24 de jun de 2010

Lambe-Lambe - Praça Gonçalves Dias, um dos cartões postais da cidade


Do Blog do Itevaldo

Dono e filho do dono do Armazém Paraíba disputam governo e suplência do Senado nas eleições do Piauí

     A campanha eleitoral no Piauí tem despertado a atenção da imprensa nacional. O jornalista Lauro Jardim, assinante do blog  "Radar Online", de Veja.com, em nota postada na quarta-feira,23, tocou no assunto sob o título de "Sem miséria no Piauí". Na coluna do Cláudio Humberto desta quinta-feira, 24, o tema voltou a ser tratado.
     O foco da notícia é o empresário João Claudino que completou 80 anos no dia 21 de junho deste ano. Para festejar a data no próximo sábado uma big festa, reunindo os vips piauienses e de estados vizinhos, está sendo preparada com pompa e circunstância. Uma cinebiografia de um dos empresários mais ricos da história do Piauí, senão o mais, será lançada na próxima segunda-feira.
     João Claudino comanda o Grupo Claudino, conglomerado empresarial que germinou a partir do Armazém Paraíba, até hoje vendendo sob o mesmo slogan: "Sucesso em qualquer lugar". Muito diferente da governadora do Maranhão, com a qual mantém relações comerciais. Na operação Lunus - aquela de centenas e centenas de onçinhas -, emergiu o nome de João Claudino, que também é dono da construtora Sucesso, numa das versões sobre a origem do dinheiro apresentadas pelo marido da governadora, Jorge Murad. O  Grupo Claudino atua em onze setores econômicos diferentes no estado do Piauí e nas vizinhanças regionais.
     Na campanha eleitoral será este império econômico que estará a serviço do hoje senador João Vicente Claudino (PTB), filho do dono. João Vicente vai disputar o governo do estado. O próprio João Claudino será primeiro suplente do ainda pré-candidato Ciro Nogueira Filho,deputado federal pelo PP. Nogueira é outro afortunado do Piauí. Juntos dominam mais da metade do setor imobiliário de Teresina. Daí a conclusão de Lauro Jardim de que "não faltará dinheiro na campanha piauiense deste ano.

Maranhão: Vista aérea da cidade de Guimarães

Em meio a rusga com PT, PMDB lança Roseana Sarney ao governo do Maranhão

     A regional maranhense do PMDB realiza nesta quinta-feira (24) sua convenção em meio a rusgas com o PT e incertezas sobre quem serão os adversários de Roseana Sarney, candidata do partido à reeleição, na disputa pelo governo do Estado. Além da filha de Sarney, o PMDB lança também o senador Edison Lobão, ex-ministro das Minas e Energia, como candidato à reeleição no Senado.
      O principal concorrente de Roseana é o deputado federal Flávio Dino (PCdoB-MA), que havia conseguido formar uma aliança com o PT do Maranhão. No entanto, pressionada pelo senador José Sarney (PMDB), a executiva nacional petista interviu no Estado, desmanchando a coligação com o candidato comunista e declarando apoio formal à filha de Sarney.
     O episódio resultou em uma greve de fome realizada pelo deputado federal Domingos Dutra (PT-MA) por Manoel da Conceição, um dos fundadores do PT no Maranhão, e pela ex-deputada federal e secretária de estado do Trabalho do governo Jackson Lago, Terezinha Rernandes . Todos suspenderam o ato depois que a sigla os liberou para apoiarem individualmente o candidato do PCdoB.
     Apesar disso, os petistas contrários ao apoio da sigla a Roseana prometem entrar novamente com uma representação no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) contra a intervenção da executiva nacional do partido.
     Após a intervenção, Dino passou a negociar com outras siglas, como o PSDB de José Serra, concorrente de Dilma Rousseff (PT) na corrida pelo Palácio do Planalto. O objetivo é formar um frente única contra a candidatura da filha de José Sarney, cuja família domina há quatro décadas a vida política no Estado.
     Roseana assumiu o cargo de governadora em março de 2009, após a cassação de Jackson Lago (PDT), acusado de abuso de poder político. Não é de hoje que as trajetórias de Lago e Roseana se cruzam no Estado. Em 2006, ao ser eleito, o ex-prefeito da capital São Luiz havia derrotado a hoje peemedebista (à época no PFL, atual DEM) no segundo turno com 51,8% dos votos válidos, ante 48,1% de sua oponente.
     Não se sabe qual dos dois, Dino ou Lago, encabecerá uma eventual candidatura única. Pesa contra Lago a aprovação do projeto Ficha Limpa, que impede a candidatura de políticos que tenham sido condenados por órgãos colegiados. A palavra final, no entanto, depende de uma avaliação caso a caso feita pela Justiça Eleitoral.
Troca de favores
     Sarney foi um dos principais fiadores da aliança entre PMDB e PT em nível nacional; Dilma, candidata do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na disputa pela Presidência da República, tem como vice o deputado federal Michel Temer (PMDB-SP).
     Ainda em 2006, quando disputava a reeleição, Lula dera declarações de apoio a Roseana para afagar o pai, que posteriormente viria a ser presidente do Senado. Tratava-se de um prenúncio do que seria o segundo mandato do petista, tocado em coalizão com o PMDB no Congresso.
     Além de um dos dois (ou ambos) candidatos de esquerda, Roseana deve enfrentar também o deputado federal Roberto Rocha (PSDB-MA). Segundo uma pesquisa do Instituto Sensus divulgada em dezembro do ano passado; Rocha tem somente 3,9% das intenções de voto, contra 10,1% de Dino, 24,6% de Lago e 49,8% de Roseana.
     Já um estudo do Data Mérida, divulgado no início deste mês, aponta Lago na liderança com 46,6% da preferência do eleitorado, contra 37,6% de Roseana e 7,1% de Dino.
     A candidatura de Roseana conta ainda com o apoio do DEM. Porém, a executiva nacional da sigla decidiu, na noite de quarta-feira (23), que também irá intervir no Estado para retirar o apoio local à candidata do PMDB.
     Se concretizada, a medida será uma reação à outra intervenção, desta vez do PMDB, em Santa Catarina, onde o presidente estadual da legenda, Eduardo Moreira, desistiu de se candidatar para sair como vice de Raimundo Colombo (DEM).
Da UOL

"Operação Mosaico" da PF prende "poderosos" no Maranhão envolvidos com tráfico

     A Superintendência da Polícia Federal no Piauí (PF-PI) deflagrou nesta quinta-feira (24/06) a Operação Mosaico, que visa prender 'poderosos' homens acusados de comandar o tráfico de drogas entre os estados do Piauí, Maranhão, Pernambuco e Rio Grande do Norte.
    Segundo nota repassada pela PF-PI, a operação visa dar cumprimento a 14 mandados de prisão e 15 mandados de buscas e apreensão, cumpridos em Teresina, Floriano e São Luís (capital do Maranhão). A operação tem como finalidade desarticular uma organização criminosa especializada em tráfico de droga, cujas atividades eram desenvolvidas nos citados estados.
     Por ocasião do cumprimento dos citados mandados, foram presas 14 pessoas, bem como foi realizada a apreensão de drogas, veículos, armas, dinheiro e outros produtos de crime que estavam na posse dos investigados. Às 11 horas será concedida uma entrevista coletiva para esclarecimento da operação.


Garis cruzam os braços a partir de segunda em São Luís

     O Sindicato de Asseio e Conservação do Estado do Maranhão, SEEAC - MA, após quase dois meses de negociação com as empresas Limpel e Ambiental, não conseguiu nenhum avançar na pauta de reivindicação apresentada ao patronato. Diante disso, a partir das 0h de segunda-feira(28), os trabalhadores destas empresas irão cruzar os braçosc. O sindicato tem reivindicado além do reajuste salarial,  e do tiquete alimentação e a implantação do plano de saúde.
     As negociações que dizem respeito ao acordo coletivo com a Limpel e Vital Ambiental,empresa licitada no governo João Castelo (PSDB),  não tem tido nenhum avanço. Em assembleia geral a categoria decidiu deflagrar a greve.
     O movimento terá início à 0 hora de segunda-feira (28). Os trabalhadores reivindicam  reajuste salarial de 20%. Hoke a categoria ganha o salário mínimo de R$510,00 e o aumento do tíquete alimentação de R$115,00 para R$200,00.

Agenda cultural: Maranhão em cartaz na Pauliceia

CENAS DE CINEMA

CRIOLINA
Quando: sábado, 21 horas. Onde:
Sesc Pompeia. Rua Clélia, 93, tel. 11 3871-7700.
Quanto: R$ 4 a R$ 16.

     A dupla maranhense Criolina, formada por Alê Muniz e Luciana Simões, se supera no segundo álbum, Cine Tropical, que tem show de lançamento no sábado no Sesc Pompeia. Cada canção foi composta inspirada em um gênero cinematográfico, como western, chanchada, cinema novo, ficção científica, ação e outros. É um manancial sonoro que bebe da gênese tropicalista, misturando tudo com inteligência, bom humor e achados poéticos. Surpreendente a cada faixa, já é um dos melhores discos do ano.
O ESTADO DE S.PAULO

Movimentos Sociais vão entregar carta de apoio e propostas a Flávio Dino

     Integrantes de diversos movimentos sociais vão entregar ao pré-candidato ao governo do Maranhão, deputado federal Flávio Dino (PCdoB) uma carta de apoio. O documento deverá conter ainda diversas sugestões para o programa de governo da chapa encabeçada pelo pré-candidato. Os itens do documento foram costurados durante reunião feita no Sindicato dos Bancários na tarde de quarta-feira, 23.
     Itens como saúde, segurança e a iniciativas em favor dos negros e das mulheres estavam entre as consideradas importantes pelos grupos reunidos. Participaram da reunião 62 representantes de mais de uma dúzia de entidades diferentes, representando trabalhadores de diversas áreas, e movimentos ligados à saúde, segurança, a diversas classes trabalhadoras e ao movimento GLBT.
     Segundo os organizadores do documento, as propostas apresentadas na reunião da quarta-feira são o resultado de uma série de plenárias populares realizadas em diversos pontos da cidade. A iniciativa reforça ainda mais o caráter participativo do programa de governo de Flávio Dino.
     “Isso é inédito no Maranhão. O que mais acontece é a imposição de propostas, sem discussão, e candidatos que falam, falam e na verdade não tem plano de governo algum. É a maneira de o Flávio Dino mostrar que o seu governo é, desde o início, atrelado com as camadas populares”, analisou Jucélio Franco, secretário de promoção de igualdade racial da CTB.
Da Assessoria de Flávio Dino

Frase de efeito

Estamos firmes com a candidatura do Flávio Dino e vamos mostrar a nossa força na convenção, a força de nossas bandeiras vermelhas, de nossa estrela, de nossa militância”.

Do deputado federal Domingos Dutra (PT) que fez uma semana de greve de fome em protesto contra imposição do diretório nacional de seu partido em apoiar Roseana à reeleição.

Manchete dos jornais

AQUI-MA - Bang-Bang
ATOS & FATOS - Juiz que foi prefeito pode perder o cargo no Tribunal
GAZETA DA ILHA -Polícia prende Alexsandro Martins
JORNAL EXTRA- Bulcão usa secretaria como comitê político
JORNAL PEQUENO - DEM intervém no Maranhão e retira o apoio a Roseana
O ESTADO DO MARANHÃO- Governo entrega primeiro hospital do "Saúde é vida"
O IMPARCIAL - Polícia em cena no bairro do Barreto
TRIBUNA DO NORDESTE - Jackson e Zé Reinaldo juntos contra o atraso

DEM decide retirar apoio à Roseana Sarney no Maranhão

     A Executiva Nacional do DEM decidiu, no início da noite de ontem (23), que vai instaurar um processo de intervenção no Maranhão para retirar o apoio à Roseana Sarney (PMDB), candidata à reeleição ao governo local.
     Com a medida, Roseana pode perder cerca de três minutos do horário eleitoral gratuito de rádio e Tv.
     Hoje (24), a executiva “interventora” será instalada no diretório regional para decidir o futuro do partido no estado.
     Há, até o momento, duas possibilidades: apresentar uma candidatura própria ou se coligar com o principal adversário de Roseana nesta eleição, o deputado Flávio Dino (PCdoB).
     A medida é uma represália à intervenção feita pela Executiva Nacional do PMDB que trabalha para impedir a aliança do diretório regional de Santa Catarina em torno da candidatura, ao governo local, de Raimundo Colombo (DEM).
     Com a intervenção imposta pelo presidente nacional do PMDB, Michel Temer (vice na chapa de Dilma), o diretório regional de SC caminha para uma candidatura própria.
     O ex-governador Paulo Afonso, o deputado federal Mauro Mariani e o deputado estadual Edison Andrino, até o momento, são os indicados para encabeçarem a chapa.
     A decisão deve sair na convenção regional do PMDB, prevista para sábado (26).
Do Blog do Noblat

Calendário das convenções partidárias estaduais

Dia 24 - Convenção estadual do PMDB - Ginásio do Ipem - São Luís
Dia 26 - Convenção estadual do PSDB e PDT - Grêmio Lítero Recreativo Português - São Luís
Dia 29 - Convenção estadual do PP - UNiversidade Dom Bosco - São Luís
Dia 30 - Convenção estadual do PSB -Assembleia Legislativa - São Luís
               Convenção estadual do PPS- Pedreiras
               Convenção estadual do PCdoB- Hotel Rio Poty

São João - Batismo do boi de São José de Ribamar, o pai da malhada, na noite de São João