12 de jul de 2010

No Fantástico - A revolução da Educação do MA começa por Viana


     Esse problema do professor que não é formado na matéria que ensina que já apareceu em Goiás se repete no Nordeste. Em Viana, Maranhão, Maurício Machado, de 17 anos, conta que isso aconteceu com sua mãe, professora de matemática.
     “Chamaram ela na regional e queriam que ela desse outra matéria que ela não é formada. Por exemplo, biologia e outra como português”, diz Maurício.
     O Fantástico visitou três escolas públicas de Viana, no interior do Maranhão. Em todas elas, faltam professores de várias disciplinas desde o início do ano. Apesar disso, notas até razoáveis brotaram no boletim de Luan Mendonça, de 17 anos.
     “Eu não tinha professor no quarto bimestre e me apareceu um 7 ou 8 no meu boletim. Eu passei de anos sem saber nada de matemática”, reclama Luan.
     A Secretaria de Educação do Maranhão reconhece que faltam mais de 1,2 mil professores de exatas e de ciências no estado. Segundo a nota, não há profissionais suficientes formados nessas áreas.

Prefeitos do PV devem manter infidelidade à Marina Silva

     A postura da presidenciável Marina Silva (PV) em concordar com o diretório estadual de São Paulo que ameaçou suspender a filiação de um prefeito de São Paulo que declarou apoio a Dilma Roussef se for estendido ao Maranhão o partido será desfalcado de ao menos 20 prefeitos filiados.
     Integrantre da coligação “O Maranhão não pode parar” tendo o PMDB como carro-chefe, o PV do deputado federal Sarney Filho, ex-ministro do Meio Ambiente de Fernando Henrique Cardoso, não concorda com a ideia de fidelidade partidária da ex-ministra do Meio Ambiente do governo Lula.
     “Todos os partidos fazem isso que a lei eleitoral manda, que candidatos e líderes políticos que foram eleitos por aquele partido e por aquele programa sejam coerentes com seus partidos e seus programas", declarou Marina Silva nesta segunda-feira durante visita à fábrica da Embraer, em São José dos Campos (SP).
     O alvo é o prefeito de Itapira (SP), Antonio Belini, que em ato público declarou seu voto a Dilma Roussef. A expulsão ou não do prefeito será analisada pela comissão de ética do PV.
     Irmão da governadora Roseana Sarney (PMDB), o deputado federal Sarney Filho, que teve pedido de impugnação de candidatura apresentado pelo Ministério Público Eleitoral, tem orientado os prefeitos maranhenses do PV a pedir votos para a petista.
     Há casos curiosos, como em São Mateus. No município se arrasta uma disputa judicial entre o prefeito Rovélio (PV) e o petista Miltinho Aragão.  Rovélio contou com o apoio do grupo Sarney para se sustentar no cargo. Por tabela deve fidelidade à candidata petista. Difícil será levantar a bandeira com a estrela no município em conflito.

Prefeitos eleitos pelo PV em 2008 no MA
Anajatuba: Nilton Lima Filho (PV)
Bacurituba: Filuca de Siba (PV)
Barra do Corda: Nenzim (PV)
Brejo de Areia: Ludmila (PV)
Cândido Mendes: Zé Haroldo (PV)
Codó: Zito Rolim (PV)
Igarapé do Meio: Zé Filho (PV)
Lago dos Rodrigues: Valdemar da Serraria (PV)
Lago Verde: Almeida (PP)
Matinha: Dr. Emano (PV)
Monção: Paulinha (PV)
Paulo Ramos: Dr. Tancledo (PV)
Pedreiras: Lenoilson (PV)
São Domingos do Azeitão: Sebastião (PV)
São Francisco do Brejão: Alex (PV)
São João do Paraíso: Boca Quente (PV)
São Mateus: Rovélio (PV)
Tasso Fragoso: Antônio Carlos (PV)
Viana: Rilva Luís (PV)
Vitória do Mearim: Doris (PV)

Grupo Oxente de Teatro inclui São Luís na excursão de "O Santo e a Porca"

     O Grupo Oxente de Teatro se apresenta com a peça de Ariano Suassuna ‘O Santo e a Porca’ para três estados do Nordeste. Nos dias 13 e 14, a capital maranhense, São Luis recebe a trupe sergipana no Teatro Arthur Azevedo, às 21 horas com entrada franca.
     Já no próximo sábado, 17, é a vez dos cearenses comparecerem no Teatro José de Alencar em Fortaleza para prestigiar a peça, no domingo o espetáculo chega a Teresina, no Piauí.
     A peça foi uma das 43 selecionadas no ‘Programa BR de Cultura 2009/2010’ e se apresenta em seis estados com entrada franca. O grupo já esteve em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul e em Brasília, no Distrito Federal.
     O paraibano Ariano Suassuna escreveu a peça nos anos 50. A história encenada é sobre um viúvo que faz de tudo para esconder uma porca cheia de dinheiro sempre sob o olhar de um Santo. O homem é encrenqueiro e desconfiado, vive metido em confusão com os vizinhos, empregados e com a família. O autor se inspirou na peça ‘O Avarento’, de Moliére, ícone do teatro Francês para construção do enredo de ‘O Santo e a Porca’.
Do Cinform

Obra de Ferreira Gullar será publicada em Portugal

     A obra do poeta maranhense Ferreira Gullar, distinguido com o Prémio Camões 2010, será publicada em Portugal pela Babel, anunciou o grupo editorial em comunicado enviado à Lusa.
     O projecto de edição da obra de Gullar terá início já este mês, com 'Poema Sujo', escrito em 1975, durante a ditadura militar no Brasil, quando o autor estava exilado em Buenos Aires, e publicado no ano seguinte pela editora Civilização Brasileira.
     Trata-se de um poema que encontrou grande eco na comunidade artística e intelectual brasileira da época, tornando-se, segundo o poeta Vinicius de Moraes, contemporâneo de Gullar, 'o mais importante poema escrito em qualquer língua nas últimas décadas'.
    Com publicação simultânea no Brasil, pela editora José Olympio, segue-se, em Setembro, um novo livro de poemas do autor, intitulado 'Em Alguma Parte Alguma' -- o primeiro deste género literário desde 'Muitas Vozes', de 1999.
     'Cidades Inventadas', uma compilação de ficções escritas ao longo de várias décadas, originalmente publicada em 1997, e o livro de memórias 'Rabo de Foguete -- Os Anos do Exílio' serão igualmente dados à estampa ainda este ano.
Do Lusa Hoje

Petistas não alinhados com o PMDB inauguram Comitê Pró Flávio/Dilma

     Manoel da Conceição, Domingos Dutra, Terezinha Fernandes, Augusto Lobato, Sílvio Bembem, Marco Vandaí, , Valdinar Barros, Genilson Alves, Bira do `Pindaré, Mauro Jorge, Franklin Douglas, Márcio Jadim, Janete Amorim, Jomar Fernandes e  outros dirigentes e militantes petistas não alinhados com o PMDB de Roseana Sarney inauguram nesta terça-feira,13, às 18h30, o comitê de apoio a Dilma/Flávio Dino.
     A inauguração contará com participação de candidatos a deputado federal e estadual  do PT e PCdoB.
     O local será o ponto de encontro da militância petista, dos movimentos sociais e da popuçação maranhense que apoia o candidato da coligação "Muda Maranhão", encabeçada pelo deputado federal Flávio Dino.

Museu de Tudo: Castelo teve trilha de Billy Blanco para campanha ao Senado

      Em sua campanha ao Senado em 1982, o ex-governador João Castelo Ribeiro Gonçalves (PDS) contratou os serviços de um renomado músico brasileiro, parceiro do maestro Antonio Carlos Jobim, para preparar a banda sonora de sua campanha.
     Foi então que Billy Blanco, nascido William Blanco Trindade em Belém do Pará (1924), compôs “Jovem Maranhão” para ocupar o Lado A do compacto que trazia ainda a faixa “Hino a João Castelo”, de Francisco de Assis Oliveira. No mesmo ano Blanco emplacou nas paradas “Camelô”, “Feiúra não é nada” e “Canto Chorando”, na voz de Isaurinha Garcia (Odeon) e Renato Oliveira (Continental).
     Com acompanhamento do conjunto Os Eletrônicos e participação das Billetes, “Jovem Maranhão” embalou a campanha exitosa de Castelo que havia deixado em seu lugar no governo do estado o presidente da Assembleia Legislativa, deputado estadual Ivar Figueiredo Saldanha.

José Serra fará visita sentumental a Neiva Moreira

     Durante o período em que permanecer em São Luís, o candidato a presidente da República José Serra (PSDB) reservou um tempo para fazer um visita fraterna. Logo após encerrar a caminhada no final da tarde de terça-feira, já como cidadão de São Luís, Serra irá até a residência do ex-deputado federal e jornalista Neiva Moreira, que reputa como um dos ícones da luta pela democracia na América Latina e Àfrica. 
     Serra desembarca em São Luís às 14 horas. Será recebido com uma retumbante recepção preparada pela coligação "O Povo é Maior", formada pelos tucanos, PDT e PTC; que tem como candidato ao governo do Estado o pedetista Jacskon Lago. Ex-ministro da Saúde assim como Jackson Lago, Serra é medico.  

Bruno deixará de receber R$ 40 milhões por conta de crime

     Pretendido por clubes do exterior, o jogador Bruno Fernandes agora é disputado por times da Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem, para as peladas dos presos no campo de terra batida. Aos 25 anos, no auge físico e técnico, ele pode deixar de receber, com a reviravolta na carreira, mais de R$ 40 milhões em apenas cinco anos e, ainda por cima, terá que arcar com despesas processuais.
     Com pré-contrato assinado com o Milan, em agosto, o goleiro assumiria a vaga de Dida na Itália. Numa transferência estimada em 9 milhões de euros, ou cerca de R$ 20 milhões – valor da multa rescisória de Bruno –, o Flamengo receberia 85% (R$ 17 milhões), um fundo de investidores 10% (R$ 2 milhões) e o Atlético Mineiro, 5% (R$ 1 milhão) por ser o clube formador do jogador.
      Mas, para o goleiro, a maior perda financeira são os salários que deixa de receber. No Departamento de Investigações de Homicídios e Proteção à Pessoa (DIHPP), ele disse que perderia R$ 500 mil por mês com o cancelamento do acordo. Com duração de cinco temporadas, o contrato se estenderia até julho de 2015, rendendo R$ 30 milhões. Sem contar o patrocínio esportivo. Se não for mantido o contrato com o fornecedor flamenguista, ele deixa de faturar R$ 7,5 milhões nos cinco anos. Atualmente, a empresa paga acréscimo de 25% do salário pelo contrato de exclusividade.
     Em gravação feita na Polinter, no Bairro Andaraí, na Zona Norte do Rio, o goleiro lamentava a situação, que pode deixá-lo de fora da Copa do Mundo’2014. “Agora, acho que as coisas ficaram muito mais difíceis. No Brasil, para mim, se eu tinha esperança de disputar a Copa de 2014, acabou”, disse o goleiro. Além de perder a chance de jogar no exterior, o Flamengo suspendeu o contrato com o goleiro e, nesse período, deixa de receber R$ 325 mil – sendo R$ 200 mil do salário e R$ 125 mil de patrocínio esportivo.

Alcione canta para Dilma no almoço de Lily Marinho

     A cantora maranhense Alcione Nazaré foi a atração artística do almoço oferecido pela primeira-dama das organizações Globo, Lily Marinho, viúva de Roberto Marinho, à ex-ministra da Casa Civil e candidata à Presiência da República, Dilma Rousseff (PT).
     Na casa do Cosme Velho, no Rio de Janeiro, reuniu convidadas ilustres como Andréa Agnelli, esposa de Roger Agnelli, presidente da Companhia Vale do Rio Doce; Angela Gutierrez, herdeira da Andrade Gutierrez; Flávia Sampaio, namorada do empresário Eike Batista; Marcela Temer, esposa do vice Michel Temer, e Carmem Mayrink Veiga, entre outras endinheiradas.

Quanto custa um pai da pátria?

Manchetes dos jornais

JORNAL PEQUENO - Presidente do TSE diz que "fichas sujas" farão campanha sob risco
O ESTADO DO MARANHÃO - "Barrados" pelo MPE aguardam notificação
O IMPARCIAL - Mudança na legislação facilita uso do caixa 2