8 de jul de 2010

No Radar On-Line de VEJA.com: Patrimõnio de Roseana cresceu 53 vezes entre 2008 e 2009

     Ao menos nas declarações de bens entregues à Justiça Eleitoral em 2006 e este ano, Roseana Sarney multiplicou seu patrimônio por 53. Explique-se. Há quatro anos, Roseana declarou ter apenas 143 000 reais em bens. Agora ela disse ter 7,8 milhões de reais.
     A ascensão meteórica no patrimônio pode ser explicada porque, nas eleições passadas, ela só informou o valor de um dos 15 bens arrolados – um fundo de previdência privada. E a Justiça Eleitoral nada fez para corrigir tais distorções.
Por Lauro Jardim

Lobão Filho guarda R$ 200 mil embaixo do colchão

     Primeiro suplente do pai, o ex-ministro das Minas e Energia e  candidato a reeleição senador Edison Lobão (PMDB), o empresário Edison Lobão Filho (do mesmo partido do pai) faz parte da turma do colchão. Às nos negócios rentáveis, o empresário dispensa a rentabilidade das aplicações financeiras e guarda dinheiro em casa. Segundo a declaração, Lobão Filho tem consigo em casa R$ 200 mil em espécie.
     Ao menos foi o que declarou à Justiça Eleitoral na sua descrição de bens.  Enquanto o ex-ministro declarou patrimônio no valor de R$ 5.093.842,00, entre eles ações na Petrobras, o filho prodígio disse ter a metade disso.
     Notabilizado por ter se tornado um dos homens ricos do Maranhão - chegando mesmo a adquirir casa em área nobre dos Estados Unidos da América -, com os lucros obtidos em uma padaria, Lobão Filho é dono de um patrimônio avaliado, no rés do chão, em R$ 2, 5 milhões.
     Seu traquejo para os negócios está entre os itens do seu patrimônio: a compra de um helicóptero - salvado - no valor de R$ 44 mil, e um lote no Parque Pindorama no valor de R$ 3.758,00. Negócio da China, capaz de matar de inveja qualquer proletário nestes tempos de Minha Casa, Minha Vida.
    No campo da economia pessoal age à moda antiga,  à maneira dos seus atuais "companheiros" políticos, como a presidenciável Dilma Rousseff.

Outros notáveis da turma do colchão
Dilma Rousseff (candidata à Presidência pelo PT) – 100 000 reais - “É uma decisão minha. Não há nada de ilegal nisso. Eles estavam guardados. Agora vão tomar outro rumo”.

Nilo Coelho (candidato a vice do governo da Bahia pelo PSDB) – 912 000 reais –“Você pode ter um cheque que você não sacou, pode ter mil coisas. Eu não sei detalhes disso aí, só o contador para poder saber como é que ele fez. Deve representar 3% do patrimônio, sei lá. E tem gente que tem, em dinheiro, 15% do patrimônio. Eu tenho atividade de revenda de veículos, pecuária, agricultura de café e de algodão e na atividade rural você movimenta recursos”.

Dagoberto Nogueira (candidato ao Senado pelo PDT/MS) – 160 mil reais – “Eu vendi uma propriedade rural e eu tinha um título na mão. Eu já gastei faz tempo o dinheiro. O dinheiro caiu em janeiro e três dias depois não tinha mais, eu acho”

Orestes Quércia (candidato ao Senado pelo PMDB/SP) – 220 000 dólares em seu nome e 95 000 dólares em nome de sua esposa. Ele diz, por meio de sua assessoria, que recebeu, em 2002, o dinheiro do lucro de suas empresas e resolveu aplicar em dólares. São companhias de setores como o imobiliário, de pecuária e de comunicação.

Vicentinho Alves (candidato ao Senado pelo PR/TO) – 100 000 reais – “Sempre tive, não vejo nenhum problema nesse sentido. Embora declarado, né? É melhor ter declarado do que não, né? Nunca tive um problema com a Receita em mais de 40 anos que eu declaro”.

Joaquim Roriz (candidato ao governo do Distrito Federal pelo PSC) – 160 000 reais – Ele argumenta, por meio de sua assessoria, ter recebido o valor na venda de gado e precisar do dinheiro em espécie para pagar despesas diárias de suas fazendas.

Jackson Lago inicia campanha de rua em Imperatriz com presença de José Serra

     O primeiro ato público de campanha do candidato ao governo do Estado pela coligação “O Povo é Maior”, Jackson Lago (PDT), acontece na próxima terça-feira,13, em Imperatriz, e terá a participação do candidato à Presidência da República, José Serra (PSDB). Serra vira ao Maranhão cumprindo sua agenda de viagem pelo país. Não há confirmação se ele virá acompanhado do candidato a vice, Ìndio da Costa (DEM).
     A vinda do candidato tucano ao estado, estado que detém 3% do eleitorado brasileiro, foi acertada entre as coordenações de campanhas do candidato ao governo do Maranhão com a do presidenciável. Serra conta com ao menos 26 palanques no país.
     O coordenador da campanha de Jackson Lago, Clodomir Paz, disse nesta quinta-feira, 8, que em conversas com as principais lideranças do PSDB e das outras legendas que compõem a coligação, avalia o melhor local para dar a largada vitoriosa da campanha do pedetista como candidato ao governo do Maranhão.
     A idéia é receber o candidato a presidente em um dos principais colégios eleitorais do estado. Imperatriz é o local onde deve ser armado o primeiro palanque eleitoral de Jackson Lago e José Serra.
     Jackson Lago tem afirmado que seu apoio a Serra se deve à necessidade de libertar o Maranhão, desarticulando o poderio da oligarquia Sarney no âmbito da República, e, obviamente, pelo reconhecimento ao excelente trabalho feito por Serra no Ministério da Saúde.
     “Conheci o José Serra ainda na Juventude quando ele fazia parte da resistência ao poder militar instaurado na República. Reconheço sua biografia como homem público digno e da maior competência, daí meu apoio à sua candidatura”, avaliou o candidato ao governo do Estado

Da Assessoria de Jackson Lago

Site da Assembleia Legislativa do Maranhão é reativado após pressão dos deputados

     Em coro com o democrata Raimundo Cutrim a deputada estadual Helena Barros Heluy (PT) procurou saber os motivos da retirada do ar do site da Assembleia Legislativa.  Em conversa com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Marcelo Tavares (PSB), canidato à renovação do mandato parlamentar em outubro, ficou sabendo que a medida visava atender à legislação eleitoral, a título de 'cautela".
     Essa cautela precisamos ter a todo tempo, inclusive em período eleitoral. Nada impede que o site permaneça no ar”, comentou a parlamentar. A deputada alertou sobre o mau uso das ferramentas oficiais, durante a campanha.
     “Parar um dia, dois dias, uma semana é retrocesso”, advertiu a parlamentar.
     Já para o deputado Cutrim, a medida tomada pelo presidente da Mesa Diretora teve como intenção esconder da população - principamente os internautas - a distribuição das emendas parlamentares repassadas pelo Executivo Estadua. As emendas no valor individual de R$ 2,5 milhões são destinadas aos municípios, geralmente bases de atuação política-eleitoral dos deputados.
     O site foi colocado no ar no meio da tarde deste quinta-feira,8.

Rita Ribeiro tem três indicações em prêmio da Música Brasíleira

São Luís participa da escolha do técnico da Seleção

     Quem será o novo técnico da Seleção Brasileira de Futebol?
     O nome do sortudo será escolhido em votação popular por meio de enquete em todo o país. Em São Luís, o Rio Anil Shopping foi o espaço escolhido para a enquete. Uma equipe do Fantástico estará hoje, no salão principal do Rio Anil Shopping, a partir das 15h, para questionar os maranhenses.
     No local será instalada uma urna para computar os votos. A gravação será veiculada no Fantástico do próximo domingo, 12.

Quebradeiras de coco do Maranhão inspiram espetáculo em Brasília

    A vida das mulheres quebradeiras de coco do Maranhão é o mote do espetáculo "Miole de Pote em Cantigas e Versos", em cartaz a partir do dia 11 de agosto no Tearo Sesi, de Taguatingua, em Brasília, com a cantora Lília Diniz, que tem ainda participação de Lúcia Maranhão.  
     O espetáculo  é resultado das apresentações feitas ao longo de cinco anos por Lília Diniz em cafés, faculdades e escolas. Durante a apresentação será gravado um DVD, em resposta às pessoas que tem cobrado da artista algo além do livro "Miolo de Pote da Cacimba de Beber".
     Além da exposição fotográfica e um vídeo documentário do maranhense Alexandre Almeida, que retrata o dia a dia das mulheres quebradeiras de coco do Maranhão, o clima do espetáculo é de festança no terreiro. Tem poesia, repentista, cirandeiros, música e um cheiro de coisa do interior do Brasil. A produção ainda aguarda a confirmação da presença de Chico de Assis e João Santana, Mambembricantes, Ruiter Lima e Gilson Alencar como convidados.

Louvação
Lília Diniz

Bem que vi fogo pagou
com labacéu medonho
nas capoeiras
o canto da juriti
e o balanço das palmeiras

Se ninguém ouviu eu quero
com esses versos rasteiros
bendizer as quebradeiras

Louvo Marias banguelas
desdentadas e sem medo

Louvo Raimunda do brejo
cacimbada de desejo
Louvo Rita desmilinguida
cantadeira de encanto
Luzia, Preta, Conceição
Querubinas, Margaridas
benzedeiras de mau olhado
vento virado, algoro e quebranto

Lavadeiras de rios e cacimbas
dos poços e dos brejinhos
Encantadeiras de dores
parteiras de alegrias
Carpideiras orquestrando
o labacéu dos passarinhos

Empresto meu canto ainda
que de taquara rachada
pra fazer a louvação
junto com a passarada

Sede estadual do PT será transformada em comitê de Flávio Dino

      A antiga sede do diretório estadual do Partido dos Trabalhadores, na Rua do Ribeirão, em São Luís, será transformada em comitê de campanha do candidato da coligação “Renovação para mudar o Maranhão”, deputado federal Flávio Dino (PCdoB).
     Os petistas não alinhados com a ala coligada com a governadora Roseana Sarney (PMDB) em seu projeto de reeleição se cotizaram para manter durante os próximos três meses o comitê em funcionamento. Com a medida pretendem confrontar de vez a decisão do partido que determinou a aliança com o PMDB no Estado. A coligação de Roseana Sarney reúne além do PT, legendas adversárias ao governo Lula e sua candidata a sucessão, Dilma Rousseff, como o DEM e PTB.
      A ideia é abrigar os candidatos do PT, alforriados pela direção nacional em um acordo nunca divulgado oficialmente depois da greve de fome dos petistas, durante a campanha eleitoral. Dos 37 candidatos a deputado estadual pelo PT no Maranhão, 13 não terão candidaturas independentes. A inauguração do comitê está marcada para a próxima terça-feira, 13.
     O presidente do Diretório Nacional do PT do Maranhão, Raimundo Monteiro, desde que foi eleito no ano passado pelo Processo de Eleição Direta, PED, nunca freqüentou a sede. Ele estuda instalar a sede do partido no bairro Renascença, bairro que tem endereço a regional do PMDB.

Assembleia Legislativa retira site do ar em obediência à legislação eleitoral

     Em obediência à Legislação eleitoral o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado estadual Marcelo Tavares (PSB), determinou a suspensão temporária do site oficial da Casa.
     Seguiu na trilha da Secretaria de Comunicação do governo da Paraíba suspendeu, temporariamente, a veiculação de matérias. Continuam à disposição da população, os serviços online, de interesse público.
     No estado o ex-senador José Maranhão (PMDB) tomou posse em lugar do governador cassado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba e pelo Tribunal Superior eleitoral, Cássio Cunha Lima (PSDB), por abuso de poder de poder político e econômico. Maranhão é candidato à reeleição e um dos mais ricos a registrar candidatura no estado da Paraíba com patrimônio superior a R$ 7 milhões, soma idêntica à da governadora Roseana Sarney (PDMB), candidata à reeleição no Maranhão.
     Já no Executivo estadual a Secretaria de Estado da Comunicação Social (Secom) apenas disponibilizou documento com esclarecimentos sobre as regras de conduta para a internet no período eleitoral. O documento foi apresentado a assessores de Comunicação das secretarias e órgãos do Governo do Estado. Mantém no ar o sitio 
     Confirme a Secom Em junho, os assessores já haviam participado de reunião com o procurador-geral do Estado, Marcos Lobo. Na ocasião, foram dadas as primeiras orientações sobre as determinações da Justiça Eleitoral.

Pastor Bel é o segundo suplente na chapa de Lobão

     O pastor Bel (Heber Waldo Silva), que ameaçou ir para a oposição se não tivesse sua candidatura homologada pela coligação "O Maranhão não pode parar", é o segundo suplente do candidato à reeleição, senador da República e ex-ministro das Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB). O primeiro suplente é o filho do senador, o empresário Edison Lobão Filho, que substituiu o senador quando este se afastou para ocupar o ministério no governo Lula por indicação do PMDB e anuência do senador José Sarney (PMDB-AP).
     No domingo, um dia antes do prazo final para registro de candidaturas, o pastor evangélico ameaçou ir para o oposição se não integrasse a chapa majoritária da coligação "O Maranhão não pode parar", encabeçada pela peemedebista Roseana Sarney, candidata à reeleição para um quarto mandato como governadora.
     “Vou registrar minha candidatura no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) nesta segunda-feira (05), recusando a 2ª suplência da candidatura de Edson Lobão, oferecida pelo PMDB”, ameçaou Bel, natural de Pedreiras. O segundo suplente de Lobão declarou possuir bens avaliados em R$ 59.700,00, todo ele representado por automóveis e dinheiro em espécie que mantém em conta corrente. Bel tem apenas ensino médio completo e, embora tenha seu nome tenha sido aprovado na convenção do PP, no cadastro do TSE aparece como filiado ao PMDB.

Os candidatos do Maranhão ao Senado Federal

José Reinaldo Tavares (PSB)
1º suplente:Sérgio Mattos (PPS)
2º suplente:Socorro Nascimento (PSB)

Edison Lobão (PMDB)
1º suplente:Edison Lobão Filho
2º suplente:Pastor Bel

João Alberto de Souza (PMDB)
1º suplente:Clóvis Fecury (DEM)
2º suplente:Ildon Marques (DEM)

Edson Vidigal (PSDB)
1º suplente: Leo Costa (PDT)
2º suplente:Lula Almeida (PSDB)

Roberto Rocha (PSDB)

1º suplente:Pedro Maranhão
2º suplente:José Joaquim Guimarães Ramos

Josivaldo Corrêa Silva (PCB)
1º suplente:Idalcy Coutinho
2º suplente:Moreira Neto

Charles Miranda Vieira (PCB)
1º suplente: Professor Aneri
2º suplente: Professor Negreiros

Claudiceia Alves Durans (PSTU)
1º suplente:Janildes Santos
2º suplente:Valdelino da Silva

Luiz Carlos Noleto Chaves (PSTU)
1º suplente:Maria do Carmos Durans
2º suplente:Maria Sales da Silva

Paulo Rios (PSOL)
1º suplente:Saturnino Moreira
2º suplente:Cordeiro Marques

Prof.Adonilson (PCdoB)
1º suplente:Félix Resplandes
2º suplene: Gilnei Baggio

Sarney Filho perde batalha ambientalista e vira alvo de deboche no debate sobre Código Florestal

     No bate-boca sobre a aprovação do novo Código Florestal, o deputado federal maranhense Sarney Filho (PV), filho do senador José Sarney (PMDB-AP), foi alvo de deboche do colega Luis Carlos Heinze (PP), da bancada ruralista do Rio Grande do Sul. Defensor do ambientalistas, o deputado maranhense acusou Heinze de defender terras improdutivas. "MInhas terras eu comprei, diferente do que ocorre no Maranhão”, desdenhou Heize.
      O novo código vai anistiar acusados de desmatamento ilegal até 22 de julho de 2008. O prejuízo calculado pelo Greenpeace somente na Amazônia Legal, que inclui 171 municípios do Maranhão, com a suspensão das multas aplicadas entre 1998 e 2008 soma R$ 8 milhões.O Greenpeace afirma que a aprovação vai resultar em mais desmatamento. “O relatório de Aldo Rebelo perdoa quem já cometeu crime ambiental e abre possibilidade de redução dramática da reserva legal, área dentro de cada propriedade que deve ser mantida”.
      Segundo o relator do projeto,o deputado Aldo Rebelo (PCdoB-SP) defende o perdão somente aos proprietários que estão nessa situação e aderirem ao Programa de Regularização Ambiental, compromisso de recuperação das áreas devastadas.
     Em vigor desde 22 de julho de 2008, odecreto 6.514 proíbe financiamentos por bancos estatais a proprietários acusados de extração ilegal de madeira. Junto com os ambientalistas, que tentaram a todo custo evitar a aprovação do relatório - o que acabou acontecendo por 13 votos a cinco -, o deputado Sarney Filho foi derrotado na proposta de adiar a discussão para após as eleições.  Ambientalistas dizem que os deputados irão usar o Código Florestal como moeda de troca em ano eleitoral.
     A redução das áreas de proteção às margens dos rios com até cinco metros de largura, de 30 para 15 metros (hoje, a faixa mínima de vegetação ciliar não pode ser inferior a 30 metros), também foram motivo de protestos entre os ambientalistas.
    Para Marina Silva, candidata do PV à Presidência da República, o novo Código é “um dos piores retrocessos na legislação ambiental na história do Brasil”. Ela afirmou que voltará ao Senado para batalhar contra a reforma, quando o projeto passar a tramitar na Casa.
     O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Renováveis (Ibama) afirmou que não tem dados para calcular o quanto deixará de arrecadar com a anistia aos produtores rurais que desmataram ilegalmente no período mencionado.

Manchetes dos jornais

AQUI-MA - Pregação diabólica
ATOS & FATOS - MP deve pedir impugnaçao de Jackson Lago e João Alberto
GAZETA DA ILHA - Ajoelhou tem que rezar
JORNAL EXTRA - Playboy Alessanto Martins: De Copacabana para Pedrinhas
O ESTADO DO MARANHÃO - Alexdre Martins preso no Rio e trazido para o Maranhão
O IMPARCIAL - Rindo de quem
O QUARTO PODER - Em nome de Deus: Pastor taradão engravida meninas
TRIBUNA DO NORDESTE - Alexandre é preso no Rio e trazido para Pedrinhas