24 de mai de 2010

PT, PCdoB e PSB homologam chapa com Flávio Dino, Terezinha, Zé Reinaldo e Bira do Pindaré

     Com ou sem o PT, o deputado federal Flávio Dino (PCdoB) manterá sua candidatura ao governo do estado para as eleições de outubro deste ano. Homologada pela direção nacional comunista, a candidatura de Flávio Dino é também apoiada pela direção nacional do PSB.
     Para consolidar o leque de alianças de partidos da base de apoio ao governo Lula, na tarde desta segunda-feira, 24, Flávio Dino e o ex-governador José Reinaldo Tavares (PSB) estiveram na sede do Diretório Estadual do PT em São Luís num ato de homologação da chapa majoritária. O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado estadual Marcelo Tavares (PSB), também participou da reunião entre líderes dos três partidos.
     A composião da chapa foi definida durante o encontro do PT realizado no final de semana passado, oficiosamente desautorizado pela Secretaria Nacional do partido. Para compor a chapa de governo os petistas indicaram o nome da ex-deputada federal Terezinha Fernandes para vice de Dino. Já Bira do Pindaré será companheiro do ex-governador José Reinaldo na chapa de candidatos ao Senado.
     Há agora duas situações a serem resolvidas pelo Diretório Nacional. A primeira é a validação do Encontro Tático do PT do Maranhão, realizada em 17 de março, que optou pela aliança com o PCdoB. A segunda situação é do encontro que definiu candidaturas petistas. Caso retifique a primeira, a segunda, por consequência, será invalidada.
Vice
     A disputa pela logomarca da estrela petista, porém, ainda está distante de um desfecho. A banda do partido ligada ao suplente de deputado federal Washington Oliveira nutre esperança de que haja intervenção do Diretório Nacional no PT do Maranhão, ficando à vontade para se aliar com a governadora Roseana Sarney. Oliveira quer ser vice da peemedebista filha do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). A data para um possível desfecho será dia 11 de junho.
     Até lá os petistas adversários do clã Sarney no estado trabalham com a perspectiva da repercussão negativa que a medida pode gerar na pré-candidatura da companheira Dilma Rousseff. De fato uma névoa obscura paira sobre o assunto PT do Maranhão no cenário nacional. 
     Os petistas contrários à aliança estadual com o PMDB dos Sarney, não creem que tal intervenção aconteça. A decisão dependerá de votação com quorum qualificado do Diretório Nacional, exigindo a aprovação de 58 dos seus 84 membros.
     "Eles podem até levar a legenda, mas os votos petistas não levaram", preveem os mais entusiasmados.  Os adversários do aliança com os Sarney contam com o apoio de nomes de peso na direção nacional como Zé Eduardo Cardoso, Geraldo Magela e Valter Pomar.

Líder do PT ameaça expulsar quem receber propina no Maranhão

Laryssa Borges
Direto de Brasília

     O líder do governo na Câmara dos Deputados, Cândido Vaccarezza (PT-SP), ameaçou nesta segunda-feira (22) de expulsar petistas que aceitem uma suposta oferta de representantes da família Sarney para que mudem de voto e apoiem a pré-candidatura à reeleição da governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB-MA). A tentativa de suborno teria por objetivo angariar votos para reverter à indicação do deputado Flávio Dino (PCdoB-MA), que em uma convenção estadual anterior venceu Roseana na disputa pelo apoio petista no Estado. A denúncia sobre o suposto suborno foi veiculada na revista Veja.
     "Se tiver isso no PT, vamos expulsar. O PT não admite nem nunca admitiu uma coisa dessas. Isso (a denúncia) é por conta da maledicência. Você acha que alguém vai se vender?", questionou Vaccarezza.
     De acordo com o parlamentar, a preferência por Roseana só poderá ser oficializada pelo Diretório Nacional do PT e deverá levar em conta o apoio nacional entre os petistas e o PMDB. "Não está em questão o apoio do Sarney. O que sempre esteve em questão foi o acordo nacional com o PMDB", explicou o líder governista.
     Ainda que a posição petista tenha sido oficializada em convenção no Maranhão, alguns petistas consideram ser estratégico o apoio à reeleição da governadora Roseana Sarney (PMDB). O PT ocupa três secretarias no governo de Roseana e o PMDB tem no presidente da Câmara dos Deputados, Michel Temer, o indicado para vice na chapa de Dilma Rousseff à presidência.
     A convenção que decidiu o apoio do PT ao PCdoB em março foi acompanhada pelo próprio José Eduardo Dutra, presidente nacional petista, e pelo secretário nacional de organização do PT, Paulo Frateschi. Na ocasião, a candidatura própria do PCdoB venceu a proposta de apoio a Roseana por 87 a 85 votos.

Do Portal Terra

Charge do dia

PCdoB reitera projeto de governar o Maranhão

     Em reunião de seu Comitê Central encerrada no domingo (23), o Comitê Central do PCdoB aprovou notas em apoio a dois de seus deputados federais — o pré-candidato ao governo do Maranhão, Flávio Dino, e o relator do Código Florestal na Câmara dos Deputados, Aldo Rebelo (SP). Enquanto Dino recebe pressões para abdicar sua candidatura em favor de Roseana Sarney (PMDB), Aldo é vítima de uma campanha nefasta orquestrada pelo Greenpeace.

Confira abaixo a íntegra da notas.
     O PCdoB manifesta mais uma vez pleno apoio ao trabalho de consolidação da candidatura de Flávio Dino para governador do Maranhão. Trata-se de um projeto de renovação da política maranhense, vinculado aos propósitos de desenvolvimento com distribuição de renda que nacionalmente LULA e DILMA representam.
     Saudamos a decisão dos Encontros Estaduais realizados nos dias 27 de março e 21 de maio, quando os petistas maranhenses optaram pela aliança com o PCdoB, PSB e movimentos sociais, em total sintonia com as Resoluções Nacionais do PT. Lembramos, a propósito, que tal aliança (PT, PSB e PCdoB) já se verificou nas eleições estaduais de 2006, assim como nas eleições municipais de 2008 (PT-PCdoB).
     Esta será a sexta eleição presidencial consecutiva em que PT e PCdoB estarão juntos. Temos certeza de que os companheiros do PT saberão valorizar essa história de respeito e solidariedade, existente nos momentos difíceis e naqueles de grandes êxitos.
     A direção nacional do PCdoB considera que a candidatura de Flávio Dino, na medida em que congrega o campo democrático e popular do Maranhão, fortalece o nosso maior projeto: a eleição de Dilma à presidência da República.

São Paulo, 23 de maio de 2010
O Comitê Central do PCdoB

Manchetes dos jornais

O ESTADO DO MARANHÃO - Dilma passa a frente de Serra em todo país
O IMPARCIAL - PT nacional investiga compra de petistas