2 de mar de 2011

O hino da "bolívia querida", de Agostinho Reis (1920-1966)

Bloco das Carroças na Quarta-feira de Cinzas em Rosário completa 31 anos

Isaías Rocha
Defile de carroças em 2007
ROSÁRIO -  Carroças enfeitadas e mais de 10 trios elétricos desfilam este ano no maior bloco carnavalesco do Maranhão. As atrações do 31º Bloco das Carroças foram anunciadas na manhã desta quarta-feira, 2, pela coordenação do evento. Entre os grandes nomes do Carnaval maranhense e artistas conhecidos no cenário nacional estão Bicho Terra, Brasas do Forró, Maestro Nonato Silva, Explosão de Menina, Batida Invocada, Furtacor e bandas locais, como Grupo da Terra.
    Considerado de grande relevância para a cultura maranhense, o bloco tornou-se Patrimônio Imaterial do Maranhão graças ao Projeto de Lei Nº 081 de 2010. Desfilando pelas ruas da cidade rosariense, as carroças enfeitadas são uma atração à parte e arrastam foliões de todos os lugares do país.
Homenagem do bloco à Pequena Notável
    O fato de o bloco ocorrer sempre às quartas-feiras de cinzas acaba por chamar os amantes do carnaval que ainda buscam diversão, mesmo depois do Reinado de Momo. “Isto acaba por atrair muita gente que está voltando de outros municípios e que já sabe que aqui na Quarta-feira de cinzas ainda tem carnaval, com muita criatividade, alegria e diversão”, observa Glauber Carvalho, um dos organizadores do evento.
    A expectativa dos organizadores é reunir este ano cerca de 40 mil pessoas que fazem o trajeto a pé ou de carona. A festa é democrática, pois para participar basta alugar ou encontrar uma vaga em uma das mais de 50 carroças que animam a festa.
Carroça enfeitada no destile em Rosário
    Mesmo assim, a organização da festa troca camisas alusivas ao evento por alimentos não-perecíveis a serem doados para instituição assistenciais.
    O bloco sai das proximidades da rodoviária, segue pela antiga estação ferroviária, campo de futebol até chegar ao Centro da cidade. Além de sorteios de brindes para os carroceiros, há também a premiação para a carroça mais enfeitada, mais animada e mais original.
Turismo
    O Bloco das Carroças pretende manter uma tradição local de grande relevância para a Região. A organização busca também reafirmar o Carnaval rosariense como opção em roteiro turístico do Maranhão e do Brasil; valorizar a música carnavalesca maranhense; e fomentar produções culturais locais em todas as suas etapas (criação, pesquisa, produção, circulação e difusão), respeitando a diversidade local.
    Rosário é destaque no carnaval maranhense por ter a quarta-feira de cinzas o seu ponto alto com o Bloco das Carroças, que começou por brincadeira. Como a grande maioria das manifestações da cultura popular. Nascem ao acaso, e o bloco das carroças não foge a regra.
O evento cultural e carnavalesco também tem cunho social. As carroças são decoradas e concorrem a prêmios significantes. Os abadás são trocados por gêneros alimentícios e depois são doados às entidades sociais ou diretamente nos bairros carentes da cidade.
Legislação preserva bloco
PROJETO DE LEI Nº 032/2009, de autoria do Senhor vereador Pedrosa Necó, que declara patrimônio cultural imaterial do município de Rosário-MA a apresentação do Bloco das Carroças.
PROJETO DE LEI Nº 081/10, de autoria do Senhor Deputado José Lima, que declara patrimônio cultural imaterial do Estado a apresentação do Bloco das Carroças (MICARROÇA) no município de Rosário-MA.

Na agulha: Primal Fear em cover do Judas Priest em Suttgard (Alemanha)

“O palhaço é lá, aqui tem até o negócio do decoro né?”, diz Tiririca

     O deputado Tiririca (PR-SP) mostrou interesse em compreender as atribuições e discussões da Comissão de Educação e Cultura da Câmara Federal, da qual tomou posse nesta quarta-feira (02). O parlamentar disse que "deu para entender legal" os trabalhos. Por enquanto Tiririca não se comprometeu em apresentar projetos relacionados ao circo e afirmou que vai dar para "aproveitar a comissão, pois tem vivência como palhaço e sustentou seis filhos". Ao ser questionado se trabalharia com humor disse: "humor é lá fora. Vocês confundem. O palhaço é lá, aqui tem até o negócio do decoro né?".
     Ontem, o deputado mais votado do país com 1,3 milhão de votos disse à Folha de S. Paulo que as críticas que fizeram contra ele por sua participação na comissão foram preconceituosas. "[Preconceito] que existiu até para eu chegar aqui, mas foi o povo que me colocou aqui e a voz do povo é a voz de Deus", afirmou. Tiririca teve a diplomação para o cargo ameaçada após suspeita de falsificar a declaração de que sabia ler e escrever. Ele foi inocentado pela Justiça depois de fazer uma prova de leitura.
Com informações da Folha

Farra do carnaval no interior do Maranhão será ao ritmo do forró importado


     São os forrozeiros que brilharão no carnaval no interior do Maranhão. O forró importado de outros estados nordestinos dará o ritmo carnavalesco em quase todas as cidades maranhenses com folias patrocinadas pelas prefeituras, algumas com dispensa de licitação, caso de Barra do Corda, do prefeito Manoel Mariano (PV), o "Nenzin.
    Bandas como, Mulher Chorona (Paraíba), Caviar com rapadura e Forró Sacode, ambas do Ceará, deixam o Maranhão na Quarta-feira de Cinzas carragando alforjes abarrotados. Ainda que sejam chamadas de bandas de meia pataka pelos foliões antenados com o forró, os cachês dessas bandas não são nada desprezíveis. Difícil é saber o valor exato quando as negociações sobre contratos estão mais empoadas que cabeça de folião afoito.
    “Sacode, sacode, sacode...”. Esse será o grito de carnaval de várias cidades maranhenses a partir de sábado, quando se inicia a festa de momo. Entoado pelo vocalista e produtor cultural Tony Guerra, da banda Forró Sacode, ao menos quatro municípios programaram shows com participação dos forrozeiros: São Domingos, Barra do Corda, Pinheiro e Itapecuru. Como imã para o êxodo dos foliões da Ilha de São Luís as prefeituras concentram a propaganda em outdoors na capital.
    Em Barra do Corda o Sacode se apresenta no dia 7 de fevereiro. Através da Empresa Reprise, responsável pela Banda Reprise “Elétrico’, a forrozeira do Brasil, programada para fazer um circuito em nove cidades durante o período de carnaval, o carnaval cordino contará com a Nanabanda, um arremedo da banda do baiano Bel.
    Em Itapecuru, município do presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, FAMEM, prefeito Júnior Marreca, o forró será o ritmo quase exclusivo durante o carnaval. Nos cinco dias de festa do Itapecuru Folia 2011 com slogan “O Maranhão se encontra aqui”, mais de oito bandas interestaduais se revezam no palco principal. Para minorar o efeito forrozeiro, a prefeitura reservou a avenida Brasil para o carnaval eletrônico e avenida Beira Rio para as marchinhas.
    Quase todo o circuito carnavalesco eletrizado pelo forró conta com o patrocínio da Nova Schin. Um fato curioso: em Bacabal a prefeitura está de fora da realização. A festa está sob responsabilidade do Complexo Janaína e TV Nova Esperança. Com ajuda de patrocinadores da iniciativa privada será distribuída cerveja de graça na concentração dos blocos durante os quatro dias de festa. Pelo menos isso fará os foliões brilharem.

Um exemplo da farra do forró - Agenda da banda "Mulher Chorona"
Dia 4 - Coroatá
Dia 5 - Timbiras
Dia 6 - Itapecuru Mirim
Dia 6 - Mirando do Norte
Dia 7 - Viana
Dia 7 - São Bento
Dia 8 - Brejo
Dia 8 - Chapadinha

Na coluna do Ancelmo Góis

Jogou a toalha
     Segunda, Ferreira Gullar, 80 anos, foi dormir candidato a uma vaga na ABL, depois de um telefonema de seu conterrâneo José Sarney. Mas ontem desistiu de novo.

Não é de hoje...
    Na verdade, Gullar sempre resistiu aos acenos dos amigos para entrar na ABL. Numa entrevista ao “Jornal da poesia”, em 1995, disse que a Academia é uma instituição “anacrônica”, a começar “pelo fardão e pela espada”. E mais: “A ABL não tem função alguma. É uma instituição meramente consagratória.” É. Pode ser.
De O Globo

Veja os concursos públicos que serão cancelados este ano

    O corte de R$ 50,1 bilhões no Orçamento deste ano, anunciado anteontem pelos ministros Guido Mantega (Fazenda) e Miriam Belchior (Planejamento), afeta apenas os concursos que dependem de autorização do Ministério do Planejamento para serem feitos. É o caso das seleções que estavam previstas para a Fundação Biblioteca Nacional, o Ibama, o INSS, a Polícia Federal e o Ministério das Relações Exteriores, por exemplo.
    As despesas de pessoal foram reduzidas em R$ 3,5 bilhões, passando da estimativa de R$ 183 bilhões para R$ 179 bilhões. "Não vai ter concurso público nenhum neste ano. Todos os concursos serão postergados", disse anteontem a secretária do Orçamento Federal do Ministério do Planejamento, Célia Corrêa.
    "Até mesmo aqueles [concursos] que tinham sido realizados e não tiveram curso de formação concluído, também serão postergados", afirmou.
Do Agora

Carnaval de São Luís 2011: "Outros Carnavais" privatiza Mirante da Lagoa

    O produtor cultural e advogado Mário Moraes privatizou o mirante da Lagoa da Jansen, complexo turístico na região nobre de São Luís, para a realização de "Outros Carnavais", evento que reuniu os artistas maranhenses Mano Borges, Nathália Ferro; e os grupos Argumento e Espinha de Bacalhau nas prévias carnavalescas nos fins de semana. O espaço é administrado por um pool de secretarias de estado formada pela Infraestrutura; da Cultura, e das Cidades.

Cancela de ferro restinge acesso ao mirante da Lagoa da Jansen

    Nos dias de carnaval, a folia ficará sob o comando dos sambistas Roberta Espinosa, Bruno Cunha e Nina Wirtti, da região da Lapa, no Rio de Janeiro. Para o cidadão ter acesso ao Mirante nos dias do evento tem que desembolsar R$ 20,00. Uma cancela de ferro colocada no local garante a restrição ao espaço público. A privatização é bancada pelo cervejão da Schin.

Schin patrocina a privatização
 

Jackson Lago internado no Hospital do Coração

    O ex-governador do estado e candidato derrotado ao governo nas eleições de outubro de 2010, Jackson Lago (PDT), está internado no Instituto do Coração, em São Paulo.
    Lago está sendo submetido a uma bateria de exames. Ele apresentou problemas nas vias coronárias em consequência do quadro depressivo considerado grave. Seu estado, porém, é estável.

Gullar desiste de disputar vaga na ABL

Ferreira Gullar entre Nonato Buzar e César Nascimento
    O jornalista Merval Pereira, 61, e o escritor Antônio Torres, 70, vão disputar a vaga do escritor gaúcho Moacyr Scliar na Academia Brasileira de Letras. As candidaturas foram apresentadas ontem, após sessão em homenagem a Scliar, morto no domingo.
    Nos próximos 60 dias, a ABL receberá inscrições para a vaga. O nome mais cotado era o do poeta Ferreira Gullar, colunista da Folha, mas ele desistiu ontem pela manhã, alegando razões pessoais.
    Pereira é colunista de "O Globo" e autor de "O Lulismo no Poder" (Editora Record). Torres é romancista, autor de "Balada da Infância Perdida" (Nova Fronteira).
Da Folha de S.Paulo

Charge do dia - Sponholz

Manchetes dos jornais

AQUI-MA -Tragédia no coletivo
JORNAL A TARDE- Dilma anuncia reajusta de 45% dos benefícios do Bolsa Família
JORNAL EXTRA - Levando ferro!!!Vale pode perder serra do Carajá
JORNAL PEQUENO - Professores deflagram greve com ato em frente ao Leões
O ESTADO DO MARANHÃO - Dilma anuncia reajustes nos benefícios do Bolsa Família
O IMPARCIAL- Chuvas já deixam 4 mil desabrigados em Trizidela
TRIBUNA DO NORDESTE -Bolsa Família aumenta até 45% ainda este mês

NO PAÍS
CORREIO BRAZILIENSE:GDF também corta gastos e concursos
FOLHA DE S. PAULO:ONU afirma que 140 mil já escaparam da Líbia
O ESTADO DE MINAS:Apartamento encolhe em BH, mas o preço...
O ESTADO DE S. PAULO:Despesa do governo com passagens cresce 32%
O GLOBO: Modernização - Maluf, mensaleiros e Newtão cuidarão da reforma política
VALOR ECONÔMICO: Importados terão regras mais duras na alfândega
ZERO HORA: Depois de cortes, Dilma aumenta Bolsa-Família
DIÁRIO DO PARÁ: Aumenta valor do Bolsa Família
JORNAL DO COMMERCIO:Saúde ganha reforço
MEIO-NORTE:Bolsa Família aumenta R$ 6,8 milhões no Piauí
O POVO:Em jogo, talento e raça