11 de mar de 2011

Dutra contesta declarações de Monteiro sobre contas do PT- MA

    Tendo em vista a matéria veiculada no Jornal O Estado do Maranhão, edição do dia 10, pagina 3, intitulada “PT maranhense não receberá verba do fundo partidário ” informo o seguinte:
1 – Assumimos a direção estadual do Partido dos Trabalhadores (PT) do Maranhão, em dezembro de 2005, com dívidas astronômicas com a Gráfica Aquarela, com a empresa Open Door Comunicação Ltda, com a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), com a Receita Federal, com empresas de passagens aéreas, fornecedores e com fundo partidário suspensos – herança maldita das gestões anteriores presidida pelo senhor Washington Luiz, aliado do atual presidente Raimundo Monteiro o qual, inclusive, deixou uma multa perante a justiça eleitoral.
2 – Durante os quatro anos da gestão presidida por mim, o diretório regional passou mais de três anos sem receber fundo partidário em decorrência da herança maldita da gestão anterior da qual o senhor Raimundo Monteiro fazia parte.
3 – Os problemas nas prestações de contas e a multa referida pelo senhor Raimundo Monteiro na matéria são decorrentes da herança maldita deixada pelo atual presidente do partido.
4 – Se o senhor Raimundo Monteiro atribui a mim, como presidente do partido na época, a responsabilidade por problema nas prestações de contas, sendo ele sabedor que as função na executiva no partido são compartilhadas pelas forças internas que disputam as eleições em que o presidente apenas assina documentos e que representa formalmente o partido por disposição estatutária e legal, então, o senhor Raimundo Monteiro se confessa responsável por todos os atos de corrupções ocorridos no Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA) durante a gestão em que o mesmo foi superintendente do órgão.
5 – Durante os quatro anos em que presidi o PT do Maranhão, em nenhum momento me aproveitei dos seus bens e de seus escassos recursos, banquei sempre com verbas próprias as despesas com as atividades inerentes ao cargo, postura totalmente diferente da exercida pelo grupo o qual o atual presidente faz parte.
6 – Por fim, lamento profundamente que diante de toda a avacalhação em que o PT do Maranhão está submetido o presidente do partido se utilize de inverdade para tentar me colocar no lamaçal em que ele e seu grupo estão lambuzados.
Atenciosamente,
“Justiça se faz na luta!”
Dep. DOMINGOS DUTRA – PT/MA

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!