20 de out de 2011

Padre cearense diz estar de luto pela morte de Kadafi

    “Mataram Kadafi, mas não poderão matar jamais a luta pela liberdade e pela vida… O Império americano e os países europeus mais uma vez cometem um grande crime, não somente contra o povo líbio, mas contra a humanidade. Kadafi morre como martir”, disse para o Blog do Eliomar, nesta tarde de quinta-feira, 20, o padre Haroldo Coelho, ex-militante do PT e hoje membro do PSol cearense.
    Ele culpou o “imperialismo norte-americano” pelo assassinato do ditador líbio e disse que o interesse dos EUA é no petróleo desse País. “Descanse em paz, Muammar Kadafi, a sua luta jamais será esquecida”, reiterou padre Haroldo, avisando estar de luto e prometendo celebrar missa em memória do ditador.
Do Blog do Elimar

Dutra rebate acusações publicadas em O Estado do Maranhão

     Tendo em vista a acusação direcionada a minha pessoa sobre “insuflamento” na comunidade Vinhais Velho, em São Luis (MA), publicada no Jornal O Estado do Maranhão, na data de hoje (19), com o título Roseana lamenta ações contra a Via Expressa, rebato:
1 – A linguagem utilizada corresponde ao período da Ditadura Militar a qual a Governadora Roseana Sarney muito bem serviu não se harmonizando com a democracia que estamos construindo, uma vez que os cidadãos e, principalmente, a sociedade organizada possui inteligência para compreender seus direitos e autonomia para defendê-los.
2 – Até o momento o signatários não havia questionado o elevado custo da obra, sua oportunidade, os interesses econômicos e políticos a que a mesma serve. Passarei a fazer a partir de agora, inclusive questionando a liberação ilegal dos R$ 20 milhões pelo Ministério do Turismo.
3 – Em todas as minhas intervenções nos meios de comunicação e na Tribuna da Câmara dos Deputados, propugnei a Governadora do estado e ao Secretário Max Barros que promovessem uma pequena alteração na Alça da Avenida para preservar o território da comunidade Vinhais Velho, em São Luís. No entanto, a Governadora, ao invés de abrir o diálogo em busca de soluções prefere agredir e utilizar linguagem do Regime Militar a que tanto serviu.
    Por fim, vou usar todos os recursos que a democracia me possibilita para preservar a dignidade e o território da comunidade Vinhais Velho que completará quatro séculos no próximo ano.
    Se a Governadora se adequar a realidade que estamos vivendo, estou à disposição junto com a comunidade para encontrar alternativas.
DOMINGOS DUTRA
Deputado Federal (PT/MA)

Danilo Gentili - Maranhão + Sarney = "Politicamente Incorreto"

BNB realiza oficinas de elaboração de projetos culturais no Maranhão

O Banco do Nordeste realizará um elenco de oficina de elaboração de projetos culturais em 79 cidades dos 11 estados da sua área de atuação (Nordeste, Norte de Minas Gerais e do Espírito Santo), no período de 21 de outubro a 02 de dezembro. No Maranhão as oficinas serão realizadas a partir do dia 31 de novembro, em São Luís, e mais nas cidades de Açailândia (1º de novembro), Alcântara (8), Barreirinhas, (11), Balsas (17) e Carolina (18).
     O objetivo das oficinas é oferecer maiores oportunidades de acesso aos recursos financeiros do Programa Banco do Nordeste de Cultura - Edição 2012 - Parceria BNDES, inclusive com o fornecimento detalhado de informações sobre preenchimento de formulários de inscrição. O ingresso nas oficinas é gratuito e não há necessidade de inscrição prévia.
    O Programa Banco do Nordeste de Cultura - Parceria BNDES é uma linha de patrocínio direto do Banco do Nordeste, com a parceria do BNDES, para apoio à produção e difusão da cultura nordestina, mediante seleção pública de projetos.
    A primeira oficina será realizada na próxima sexta-feira, 21, às 13h30, em Fortaleza, no seguinte endereço: Centro Cultural Banco do Nordeste - rua Floriano Peixoto, 941 - Centro - fone: (85) 3464.3108).
Com informações da Assessoria de Comunicação do BNB

Eddie na abertura da VI Mostra Sesc Guajajara de Artes

Banda Eddie toca no Guajajara de Artes no Sesc Deodoro
Tem início nesta quinta-feira,20, a VI Mostra Sesc Guajajara de Artes  com programação variada que se estende até 28 de outubro em vários pontos da cidade. Na programação de abertura o destaque é a apresentação pela primeira vez em São Luís da banda pernambucana Eddie. Sensação do universo musical pop do Nordeste, Eddie.
    Protocélula do mangue beat, Eddie está há mais de 20 anos na janela. Olidense de nascença, Eddie
Programação desta quinta-feira:
CORTEJO E ABERTURA
15h30 - Concentração: Praça Nauro Machado
Circuito: Rua da Estrela - Avenida Magalhães de Almeida, Largo do Carmo, Rua Grande e Praça Deodoro
19h - Recepção e apresentações dos grupos: Área de Vivência - SESC Deodoro
1. Teatro / Tapete Criações Cênicas
2. Teatro / Grupo Improviso
3. Circo / Grupo GAMAR
4. Circo / Grupo HUHUHU Circo Teatro
5. Dança Afro Omnirá
6. Bloco Tradicional / Os Foliões
7. Música Percussiva / Maratuque Upaon Açu
8. Tamboe de Crioula "Arte Nossa"
9. Cia. Street Master
10. Xangô Caô - TSI SESC
11. Banda de Música do 24º Batalhão de Caçadores
12. Projeto Por Trás da Cena / SESC
Show e discotecagem - Área de Vivência - SESC Deodoro
19h30 - "DJ Carol Aragão"
20h - "Coletivo Gororoba" / MA
21h "Banda Eddie" / PE

Cantor paraense mistura brega com MPB

Mesclar a batida do brega tradicional com as letras de grandes clássicos da MPB. Essa é a proposta do cantor Jango no CD dançante “Brega Universitário”, lançado recentemente. “Eu fiz isso para conciliar os gostos musicais, porque tem muita gente que gosta de brega, mas não gosta da letra, e tem várias pessoas que gostam de MPB, mas acham o ritmo cansativo”, explica.
  Além de cantar, Jango, que tem 39 anos dedicados à música, é também produtor musical, intérprete, arranjador, compositor, pianista e tecladista. Em “Coração de Menino”, o ritmo calmo do cantor sertanejo Daniel é deixado de lado pela levada dançante do brega de Jango.
    Na música “Fullgás”, interpretada na versão original por cantoras como Ivete Sangalo e Marina Lima, o solo inicial se mantém fiel, mas, durante a música, outros arranjos vão surgindo. Aos casais apaixonados, a canção “Vitoriosa”, do músico e compositor Ivan Lins, é um bom motivo par sair da cadeira e puxar o seu par para dançar.
DIFERENCIAL
    O CD se diferencia por não ser uma cópia instrumental da versão original, como acontece em algumas bandas de bregas regionais. “As músicas foram totalmente regravadas por mim e pela banda, e, em algumas, nós até mudamos para melhorar a qualidade”, afirma Jango.
    A romântica “Amar é”, da banda Roupa Nova, continua com os solos tradicionais da introdução, mas ganha nova roupagem com viradas expressivas de percussão e a ritmada guitarra.
    Entre as outras músicas do CD, estão “Estou Feliz”, “Não dá para te esquecer”, “Abraça-me”, “Sonhos desfeitos”, “Esperando a lua”, “Tudo outra vez”, “Comandante do seu coração” e “Se você me esqueceu”.
    João Felix do Carmo Machado, vulgo Jango, é natural de Belém, onde começou a carreira. Foi incentivado musicalmente primeiro pelo avô Félix Machado, que é considerado pelo cantor como eterno professor, e depois pelo pai, Ivan Machado.
    Já tocou como músico, produtor em trabalhos de artistas como Alípio Martins, Beto Babosa, Abílio Farias, Carlos Santos, Márcia Ferreira, Pinduca, Jane Duboc, Nilson Chaves, Mestre Vieira, Banda Sayonara, entre outros.
CONTATO Os interessados em contratar o artista para shows e demais eventos podem entrar em contato pelos fones 8407-2191 e 8192-0302.
Do Diário do Pará

OAB estuda ação contra Fundação Sarney

    O presidente seccional maranhense da Ordem dos advogados do Brasil, Mario Macieira, disse que a lei 259/11, aprovada nesta quarta-feira, 19, pela Assembleia do Maranhão, que prevê a estadualização da Fundação José Sarney, "aparentemente" é inconstitucional e que a entidade já estuda a possibilidade de entrar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (Adin) contra a aplicação da lei.
    "Não quero afirmar categoricamente sem antes ver o texto final, mas aparentemente esta lei é inconstitucional. E já estamos discutindo a possibilidade de entrar com uma Adin neste caso", disse o advogado cerca de duas horas depois que o projeto de lei foi votado e aprovado por maioria dos deputados estaduais maranhenses.
    Ontem os deputados estaduais do Maranhão aprovaram a estadualização da Fundação José Sarney, que foi criada pelo atual presidente do senado e ex-presidente José Sarney (PMDB-AP) no final dos anos 80 para guardar os itens que reuniu na época em que era Presidente da República.
    Na sessão, compareceram 38 dos 42 parlamentares e apenas oito votaram contra - todos do bloco de oposição. Antes, os deputados estaduais maranhenses haviam aprovado por 32 votos a favor e três contra, o relatório da comissão de Constituição e Justiça que declarava a constitucionalidade do projeto de lei do governo, que havia sido encaminhado no final da semana passada, com pedido de urgência.
    O líder da oposição na Assembleia Legislativa do Maranhão, Marcelo Tavares (PSB), que tentou articular a reação contra o PL 256/11, do executivo estadual, também afirmou que estuda o como entrar com uma Adin.
    "Estou procurando o caminho mais curto. Já sei que pela mesa diretora da casa não poderei fazer uma vez que o governo tem maioria entre os membros da mesa diretora. Ainda restam os partidos e a OAB, porém o meu partido (PSB) faz parte da base governista no âmbito federal junto com o PMDB e não sei se conseguirei conversar a executiva nacional a entrar com a Adin, mas ainda me resta a provocar a OAB", disse Tavares.
Da Agência Estado

Manchetes dos jornais

Maranhão
Aqui-MA:Cachorro contra policiais
Atos e Fatos: Manoel chama de corja os gestores do aeroporto de SL
Jornal Extra: AL entrega na surdina o Convento das Mercês ao Governo do Estado
Jornal Pequeno: Dinheiro público custeará a Fundação José Sarney
O Debate: Traficantes são presos no morro do Zé Bombom
O Estado do Maranhão: Petrobras vai construir mais um berço no Itaqui
O Imparcial: Pai do empresário assassinato: "Perdi mais que um filho. Perdi meu menino. Nossa família foi destruída"
Região
Diário do Pará: Doença de Chagas mata uma pessoa em Belém
Jornal do Commercio: FBI entra no caso do lixo hospitalar
Meio-Norte: Senado aprova royalties e PI terá R$ 276 milhões
O Povo: Lixo hospitalar americano é vendido em Fortaleza
País
Correio: BC corta juros a 11,5%. Crédito começa a sumir
Estadão: Ministério do Esporte renova convênio fantasma até 2012
Folha: BC mantém estratégia, e juros caem 0,5 ponto
Globo: Na marca do pênalti - Planalto já avisou que PCdoB perderá Esporte
Valor: Arrecadação cresce muito além da expansão do PIB
Zero Hora: Abertura de inquérito deixa ministro mais perto da demissão