11 de mar de 2011

Na agulha: Nelson Cavaquinho em dois momentos com Arnaldo Antunes e Renato Russo



Artistas iniciam debate sobre direitos autorais na música

    Os maranhenses Glad Azevedo e Claudio Valente (Popó) estão entre os signatários da carta dos artistas e pessoas ligadas à música que querem a criação de uma Secretaria Musical dentro do Ministério da Cultura com "poder decisório e capacidade de articulação para agir" na defesa do direito autoral. Eles pretendem promover um debate aberto e democrático sobre a reforma da lei dos direitos autorais.
    O debate está polarizado entre os que defendem a manutenção do atual sistema de arrecadação de direitos e os que pretendem radicalizar modificando tudo desde a raiz.  O documento propõe uma terceira via: nem a manutenção dos atuais mecanismos nem a liberdade total. Entre os que aderiram à causa está Ná Ozetti, André Abujamra, Olívia Hime, Pedro Luis, Roberto Frejat, Zé Renato entre outros.
Para aderir à carta clique aqui.

Celso Borges participa de comemoração do Dia da Poesia na capital potigar

Desde os anos 80 a poesia passou a ser comemorada na capital potiguar. Foi por acaso como conta o artista plástico Novenil Barros: “certa vez, estava pixando um outdoor com Paulo Procópio e João (da Rua) Batista de Morais Neto, quando o fotógrafo Giovanni Sérgio fez a foto e publicou no jornal. A partir dali o Dia da Poesia passou a ser celebrado de forma mais organizada”.
    No próximo dia 14 de março a programação oficial e organizada, está garantida. E o poeta maranhense Celso Borges faz parte dela, no Teatro de Cultura Popular Chico Daniel (FJA).
    Esta edição do Dia da Poesia homenageia o poeta parcimonioso e íntimo articulador das palavras, Luís Carlos Guimarães, nos seus dez anos de encantamento..
Sete vidas
    Uma das atrações que deverá surpreender o público mais jovem e atrair a atenção saudosa dos mais experientes é o grupo músico-teatral e poético Gato Lúdico, cuja última aparição se deu nos idos de 1995. O espetáculo, que poderá se chamar “Sete Vidas”, não marca o retorno do Gato.
    Celso Borges vai à Natal acompanhado do multi-instrumentista Christian Portela. Interpretar poemas de seus dois livros-CDs, “XXI” (2000) e “Música” (2006), e seu trabalho propõe fortalecer as duas linguagens (poesia e música),
    Borges, que lançou em 2010 o livro-CD “Belle Époque”, quer mostrar “que a linguagem de sua poesia coloca em discussão possibilidades formais no palco, com elementos que colaboram para enriquecer o universo da poesia brasileira falada/cantada no começo do século 21. No palco, o artista diz, fala, grita e canta seus poemas”.
Com informações do Tribuna do Norte

Ministra Helena Chagas posta em seu Twitter mensagem criticando Lula e Sarney


Ministra Helena Chagas
    A ministra da secretaria de comunicação social, Helena Chagas, responsável pela execução e estratégia da comunicação da Presidência, teve de se desculpar por uma gafe virtual.
    Em sua conta no microblog Twitter, ela teria retuitado uma mensagem do usuário Lourival Bonetti, chamando o ex-presidente Lula e o presidente do Senado, José Sarney, de "raça devoradora".
    Helena teria retuitado de seu BlackBerry: "Ganhar menos que esta raça devoradora, políticos como Sarney, Mubarak, Kadafi, Bush, Lula, Dirceu, Genoino, me envergonham, que nojo".
    Em seu Twitter, a ministra se explicou dizendo que foi avisada por um colega sobre a mensagem, a qual ela desconhecia e depois notou que realmente constava em sua página. "Tremenda bola fora, que só posso atribuir à minha total descoordenação motora", escreveu. Por meio da secretaria de imprensa da presidência, Helena afirmou que tudo não passava de um "engano" e que a retransmissão não foi proposital.
    "Sou um perigo ao volante de um carro. Agora vejo que no de um blackberry também. Só pra ficar bem esclarecido: não retuitei o @bonettinterado", finaliza.
Do Portal Imprensa

Dutra contesta declarações de Monteiro sobre contas do PT- MA

    Tendo em vista a matéria veiculada no Jornal O Estado do Maranhão, edição do dia 10, pagina 3, intitulada “PT maranhense não receberá verba do fundo partidário ” informo o seguinte:
1 – Assumimos a direção estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) do Maranhão, em dezembro de 2005, com dívidas astronômicas com a Gráfica Aquarela, com a empresa Open Door Comunicação Ltda, com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), com a Receita Federal, com empresas de passagens aéreas, fornecedores e com fundo partidário suspensos – herança maldita das gestões anteriores presidida pelo senhor Washington Luiz, aliado do atual presidente Raimundo Monteiro o qual, inclusive, deixou uma multa perante a justiça eleitoral.
2 – Durante os quatro anos da gestão presidida por mim, o diretório regional passou mais de três anos sem receber fundo partidário em decorrência da herança maldita da gestão anterior da qual o senhor Raimundo Monteiro fazia parte.
3 – Os problemas nas prestações de contas e a multa referida pelo senhor Raimundo Monteiro na matéria são decorrentes da herança maldita deixada pelo atual presidente do partido.
4 – Se o senhor Raimundo Monteiro atribui a mim, como presidente do partido na época, a responsabilidade por problema nas prestações de contas, sendo ele sabedor que as função na executiva no partido são compartilhadas pelas forças internas que disputam as eleições em que o presidente apenas assina documentos e que representa formalmente o partido por disposição estatutária e legal, então, o senhor Raimundo Monteiro se confessa responsável por todos os atos de corrupções ocorridos no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) durante a gestão em que o mesmo foi superintendente do órgão.
5 – Durante os quatro anos em que presidi o PT do Maranhão, em nenhum momento me aproveitei dos seus bens e de seus escassos recursos, banquei sempre com verbas próprias as despesas com as atividades inerentes ao cargo, postura totalmente diferente da exercida pelo grupo o qual o atual presidente faz parte.
6 – Por fim, lamento profundamente que diante de toda a avacalhação em que o PT do Maranhão está submetido o presidente do partido se utilize de inverdade para tentar me colocar no lamaçal em que ele e seu grupo estão lambuzados.
Atenciosamente,
“Justiça se faz na luta!”
Dep. DOMINGOS DUTRA – PT/MA

Sobre a nota de pesar do TJ-MA acerca da morte do eletricista

    Em que pese a nota do Tribunal de Justiça do Maranhão sobre a morte do eletricista Ranonere Oliveira Brito, 22, ocorrida nesta quinta-feira,10, nas dependência do Palácio Clóvis Bevilácqua, sede do Judiciário, implicitamente se percebe uma anestesia de consideração humana no caso.
    O suplício da família da vítima é sacrificado diante da explícita intenção do TJ-MA de preservar responsabilidades.Houve pressa desenfreada em carimbar quem é culpado. O certo e justo submeteram-se a considerações que escondem quaisquer sentimentos humanitário. Nesse caso a Justiça do Maranhão foi cega. Veja a nota do TJ-MA aqui

Maranhão: Vendedor de artesanato em feira de Matões, no Festejo do Divino

E o Oscar Gay vai para....

    O ex-governador do Piauí e senadorWelington Dias(PT), e os governadores da Bahia, Goiás, São Paulo, Pernambuco e Paraíba  foram agraciados com o Oscar Gay 2011. A homenagem é realizada anualmente pelo Grupo Gay da Bahia, uma das entidades mais representativas de luta em defesa dos direitos LGBT.
    O troféu "Triângulo Rosa" é entregue desde 1991 a personalidades, empresas e instituições que contribuam para a causa LGBT.
Além da lista dos "amigos da causa", o Grupo entrega o "Troféu Pau de Sebo" às pessoas e empresas que o GGB considera inimigas da comunidade. Este ano, o apresentador de TV, José Luís Datena e o deputado Jair Bolsonaro foram "escolhidos.
    O "Triângulo Rosa será entregue a mais de 100 agraciados. Dentre eles, seis governadores, a cantora Adriana Calcanhotto, a atriz Cláudia Raia e o apresentador Fausto Silva.
    Entre os que receberam o "Troféu Pau de Sebo" estão o deputado Jair Bolsonaro, a torcida organizada do São Paulo, a rede de doceria Ofner, o ator Alexandre Frota e a escritora Gloria Perez.
    Segundo o GGB o objetivo do Oscar Gay é "estimular as autoridades e vips a defenderem com coragem a cidadania plena dos homossexuais e inibir a intolerância homofóbica".
Veja lista:
TROFÉU TRIANGULO ROSA
Na área Federal
Os Governadores da Bahia, Piauí, Goiás, São Paulo, Pernambuco e Paraíba, pela institucionalização da Coordenadoria/Comitê LGBT, do Dia Estadual de Combate a Homofobia, Oficialização do uso Nome social para travestis, Ambulatório de saúde para transexuais, Delegacia para crimes homofóbicos.
Também foram agraciados:
. Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS): por determinar que planos de saúde privados incluam como beneficiários os parceiros do mesmo sexo;
. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE): por incluir informações sobre casais homossexuais no Censo Demográfico;
. Infraero: por conferir benefícios trabalhistas aos parceiros de funcionários;
. Procuradoria Geral da República: por solicitar ao Supremo Tribunal Federal convocação de audiência pública para discutir o reconhecimento da união entre pessoas do mesmo sexo;
. Tribunal de Justiça de Mato Grosso: por conceder direito a retificação de registro civil de transexual;
. Banco do Brasil: por autorizar emissão de cartões com nome social das Travestis e Transexuais;
. Ministério da Educação e Cultura: por permitir que o contrato de união estável entre pessoas do mesmo sexo sirva de comprovação de renda familiar para participação no ProUni;
. Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM), por elaborar uma questão específica sobre homofobia na prova de Ciências Humanas;
. Ministério Público de SP: por autorizar a uma transexual o direito de mudança de nome em todos os documentos sem necessidade da cirurgia de transgenitalização;
. Ministério Público Federal do Piauí: por ajuizar ação para incluir o direito de inclusão do companheiro LGBT como dependente na declaração do Imposto de Renda;
. Vara de Registro Civil da Bahia: pela sentença favorável à mudança de nome da vereadora transexual Leo Kret do Brasil;
. 6ª Vara Cível da Comarca de Aracaju, por autorizar a mudança de prenome e sexo de transexual
Na área Municipal
A Prefeitura e Câmara Municipal de Maringá (PR), São Paulo (SP), Barra do Piraí e Maricá (RJ), Penedo (AL), Joinville (SC), Teresina (PI), Feira de Santana e Simões Filho (BA): pela Instituição do Programa Escola Sem Homofobia, Oficialização de 17 de Maio como Dia Municipal de Combate a Homofobia, Uso do nome social por transgêneros, Lei contra Homofobia, Coordenadoria e Conselho da Diversidade Sexual e da População LGBT, Oficinas sobre Diversidade Sexual, Reconhecimento de Direitos Previdenciários do Parceiro de funcionário público.
Na área da Justiça
. Supremo Tribunal Federal, Tribunal de Justiça do Amazonas, 3ª Câmara Civil do Rio Grande do Norte, Superior Tribunal de Justiça do RJ, 3ª Vara da Família de Porto Velho (RO), 1ª Vara Cível de Belo Horizonte (MG), Tribunal Regional Federal da 3ª região (SP/MS), Advocacia Geral da União (AGU) por reconhecerem o direito à união entre pessoas do mesmo sexo para o recebimento de benefícios previdenciários, pela aprovação de regras para lavratura de Escritura Pública de Declaração de Convivência e União Homoafetiva; por dar ganho de causa à adoção por casal gay em oposição à negativa do Ministério Público;
. Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará, por garantir o direito a visitas íntimas à detentos homossexuais
. Justiça Federal de Goiás, por autorizar a um gay americano o direito de permanecer no Brasil com seu parceiro brasileiro;
. 5ª Vara de Fazenda Pública (SP), pela condenação do Estado a indenizar um gay agredido por grupo de skinheads no centro da capital;
. Juizado da Infância e Juventude de Goiânia, 4ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (RS), Superior Tribunal de Justiça (RJ), Tribunal de Justiça de Bagé (RS) e Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, por conceder a adoção de criança por casal de lésbicas e gays, por conceder registro civil de adoção e paternidade a casal gay e de lésbicas;
. 5ª Câmara Civil do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, por determinar a destruição de 289 exemplares da obra "A Maldição de Deus sobre o Homossexual" de autoria de um pastor evangélico homofóbico de Campo Grande;
. Ministério Público Federal e 20ª Vara Federal de São Paulo (SP), por acatar ação contra o Plano de Saúde Omint por discriminar parceiro homossexual;
. Polícia Civil e Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (SP), pela quebra dos sigilos de "O Parasita", jornal homofóbico produzido por alunos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP;
. Tribunal Regional da 1ª Região (MG), por manter a inclusão de um funcionário aposentado da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) como beneficiário de pensão vitalícia de seu finado companheiro;
. 19ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça (RJ), por reconhecer o direito de herança à professora após morte da companheira.
Conselhos
. Conselho Federal de Medicina: por liberar cirurgia de redesignação genital para transexual maculino;
. Conselho Estadual de Educação de Alagoas: pelo apoio ao respeito do nome social das travestis e transexuais em documentos escolares;
. Conselho de Moradia Universitária da UFMG: por expulsar aluno homófobo que agrediu residente gay;
. Ordem dos Advogados do Brasil: pela criação da Comissão especial de Diversidade Sexual, Combate à Homofobia e Uniões Homoafetivas
Secretarias
. Secretaria de Trabalho, Cidadania e de Assistência Social do Piauí: pela criação do primeiro Conselho LGBT do Nordeste;
. Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos de Manaus, Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos da Bahia, Secretária Municipal de Assistência Social em Fortaleza, pela defesa e institucionalização do uso do nome social (feminino) para travestis e transexuais em diferentes instâncias públicas e particulares;
. Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso, pela criação do Centro de Referência de Combate à Homofobia LGBT
Defensorias
. Defensoria pública de Mato Grosso e Defensoria Pública de Bauru (SP) pela ação de retificação de registro civil a um transexual sem que o mesmo precisasse se submeter à cirurgia de redesignação sexual;
. Defensoria Pública do Estado do Pará pela defesa do casamento gay
Personalidades públicas
. Senador Eduardo Suplicy e Presidente da OAB Ophir Cavalcante: por condenarem as declarações homofóbicas do general Raimundo Nonato contra a presença de homossexuais nas Forças Armadas;
. Coronel Afonso Henrique Pedrosa: comandante do Forte de Copacabana do Exército brasileiro: por declarar não admitir qualquer conduta homofóbica entre seus comandados;
. Pedro Abramovay, Secretario Nacional de Justiça: por afirmar que o Ministério da Justiça não faz restrição de exibir beijo gay e cenas do tipo em obras de dramaturgia na televisão, em qualquer horário
Religião
. Igreja Episcopal Anglicana de Goiânia: pela criação da Pastoral da Diversidade Sexual;
. Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Olinda e Recife: por denunciar que 16 presos homossexuais tiveram suas cabeças raspadas no Presídio Aníbal Bruno;
. Padre Fábio de Melo, da TV Canção Nova, por acolher cordialmente a um jovem gay que queria se matar e pela denúncia contra o "moralismo cego, que nos impede de ver o outro"
Academia
. Universidade de São Paulo (USP), pela criação do Programa de Estudos da Diversidade Homossexual;
. Universidade do Estado da Bahia, Núcleo Diadorim de Estudos de Gênero e Sexualidade pelo projeto e ações de combate à homofobia;
. Fundação Mineira de Educação e Cultura (BH), por disciplinar aluno que injuriou professor homossexual
Artistas e cultura
. Adriana Calcanhotto: por tornar público seu casamento no cartório com Susana de Moraes, diretora de cinema e filha de Vinicius de Moraes;
. Cláudia Raia e jornalista Luiz Fernando Veríssimo: por declarar apoio a legalização do casamento gay;
. Suzana Vieira: por condenar as manifestações de homofobia no Big Brother Brasil 10;
. Escritor Walcyr Carrasco: pelo livro "Meus dois pais", obra pioneira com temática homossexual para crianças;
. Cartunista baiano Tomas M. pelo lançamento de tiras com personagens gays;
. Ator Buza Ferraz (1950-2010), por representar o primeiro casal gay da tv brasileira ao lado de Ziembinski, na novela Rebu (Globo, 1975);
. Escola de Samba Imperatriz do Forte, (Vitória, ES), por incluir uma travesti como porta-bandeira
Imprensa e TV
. Site de pesquisa Google: pelo alerta de noticias contra homofobia;
. Folha de São Paulo, pelo editorial "Uma questão de justiça", em defesa da cidadania LGBT;
. Clipping de Notícias do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde: pela seleção de reportagens ligadas à temática homossexual;
. Jornalista Mahomed Saigg, do jornal O Dia (RJ): pela matéria sobre os danos da homofobia no abandono escolar de jovens LGBT;
. Jornalista Keka Werneck, de Cuiabá: pela defesa da cidadania das travestis;
. Programa Qual é o seu Talento (SBT): por exibir beijo de um casal gay de dançarinos; . Programa Troca de Famílias, (TV-Record): por mostrar uma família que aceita com naturalidade um filho gay adolescente;
. Faustão Silva: por defender repetidamente o respeito à população LGBT;
. TV Globo: por exibir diversas entrevistas e matérias simpáticas à militância gay, pela cobertura do Fantástico sobre Homofobia em Uganda, pelas reportagens sobre agressões homofóbicas na Avenida Paulista
TROFÉU PAU DE SEBO
Deputado Federal Jair Bolsonaro: por diversas declarações contra a cidadania homossexual, opondo-se a presença de gays no exército, contra o Programa Escola sem Homofobia e estimular aos pais darem palmada em seus filhos como corretivo para impedir tendências homossexuais.
Câmara Municipal de Salvador: por ter dado nome de rua ao maior homófobo do Brasil dos anos 90, o jornalista baiano Berbert. "O mais chocante, diz Luiz Mott, é que na Câmara há uma vereadora transexual, uma "frente parlamentar LBGT" e nem por isto, impediram este acinte aos gays da Bahia. O homófobo homenageado defendeu duas vezes no principal jornal baiano: "Mantenha Salvador limpa, mate uma bicha todo dia!" A Bahia por dois anos consecutivos foi a campeão nacional de assassinados de LGBT, 30 homocídios em 2010!
Apresentador Datena: programa Brasil Urgente (TV-BAnd) condenado pela Defensoria Pública de SP por "prática discriminatória contra travestis" e o Apresentador Augusto Canário (Rede Massa-SBT, Paraná), por declarar-se contra a candidatura de gays a cargos eleitorais.

Defesa Civil levantará prejuízos em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Maranhão

    Por determinação da presidenta Dilma Rousseff, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, visitará os estados do Marnahão, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul para levantar os prejuízos causados pelas chuvas. A informação foi transmitida pelo porta-voz da Presidência da República, Rodrigo Baena, durante briefing no Palácio do Planalto, ao explicar que o ministro solicitou que DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra a Seca) verifique a situação das barragens nos três estados.
    “A presidenta Dilma ligou para os governadores e ofereceu ajuda do governo federal para as áreas afetadas”,disse Baena.
    Segundo o porta-voz, o ministro Fernando Coelho visitará os três estados hoje (11/3) e, somente após receber detalhes sobre os estragos, o governo decidirá sobre ajuda financeira para os municípios que tiveram prejuíuzos com os desastres naturais. A Secretaria Nacional de Defesa Civil dará toda assistência à população atingida pelas enchentes.
Do Blogh do Planalto

MPX fará capitalização de R$ 1,3 bilhão

    O BNDES vai aportar R$ 600 milhões na MMX, empresa de energia de Eike Batista. A medida é parte de uma operação de capitalização de R$ 1,3 bilhão que incluirá recursos da Gávea Investimentos e do próprio Eike.
    A participação do banco será feita por meio da BNDESPar, seu braço de participações acionárias. Os recursos serão usados na exploração de gás na bacia do Parnaíba, na construção da usina térmica MPX Parnaíba, no Maranhão, e em um projeto de carvão mineral na Colômbia.
    Esta não é a primeira vez que o BNDES participa da capitalização de uma empresa do grupo. O banco tem participação de 2,6% na MPX, de 3,01% na LLX e já comprou debêntures de R$ 300 milhões (títulos de dívida) da LLX.
Da Folha de S. Paulo

Maracujá de época


José Sarney
    Descartes, o mais notório dos filósofos que defenderam a "dualidade substancial", isto é, que os homens possuem o corpo e a alma totalmente independentes, um e outra separados, certamente nunca viu nem podia ver um Carnaval brasileiro. É uma festa popular -e demonstrativa de que não há separação alguma.
    Se são dois em um passam a ser um em dois na compulsão da alegria, numa entrega total do corpo no gingado do samba no pé e no evidente relaxamento de qualquer reserva moral -de tal modo que não é o Ministério da Educação, guardião da sanidade cívica, que exige ter cuidado com a alma, mas o Ministério da Saúde que esclarece que se deve ter cuidado é com o corpo, pois a camisinha, tão necessária quanto rejeitada, não pode faltar e incorporou-se de corpo e alma no Carnaval, que agora não necessita somente do estimulante da bebida e da batucada frenética, mas essencialmente de um quarto, onde tudo termina e começa.
    Vim passar o Carnaval no Maranhão, onde o que mais se deseja é manter os valores da tradição, no saudosismo dos velhos Carnavais, onde o forte são os blocos de rua, sem ninguém querer saber quem é preto, branco, amarelo ou vermelho, nem cafuzo nem mulato, católico ou evangélico ou umbandista ou espírita, rico ou pobre, irmanados num único valor: a cultura da alegria, do brincar e do se esbaldar, que ninguém é de ferro.
    O Maranhão recusa render-se ao trio elétrico, preferindo os circuitos de rua com as figuras que são de vários séculos, o Fofão e o Cazumbá, a pularem e gritarem para terror da meninada.
    Neste ano, até uma novidade raríssima apareceu. Um pé de maracujá cuja fruta tem a forma nada convencional do órgão genital masculino -de fazer inveja aos anjos barrocos e comedidos que o Aleijadinho esculpiu nas igrejas de Minas.
    Logo foi fundado um bloco, o Maracujá Safado, que em três dias já tinha 500 adeptos, com o dito, copiado em isopor, pendurado no pescoço. A dona da casa onde apareceu a novidade começou a cobrar dois reais para quem quisesse vê-lo, já cantando a marchinha: "Eu quero ver maracujá".
    A Embrapa foi acionada para observar o fenômeno e estudar a maneira de plantá-lo e reproduzi-lo, o que seria um inusitado produto de exportação, com compradores cativos nas sex shops.
    E a irreverência do nome dos blocos? O Jegue Folia, Casinha da Roça, Vira-Lata, Bicho Terra, Confraria do Copo, Lapada, C-de-Asa, Máquina de Descascar Alho, Não Enxerisa Malandro, Siri-na-Vara e tantos e tantos outros de "reggae", afro, índio, caboclo de pena. Todos com o lema orgulhoso: "Carnaval da Tradição, melhor do Brasil, é do Maranhão". Com maracujá e tudo.
PS - O Vira-Lata é um bloco surgido da década de 1930 em São Luís e  já extinto. Caboclo de pena é um personagem do bumba-meu-boi.

Manchetes dos jornais

ATOS & FATOS - Homem morre dentro de tribunal no Maranhão
JORNAL A TARDE - Ministro da Integração nacional visitará áreas de enchentes no Maranhão
JORNAL PEQUENO - 213 pessoas morreram nas estradas durante o carnaval
O DEBATE - Ministro visita áreas de enchentes no Estado
O ESTADO DO MARANHÃO - Maranhão terá este ano safra de grãos maior que 2010
O IMPARCIAL - Ministro da Integração vem ao Maranhão visitar áreas alagadas
TRIBUNA DO NORDESTE - Ministro verá estragos das enchentes no Maranhão

NO PAÍS
CORREIO BRASILIENSE:MPF pede inquérito no STF contra Jaqueline
FOLHA DE S. PAULO:Em dois meses, país recebe mais dólares que em todo 2010
O ESTADO DE MINAS:Um país na contramão do mundo civilizado
O ESTADO DE S. PAULO:Cresce rombo da previdência do servidor
O GLOBO:Uma tragédia nacional - Estradas nunca mataram tanto como neste carnaval
VALOR ECONÔMICO:Forte desaceleração faz BC ser cauteloso com os juros
ZERO HORA:Calamidade no Sul
DIÁRIO DO PARÁ:Polícia acha laboratório do pó
JORNAL DO COMMERCIO:Menos homicídios e mais mortes no trânsito
MEIO-NORTE: Metrô ganha 12 KM e se integra a ônibus
O POVO: Preço de remédio vai subir até 6%