absoluta autonomia em relação a partidos e governos. Por isso, temos a liberdade para seguir reivindicando, cobrando, exigindo e, se preciso for, radicalizando, por aquiloque acreditamos ser o justo.
Nossa luta continuará!
São Luís – MA, 27 de junho de 2011
Pelo Movimento Quilombola da Baixada
Givanildo Nazaré Santos Reges
João da Cruz
Almirandir Madeira Costa
Catarino dos Santos Costa
Maria Teresa Bitencourt

Do Correio do Brasil

Diretor da Beija Flor comete gafe em encontro com a imprensa de São Luís

Bulcão e Macedo rindo à toa entre os diretores da Beija-Flor
    Luiz Fernando Laíla, o convencido direto de carnaval e harmopnia da Beija-Flor de Nilópolis sobre a importância de São Luís como enredo, deslizou feio sobre a fundação da cidade durante o encontro com a imprensa local nesta terça-feira, 28.
    Pelo conhecimento de Laíla em 8 de setembro de 2011, data em que a escola de samba do Rio de Janeiro pretende realizar uma das etapas de escolha do samba do enredo "São Luís - O poema encantado do Maranhão", a cidade estará completando 400 anos.
    Laíla jura de pés junto que não está levando nada da burra do governo do estado do Maranhão. Pudera, é só indagar quem está cobrindo as despesas com as hospedagem de sete pessoas desde domingo no Grand São Luís Hotel e os respectivos bilhetes aéreos no trecho Rio de Janeiro - São Luís. è a terceira visita da comissão a São Luís desde o encontro entre a governadora do estado e a diretoria da escola de samba. Muito samba ainda vai rolar até a Sapucaí.

IBGE lança em julho edital para concurso com vaga para profissional de comunicação

    O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) deve publicar em julho dois editais de abertura de concursos públicos com total de 4,4 mil vagas para agentes de pesquisa. Na semana passada o órgão definiu a organizadora das provas. O primeiro edital de abertura, com previsão para ser publicado no dia 18 de julho, deve abrir um total de 150 vagas, sendo 132 para o cargo de agente de pesquisa por telefone (nível médio) e 18 para o de supervisor de pesquisa (nível superior). Os novos profissionais devem ser lotados no município o Rio de Janeiro.
    Já o segundo edital deve oferecer 4.250 vagas distribuídas entre os cargos de agente de pesquisa e mapeamento (nível médio) em todo os 26 estados brasileiros e o Distrito Federal. A previsão é de que esse edital seja publicado no dia 22 de julho. De acordo com o cronograma a ser assinado entre o IBGE e a Consulplan, as inscrições devem ocorrer entre os dias 8 e 21 de agosto, e as taxas de participação custarão R$ 20 para o cargo de agente e R$ 100 para supervisor.
Exigências
    Para se candidatar ao cargo de agente de pesquisa e mapeamento, além de possuir ensino médio completo, o candidato ainda deve comprovar ao menos um ano na atividade de operador de teleatendimento. Para o único cargo de nível superior, o de supervisor de pesquisa, serão abertas oportunidades para quem comprovar graduação em qualquer área (14), para os graduados em Estatística (2), Engenharia Química (1) e em cursos da área de Tecnologia da Informação e Comunicação (1).
    A expectativa é de que os novos profissionais sejam contratados a partir do mês de novembro deste ano. Eles devem atuar no trabalho de ampliação e aprimoramento das pesquisas realizadas pelo IBGE, tais como a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), que hoje estão restritas a seis regiões metropolitanas e depois do concurso terão alcance ampliado.
Última seleção
    A última vez que o IBGE lançou concurso para os cargos de agente de pesquisa por telefone e supervisor de pesquisa foi em 2009. Na ocasião foram oferecidas 138 vagas temporárias, também para o município do Rio de Janeiro. De acordo com o edital de abertura, os salários variavam entre R$ 600 a R$ 4 mil.
Do site UAI

Poeta maranhense participa de "Café em Pasárgada" na casa de Manuel Bandeira em Recife

    O Espaço Pasárgada promove, nesta terça-feira (21), a 2ª edição do Café em Pasárgada – “um encontro da poesia com o aroma da memória”. A partir das 19h, o projeto recebe como convidado o poeta e economista maranhense Wilson Araújo de Sousa (foto), com a curadoria do poeta Marcelo Mário de Melo.
    Wilson Araújo de Sousa é autor de “Sanfona de 8 textos”, em parceria com o poeta Pedro Américo. Em 79, publicou “Pau Brasília, um Samba Enredo”. Entre suas obras mais recentes, a antologia de poemas “Signos Involuntários” (2003) e “Par-ímpar”, repetindo a dose com Pedro Américo.
    O Café em Pasárgada é uma ação educativa do Espaço Pasárgada, casa do poeta Manuel Bandeira, localizado na rua da União, 263, bairro da Boa Vista, no Recife.

Museu de Tudo: Pedra da Memória em São Luís (MA) em foto da década de 60

HSBC constroi primeira agência sustentável do Brasil em São Luís

    O banco HSBC investiu cerca de R$ 2,3 milhões para construir a primeira agência sustentável do Brasil em São Luís (MA). A unidade bancária tem os móveis feitos de madeira certificada, está preparada para coleta seletiva de lixo, usa papel reciclado, aproveita água da chuva nos banheiros e utiliza energia elétrica gerada pela força do vento. - A escolha por São Luís foi feita pela oportunidade de construir a agência do zero. "O conceito pede que construa agência para ser sustentável desde o zero. Não dá para simplesmente adaptar", afirmou o gerente regional de operações, Alex Sandro Melo.
    Outro fator é o desempenho das cinco agências do banco no estado, que, segundo o superintendente regional de rede Nordeste, José Teixeira Vasconcelos Neto, é o dobro do registrado no resto do País.
    "Crescemos em margem cerca de 40% no estado. No resto do Brasil o crescimento foi de 20%. Com os índices tão bons no Maranhão, decidimos inaugurar uma agência premium. E com esse investimento, o banco espera crescer 50% no segmento de alta renda neste ano", projetou Teixeira.
   O HSBC tem uma carteira de 20 mil clientes nas três maiores cidades do estado - São Luís, Imperatriz e Açailândia - dos quais cerca de 2,5 mil clientes estão dentro do grupo de alta renda. A meta é chegar a 3,7 mil clientes neste segmento.
    O prédio gera a partir do vento cerca de 15% da energia elétrica que consome a partir de um aerogerador, que produz 800 quilowatts por hora, tem telhado para reduzir a geração de calor e assim diminuir a necessidade de refrigeração, paredes duplas para melhorar o isolamento térmico e sonoro.
    Apenas com o aerogerador a economia é estimada em R$ 700 por mês. " O nosso maior interesse é minimizar o impacto da operação. A estrutura do aerogerador custou R$ 30 mil e tem capacidade de produzir cerca de 10% a 15% da energia consumida pela agência. Com isso poderemos conseguir uma economia de R$ 700 a R$ 1 mil na nossa conta de luz, que custa em média R$ 3.500", pontuou Melo.
    A agência também está equipada com coleta seletiva de lixo. "Todas as nossas agências já adotam essa política. Em cada localidade fazemos parceria com cooperativas de catadores e enviamos o material para reciclagem. É também uma forma de abrirmos os olhos dos funcionários e clientes para essa responsabilidade social", ressaltou Cláudia Malschitzky, superintendente executiva de sustentabilidade.
Do DCI

São João 2011: Programação dos arraiais de São Luís desta terça-feira,28

Arraial da Maria Aragão (Av. Beira - Mar, Centro)
19h Quadrilha Rosa Amarela

20h Tambor de Crioula de Zé Olhinho
21h Show de Teresa Canto
22h Bumba-meu-boi de Morros (O)
23h Bumba-meu-boi de Santa Fé (B)
00h Bumba-meu-boi de Axixá (O)
01h Bumba-meu-boi da Madre Deus (M)
Barracão do Forró
19h Trio Mandacarú
22h Inaldo Bartolomeu
Arraial da Lagoa (Lagoa da Jansen)
Boi de Axixá
Boi Oriente Médio
Boi de Coroatá
Boi de Maracanã
Boizinho Barrica
Boi de Morros
Boi da Maioba
Arraial do Anjo da Guarda
Cacuriá Upaon Açu

Boi da Fé em Deus (Z)
Boi Uma Estrela que Brilha no Céu (O)
Show de Adler São Luís
Boi de Tajaçuaba Irã(O)
Boizinho Incantado (A)
Boi de Panaquatira (M)
Praça Nauro Machado (Praia Grande, Centro)
18h Tambor de Crioula de Elizeu

19h Show de Carlinhos Veloz
20h Boi de Morros (O)
21h Boi da Pindoba (M)
22h Boizinho Incantado (A)
23h Boi Mocidade Axixaense (O)
00h Boi de Teodoro (B)

01h Boi de Axixá (O)
Canto da Cultura (Rua Portugal - Praia Grande, Centro)

18h Show de Luís Carlos Dias e Chico Mirim

19h Boi da Ilha Sotaque de Orquestra
20h Show de Nosly Jr.
21h Boi Brilho da Terra (O)
22h Boi de Apolônio (B)
23h Boi de Nina Rodrigues (O)
00h Boi de Maracanã (M)
01h Boi de São Simão (O)
Casa do Maranhão (Praia Grande - Centro)
18h Quadrilha Fogo Caipira da Divinéia

18h30 Quadrilha Princesa do Sertão do Conjunto Nova Esperança
19h Quadrilha Arco-Íris do Sertão da Santa Efigênia
19h30 Quadrilha Flor do Maiobão
20h Quadrilha Rosa Amarela da Madre Deus
20h30 Quadrilha Arrasta Pé do Pirapora
21h Quadrilha Rancho Alegre da Vila Embratel
21h30 Quadrilha Formosinha do Sertão do Monte Castelo
22h Quadrilha Mocinha do Sertão da Vila Isabel
22h30 Quadrilha Fogo na Saia da Cidade Operária
23h Quadrilha Juventude Esperança do Alto da Esperança
23h30 Quadrilha Flor do Sertão do Sacavém
00h Quadrilha Girassol Sertaneja da Vila Cascavel
00h30 Quadrilha Flor do Sertão do Moropóia
01h Quadrilha Cravo do Sertão da Vila Kiola
01h30 Quadrilha Flor do Maracujá do Anjo da Guarda
Ceprama (Av. Vitorino Freira - Madre Deus)
19h Grupo Piaçaba

20h Show de Gabriel Melônio
21h Boi de Tajaçuaba (O)
22h Boi Itapera de Icatu (M)
23h Boi Novilho Branco (A)
00h Boi de Apolônio (B)
01h Boizinho Barrica (A)
Parque Folclórico da Vila Palmeira (Av. dos Franceses - Vila Palmeira)
19h Boi de Dona Zeca (Z)

20h Show de Cidel e Cacau Amaral
21h Boi de Palmeirândia (O)
22h Boi de Teodoro (B)
23h Boi de São Simão (O)
00h Boi Itapera de Icatu (M)
Vila Junina (São Luís Shopping - Av. Carlos Cunha, Jaracaty)
19h Dança Portuguesa Arte e Beleza de Portugal

20h Baile de Caixa da Fé em Deus
21h Show Bumbauê
22h Boi Pirilampo (Alternativo)
23h Boi da Maioba (Matraca)
00h Cacuriá de Dona Teté
01h Boi Unidos de Santa Fé (Baixada)

Três deputados federais e um senador do Maranhão têm apenas ensino médio. Zé Vieira nem isso tem

    O senador Lobão Filho (PMDB), filho e primeiro suplente do ministro das Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB), é o único senado pelo Maranhão com pós-graduação, segundo levantamento do site Congresso em Foco por sugestão do Observatório da Imprensa. Formado em Engenharia Civil, Edinho Lobão tem pós-graduação em Economia. A mãe do senador, a deputada federal Nice Lobão (DEM) tem apenas ensino médio.
    Dos três senadores maranhenses, o veterano Epitácio Cafeteira (PTB) é o único com esclaridade de nível médio. Cafeteiro chegou a cursar direito, mas não concluiu o curso superior. Ele chegou a exercer a função de técnico em contabilidade.
    O senador, ex-governador e ex-vice-governador João Alberto de Souza (PMDB) é formado em Economia.
    Entre os 18 deputados federais, Waldir Maranhão (PP) é o único com mestrado. Médico Veterinário e ex-reitor da Universidade Estadual do Maranhão, o pepista tem mestrado na pela UFMG e especialização em patologia pela UFMA.
    Além da deputada Nice Lobão, os deputados David Alves Silva Filho (PR) e Hélio Silva (PSDB) possuem apenas ensino médio completo. O deputado federal Zé Vieira (PR) não completou o ensino médio. O suplente Francisco Escórcio informou ao TSE que tem curso superior completo, mas ^na biografia da Câmara sua profissão é empresário.
Escolaridade da bancada de deputados
Alberto Filho (PMDB) - Superior completo (bacharel em direito)
Costa Ferreira (PSC) - Superior completo (advogado)
Carlos Brandão (PSDB) - Superior completo (veterinário)
Cleber Verde  (PR) - Superior completo (bacharel em direito)
David Alves Silva Filho (PR) - Ensino médio completo
Domingos Dutra (PT) - Superior completo (advogado)
Edivaldo Holanda Júnior (PTC) - Superior completo (bacharel em direito)
Francisco Escórcio (PMDB) - Superior completo (formação não revelada na biografia)
Gastão Vieira (PMDB) - Superior completo (advogado)
Hélio Santos (PSDB) - Ensino médio completo
Lourival Mendes (PTdoB) - Superior completo (delegado de polícia)
Nice Lobão (DEM) - Ensino médio completo
Pinto Itamaray (PSDB) - Superior completo (adminsitrador)
Professor Sétimo (PMDB) - Superior completo (professor)
Ribamar Alves (PSB) - Superio completo (médico)
Sarney Filho (PMDB) - Superior completo (advogado)
Zé Vieira (PR) - Ensino médio incompleto
Waldir Maranhão (PP) - Superior completo (veterinário)

Myriam Rios esclarece sobre relação entre pedofilia e homossexualismo

    No olho do furacão após  notícias sobre declarações que teria feito na tribuna da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, a ex-atriz da Globo e ex-mulher de Roberto Carlos, Myriam  Rios veio a público esclarecer suas ideais:
    "Iniciei meu discurso de 21 de junho na tribuna da Alerj relatando a minha condição de católica, missionária consagrada da comunidade Canção Nova e, como tal, eu prego o respeito, o amor ao próximo, o perdão. Destaco que Deus ama a todas as pessoas, pois Ele não faz diferenciação. Em um dos trechos, afirmo: não sou preconceituosa e não descrimino.
    Repudio veementemente o pedófilo e jamais tive a intenção de igualar esse criminoso com o homossexualismo. Se entenderam desta maneira, peço desculpas. Conto na minha família com parentes e amigos homossexuais e os amo, respeito como seres humanos e filhos de Deus. Da mesma forma repudio a agressão aos homossexuais, pois nada justifica tamanha violência.
    Votei contra a PEC-23 por minhas convicções e não contra este ou aquele segmento de determinada orientação sexual.
MYRIAN RIOS
DEPUTADA ESTADUAL - PDT"
Na rede pipocaram manifestações em apoio à deputada, assista:

Manchete de hoje: Jornal Extra

Castelo limpa pichações para justificar gastos de R$ 40 mil com 4 lâmpadas para iluminar monumento

    Parte do orçamento da Prefeitura de São Luís dos quatro primeiros meses de 2011 foi gasto com a iluminação especial da Pedra da Memória, monumento localizado na avenida Beira-Mar, centro histórico da cidade. Orçada em pouco mais R$ 40 mil isso troco em relação às despesas da Prefeitura da capital maranhense na gestão tucana no primeiro quadrimestre deste ano de R$ 440.698.150,96 (quatrocentos e quarenta milhões, seiscentos e noventa e outo mil, cento e cinquenta reais e noventa e seis centavos).
    Diante do barulho na opinião pública do desembolso de R$ 40 mil  para colocar quatro holofotes (exageradamente denominada iluminação artística), a Prefeitura de João Castelo encontrou um jeitinho de justificar publicamente o gasto excessivo. Resolveu então proceder uma recuperação do monumento que consistiu em apenas suprimir pichações criminosas no obelisco.
    Uma placa com dados históricos sobre o monumento cumpriu o papel de tirar do foco as críticas ao superfaturamente. 
    Sem fiscalização do Superintendência do Patrimônio Histórico Estadual, do Instituto do Patimônio Histórico e Artístico Nacional, IPHAN, ou acompanhamento da Fundação Municipal do Patrimônio, a obra foi realizada no melhor estilho "puxadinho", marca registrada da administração João Castelo.
Uma ponta da histórica
    A Pedra da Memória é um obelisco datado de 1841, que foi construído em homenagem à maioridade do Imperador Dom Pedro II. Localizado originalmente no Campo de Ourique ( nome de bairro em Lisboa dado à região próxima ao prédio da Embratel, ao lado do Liceu Maranhense), foi depois transferido para o Cais da Sagração.
É feito de pedra de Cantaria e também recebe o nome de Baluarte de São Cosme e Damião. O monumento está protegido do mar por muralhas que pertenciam ao antigo Forte São Felipe, e estava rodeado por dois canhões. (Os canhões já não estão mais lá).

No Painel da Folha de S. Paulo

Enviado especial
Dilma Rousseff incumbiu Nelson Jobim de informar aos ex-presidentes Fernando Collor, José Sarney e Fernando Henrique Cardoso (Itamar Franco está hospitalizado) que o governo apoiará o fim do sigilo eterno de papeis oficiais, trabalhando para que os aliados referendem, no Senado, o texto aprovado na Câmara.
Com a intervenção do ministro da Defesa, Dilma pretende acalmar Sarney e Collor, que advogaram publicamente a necessidade de manter certos documentos indefinidamente em segredo. No caso de FHC, trata-se de um gesto político. O projeto deve ser levado antes do recesso à pauta do Senado, onde há maioria
favorável à abolição do sigilo eterno.


contraponto
Continua no próximo episódio
Em recente jantar na casa de José Sarney, as estrelas eram Gleisi Hoffmann (Casa Civil) e Ideli Salvatti (Relações Institucionais), que formam o novo "núcleo duro" do governo Dilma. Solícitas, as ministras discutiam demandas específicas de um ou outro parlamentar presente, até que um deles cortou a conversa, em tom bem-humorado, usando o jargão do Congresso para definir um discurso já registrado:
-Eu não vou falar mais nada, senão vocês me "dão como lido" e não me recebem mais no Planalto!

Por Renata Lo Prete

No claudiohumberto.com.br

“A melhor fórmula é cada um se explicar”
SENADOR JOSÉ SARNEY SOBRE OS MINISTROS ALOPRADOS IDELI SALVATTI E ALOYSIO MERCADANTE

Manchetes dos jornais

Maranhão
CORREIO DE NOTÍCIAS - Governadora Roseana lança 2ª etapa do Maranhão Profissional
JORNAL PEQUENO - Impasse em negociação evita fim da greve dos delegados
O DEBATE - Lançada 2ª etapa do Maranhão Profissional
O ESTADO DO MARANHÃO - Governop abre mais 6 mil vagas para mão de obra
O IMPARCIAL - 170 denúncias de pedofilia em apenas seis meses
TRIBUNA DO NORDESTE - Prefeitura mostra contas aos vereadores
Nacional
CORREIO BRASILIENSE:Nova lei põe 100 mil presos em liberdade
FOLHA DE S. PAULO:Dilma volta atrás e abre orçamentos de obras da Copa
O ESTADO DE S. PAULO:Dilma manda base aprovar sigilo em todas as licitações
O ESTADO DE MINAS:Onda de calote atinge também as empresas
O GLOBO:Siderúrgicas impulsionam novo ciclo de mineração
VALOR:Pacote reduzirá taxação na área de telecomunicações
ZERO HORA:O Rio Grande enregelado
Regional
DIÁRIO DO PARÁ:Preso suseito de violentar e assassinar idosa de 71 anos
JORNAL DO COMMERCIO:Estradas tiveram feriadão violento
MEIO-NORTE:Wilson limita maior salário a R$ 12 mil
O POVO:Ministério Publico quer retirar presos de delegacias

Um poema de Amiri Baraka

Ka `Ba
Uma janela fechada sobranceira
olha um pátio sujo, e os negros
a cruzar apelos, gritos, atravessam-no
desafiando a física com a torrente da sua vontade


O nosso mundo está cheio de som
O nosso mundo é mais belo que qualquer outro
embora soframos, e nos matemos uns aos outros
e às vezes nos falhe andar no ar

Somos gente bela
com imaginações africanas
cheios de máscaras, danças e cantos empolgantes
com olhos africanos, e narizes, e braços,
que se abrem com grilhões cinzentos num lugar
cheio de Invernos, e só queremos o sol.

Fomos capturados,
irmãos. E labutamos
para ser livres, para transformar
a imagem antiga, numa nova

correspondência conosco próprios
e com a nossa família negra. Precisamos de magia
precisamos agora dos sortilégios, para nos erguermos
regressar, destruir e criar. Qual será
a palavra sagrada?

* Amiri Baraka, poeta beat norte-americana ainda vivo