10 de jul de 2010

Prefeito de Cantanhede incorpora o general Figueiredo


     Um vídeo intitulado KABÃO: EU POSSO, EU MANDO. EU PRENDO, EU ARREBENTO, com duração de 1 minuto e 43 segundos, postado no youtube, mostra Kabão, o prefeito de Cantanhede, furioso, esbravejando contra operários que montavam um palco, na madrugada de 2 de julho.
    No local iria acontecer um evento cultural, com a participação de bois, grupos folclóricos do município, de localidades vizinhas e um show musical.
    Mas, por motivações pessoais, o prefeito se opunha à realização do espetáculo. Por esse motivo não permitiu a montagem do palco. Um morador da cidade gravou o momento em que o prefeito, visivelmente nervoso e gesticulando muito, dizia; “aqui não! Aqui não! Aqui ninguém faz festa! Aqui não!
     Segundo relatos o prefeito mandou chamar capangas e dizia estar armado. Lamentavelmente a gravação está escura e o cinegrafista gravou apenas alguns segundos. Os momentos de maior fúria não foram registrados. Mesmo assim, a gravação deixa evidente a falta de equilíbrio emocional do prefeito.
“Num determinado momento o prefeito partiu pra cima dos operários e deu chutes nas estruturas que estavam sendo montadas”. Declarou um morador que prefere ficar no anonimato, temendo represálias.
Do blog Fora Kabao

Tatuagem mostra laços fortes de Bruno com Macarrão

     Foi divulgada neste sábado a foto de uma tatuagem nas costas de Luiz Henrique Romão, conhecido como Macarrão, um dos suspeitos no desaparecimento de Eliza Samudio, feita em homenagem ao goleiro Bruno. A imagem foi tirada na entrada do registro penitenciário.
     A frase, que mostra a forte amizade entre os dois, tem os seguintes dizeres: “Bruno e Maka. A amizade nem a força do tempo irá destruir. Amor verdadeiro”. A frase é inspirada no refrão da música “A Amizade”, do grupo Fundo de Quintal.
     Segundo informações de policiais, a tatuagem teria sido feita no ano passado, quando Bruno e Macarrão começaram a ser investigados por agressões a Eliza.
De O Estado de Minas

Serra recebe título e participa de ato com Jackson Lago em São Luís na próxima terça-feira

     José Serra (PSDB) será o primeiro candidato à Presidência da República a incluir o Maranhão em seu roteiro de campanha. O presidenciável tucano desembarga na próxima terça-feira,13, às 14 horas em São Luís para participar do primeiro ato público de campanha da coligação “O Povo é Maior” (PDT, PDSB e PTC), que tem como candidato ao governo do estado o pedetista Jackson Lago.
     Antes previsto para acontecer na cidade de Imperatriz, o ato foi transferido para São Luís de acordo com as coordenadorias das duas candidaturas, por conta da agenda atribulada do candidato José Serra.
     Jackson Lago tem dito que seu apoio a José Serra, além de ser o reconhecimento pela biografia honrada e de competência demonstrada pelo ex-ministro da Saúde e militante das causas populares ao longo de sua carreira pública, é uma questão de estratégia na derrocada de uma oligarquia caquética que teima em dominar o Estado.
     “O José Serra não será aliado desse grupo oligárquico que se entranhou nas estruturas de poder da República para desrespeitar a vontade do povo”, destacou o candidato da coligação “O Povo é Maior”, Jackson Lago.
     A coordenação da campanha de Jackson Lago prepara uma grande recepção para o candidato à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. José Serra será recebido no aeroporto de São Luís por lideranças partidárias dos três partidos da coligação que articulam a mobilização de correligionários dos 217 municípios no Estado.
     O presidente regional do PSDB e candidato ao Senado, Roberto Rocha, trabalha para reunir um número significativo de prefeitos e lideranças do partido no ato. O outro candidato ao Senado pela coligação, o ex-ministro do STJ, Edison Vidigal, também pertence ao quadro tucano maranhense.
     “O tucano e a rosa estarão juntos em mais uma eleição. Desta vez também contamos com nossos companheiros cristãos do PTC. O PSDB tem contribuído para a causa da democracia política. Sem ela, não há democracia social. No Maranhão não poderia ser diferente”, sublinhou Rocha.
     Do aeroporto José Serra e Jackson Lago seguirão em caravana até a sede da Associação Comercial do Maranhão, na praça Benedito Leite, centro de São Luís. No local, para onde excepcionalmente será transferida a sessão da Câmara Municipal de São Luís, Serra receberá o título de cidadão ludovicense. A outorga do título foi proposta pelo vereador Francisco Viana (PSDB).
     Após a solenidade, prevista para ser encerrada às 17 horas, o candidato a Presidente da República José Serra participa de uma caminhada que terá como roteiro a Praça Benedito leite, Praça João Lisboa, Rua Grande e Canto da Viração.
Da Assessoria de Jackson Lago

Procuradora quer impugnar Jackson, João Alberto, Washington, Sarney Filho e outras 76 candidaturas

     A procuradora Carolina da Hora Mesquita Höhn ingressou no início da tarde deste sábado (10) com uma ação de impugnação da candidatura do ex-governador do Maranhão Jackson Lago (PDT). Ao todo, a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) deu entrada em 80 processos de impugnação apenas neste sábado no estado.
     Dos 80 candidatos alvos de ação de impugnação, metade foi enquadrada na Lei Complementar nº 135/2010, a chamada de Ficha Limpa. Os demais foram incluídos em ações por desincompatibilização de cargo.
     No caso específico de Jackson Lago, a inclusão dele como alvo de uma ação de impugnação tomou como base a sua condenação no Recurso Contra Expedição de Diploma (RCED) 671 julgado pelo TSE em abril do ano passado. "Tudo que se encaixa na nova lei será alvo de ações de impugnações", declarou a procuradora.
      Na segunda-feira, quando registrou seu pedido de candidatura, Lago afirmou que ninguém tem a ficha mais limpa do que ele. No entanto, reconheceu que poderia ser alvo de uma ação de impugnação porque para "quem luta contra essas estruturas viciadas, tudo pode acontecer". Neste sábado, Lago participou de um programa de rádio comunitária e também de uma reunião com lideranças comunitárias, na periferia de São Luís.
     O coordenador de campanha de Lago, Clodomir Paz, evitou comentar a decisão da PRE. "Eu estaria me antecipando a uma notificação que ainda nem aconteceu. Mas se isso vier a acontecer, o departamento jurídico de campanha será acionado", resumiu Paz.
      Além de Lago, a PRE entrou com ações de impugnações contra o candidato a governador pelo PSOL, Saulo Arcangeli, o candidato a vice-governador de Roseana Sarney (PMDB), Washington Luiz (PT), e os candidatos a senador Edson Vidigal (PSDB) e João Alberto (PMDB). Todos esses foram incluídos nos casos de desincompatibilização de cargos.
Da Agência Estado

Museu de Tudo: Hotel São Francisco nos anos 70

Promotoria ajuiza ação contra Castelo para resolver impasse da greve de professores

     O titular da Promotoria Especializada de Defesa da Educação, Paulo Avelar, ajuizou ação civil pública contra a Prefeitura de São Luís, solicitando que o município tome providências que ponham fim à greve dos professores iniciada no dia 19 de maio deste ano.
     Segundo o promotor, com a greve, mais de 100 mil alunos estão sem aula no município de São Luís. Paulo Avelar ressaltou que não cabe ao Ministério Público interferir nas negociações entre grevistas e prefeitura. Porém,  disse que cumprirá seu papel em defesa dos direitos das crianças e adolescentes que estão sendo prejudicadas com o impasse. Ele disse que caberá ao prefeito Joã Castelo encaminhar uma solução ao problema, negociando o fim da greve que já ultrapassa 100 dias.
     A rede municipal de ensino em São Luís conta com 160 unidades escolares, sendo 78 do ensino fundamental e 82 da educação infantil. O Sindicatos dos Professores da Rede municipal de São Luís, Sindeducação, afirma que 80% das escolas estão com as atividades suepensas devido à paralização dos professores.

Manchetes dos jornais

AQUI-MA- Paço do Lumiar: Estuprada no pau deitado
ATOS & FATOS - PSTU declara: Partidos de oposição armam complô contra Roseana
CORREIO DE NOTÍCIAS - Trabalho escravo com dias contados
JORNAL A TARDE - Armas artesanais e drogas são apreendidas em Pedrinhas
JORNAL EXTRA -Coisa de Pai Francisco: Homem de Pau Deitado é preso por adusar filha
JORNAL PEQUENO - "Faz tudo" de Renan e Sarney possui patrimônio de R$ 26 milhões
O DEBATE -Inscrições prorrogadas
O ESTADO DO MARANHÃO -MP vai impugnar 80 candidaturas
O IMPARCIAL - Bicho homem
TRIBUNA DO NORDESTE - Cresce o sentimento de mudança em Imperatriz

Prefeitos maranhenses vão sabatinar candidatos ao governo do estado

     A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, FAMEM, organiza um encontro separadamente entre os três principais candidatos ao governo do estado nas eleições deste ano para o mês de agosto. O presidente da entidade, prefeito Raimundo Lisboa (eleito pelo PDT), se reúne esta semana com a diretoria para decidir a data e local dos encontros.
     Durante os encontros os prefeitos irão sabatinar os candidatos que terão também oportunidade de apresentarem suas propostas aos municípios. Os candidatos das coligações "Muda Maranhão", Flávio Dino (PCdoB), "O Povo é maior", Jackson Lago (PDT), e "O Maranhão não pode parar", Roseana Sarney (PMDB), serão os três convidados para o encontro com os prefeitos.  
     Esta será a primeia vez em que os candidatos se encontrarão com os prefeitos em igualdade de condições.  A diretoria da FAMEM definirá a ordem de participação dos candidatos, que deverá ser de acordo com critérios estabelecidos mediante concordância das coordenações das campanhas.