28 de mar de 2011

Agenda dos professores da rede pública estadual

Celso Borges é entrevistado no programa Leituras da TV Senado

Prefeitura de São Luís ajuda Taguatur manter monopólio do transporte no Itaqui-Bacanga

  A prefeitura de São Luís colabora com o monopólio da EmpresaTaguatur na região do Itaqui-Bacanga,buscando ser eficiente na fiscalização do transporte coletivo clandestino. A informação foi dada pelo secretário municipal de Trânsito e Transporte, Clodomir Paz, durante painel realizado pela Câmara Municipal de São Luís por solicitação do vereador Astro de Ogum, presidente da Comissão de Transporte do legislativo. Ogum é contra o monopólio.
    Durante menos de uma hora o secretário ocupou a tribuna da Câmara para ler um relatório sobre a situação do trânsito e transporte públicos da capital do Maranhão. Segundo Paz, a oferta de ônibus está muito acima do crescimento de usuários. Ao crescimento da frota de 13% entre 2008 e 2011, houve um aumento de passageiros foi de apenas 5,26%, afirmou o secretário no relatório que não quis distribuir para a imprensa.
    Precisou que o presidente da Câmara, vereador Antonio Isaías Pereirinha, acudisse o auxiliar do prefeito João Castelo (PSDB) para conter os protestos da galeria. Pelo regimento interno, durante painel apenas vereador pode se manifestar. Ninguém mais.
    Há mais de três décadas a Taguatur chegou ao Maranhão para explorar em regime de monopólio o transporte na área Itaqui-Bacanga. Região portuária da ilha de São Luís, o crescimento da população foi acelerado até final da década de 90 do século passado. Além de São Luís a empresa serve a cidade satélites em Brasília, Goiás e Teresina. Vem da capital do Piauí a frota que circula em São Luís
    Quando o ex-prefeito Tadeu Palácio estava deixando o Palácio La Ravardière, mandou para a Câmara um projeto que abria a licitação para exploração do transporte público de São Luís. Presidente da comissão, Astro de Ogum afirma que foi decisivo para rejeição do projeto.
    Desde que assumiu o mandato em janeiro de 2009, Castelo promete fazer licitação. O secretário Clodomir Paz afirma que o processo será feito durante a gestão do tucano. "A concorrência pública será de caráter nacional, conforme as regras, com o devido contrato entre as parte e de forma duradoura", revela o segredo da pólvora o secretário Paz.
    Atualmente a exploração do serviço é feito através de ordem de serviço. Um estudo sobre linhas de transportes em São Luís foi encomendado pela prefeitura de São Luís a uma universidade do Rio de Janeiro.
    O vereador Ivaldo Rodrigues (PDT), vice-líder do governo na Câmara, acha que a cidade não comporta mais ônibus. Reconhece o déficit de 400 ônibus em circulação para atender aos usuários, mas acha que não há vias para comportam a frota. Rodrigues propõe uma PPP (Parceria Público Privada) para viabilizar um VLT (Veículo Leve sobre Trilhos). Por conta da riqueza de pensamentos, levou vaia da galeria.
    A contribuição maior veio do vereador Chaguinha, "aliado", mas não comparsa de João Castelo. Segundo ele, a resolução do trilema (neologismo de sua genialidade) do transporte está na metropolização do serviço. Isso geraria o transporte clandestino. Alertou para o fato de São Luís ter 2 mil táxis licenciados e outros 2 mil clandestinos, rodando, segundo Clodomir Paz. Para se ter uma ideia da complexidade da chamada problemática do transporte, os táxis do município de São José de Ribamar podem trazer passageiros para São Luís, mas tem que voltar batendo nos buracos. Em mais ou menos isso se resume o painel do transporte coletivo.
As linhas da Taguatur:
Vila Nova• Alto da Esperança• Gancharia• Fumacê• Anjo da Guarda• Piçarra• Porto Grande• Rio dos Cachorros• Cajueiro• Gapara• Vila Isabel• Residencial Paraíso• Vila Embratel• Sá Viana• Campus• Itaqui• Vila Maranhão• Porto Grande• Circular/Feira

Ato público em protesto contra a exploração e crise no transporte público será dia 1º na Praça Deodoro

    O Comitê Padre Josimo junto com várias organizações sociais organizam ato público na próxima sexta-feira, 1º de abril, na Praça Deodoro (Centro), em protesto contra os graves problemas do tgransporte público em São Luís.
    A programação começa às 15 horas com exibição de filmes. No local será instalada uma tribuna livre para que a população manifeste sua opinião sobre os problemas e apresente sugestões para melhoria do sustema.

Manchetes dos jornais

JORNAL PEQUENO - Homicídios com características de execução começam a ser apurados
O ESTADO DO MARANHÃO - Prefeituras têm 7 dias para prestar contas

NO PAÍS
CORREIO BRASILIENSE:Violência: GDF quer fechar bares mais cedo para reduzir criminalidade
FOLHA DE SÃO PAULO:Rebeldes vão rumo a bastião de Gaddafi
O ESTADO DE S. PAULO:Rebeldes avançam rumo à cidade de Kadafi
O ESTADO DE MINAS:Brecha do INSS permite abuso nas pensões
O GLOBO:Angra planeja obras para ter plano de fuga pelo mar
VALOR ECONÔMICO:Emissões de letra financeira de longo prazo deslancham
ZERO HORA:Definido o trajeto do metrô de Porto Alegre
JORNAL DO COMMERCIO:Leão volta ao G-4
MEIO-NORTE: Piauí vai comandar ações do Nordeste
O POVO:Mulher resgata marido de cela de superintendência