15 de nov de 2010

Uema divulga gabarito do Paes 2011 e do Programa Darcy Ribeiro

A Universidade Estadual do Maranhão (Uema) divulgou na tarde de ontem os gabaritos das provas do Processo Seletivo de Acesso à Educação Superior (Paes 2011) e do Programa Darcy Ribeiro
Neste primeiro momento, a Pró-Reitoria de Graduação (PROG) contabilizou o número de faltosos do Paes em 3.836, de um total de 28.911 inscritos, e, no Programa Darcy Ribeiro, 1.258 faltosos, de uma soma geral de 7.539 inscritos.

PAES/2011 1ª ETAPA
14.11.2010

BIOLOGIA FILOSOFIA FÍSICA GEOGRAFIA
01 D 09 E 17 A 25 D
02 B 10 D 18 D 26 A
03 A 11 A 19 A 27 A
04 C 12 B 20 B 28 C
05 E 13 E 21 D 29 B
06 B 14 C 22 C 30 D
07 A 15 D 23 E 31 E
08 C 16 B 24 B 32 C

HISTÓRIA LÍNGUA ESPANHOLA LÍNGUA INGLESA LÍNGUA PORTUGUESA
33 A 41 C 41 A 49 D
34 D 42 A 42 D 50 B
35 B 43 D 43 B 51 C
36 E 44 B 44 C 52 E
37 A 45 E 45 E 53 A
38 E 46 C 46 D 54 D
39 C 47 A 47 A 55 B
40 B 48 B 48 B 56 C

MATEMÁTICA QUÍMICA SOCIOLOGIA
57 E 65 B 73 D
58 A 66 E 74 C
59 D 67 E 75 A
60 C 68 D 76 B
61 B 69 A 77 E
62 E 70 C 78 D
63 C 71 B 79 C
64 A 72 E 80 A

PROGRAMA DARCY RIBEIRO/2011 ETAPA ÚNICA
14.11.2010
BIOLOGIA FILOSOFIA FÍSICA GEOGRAFIA
01 D 05 D 09 D 13 D
02 C 06 A 10 B 14 C
03 A 07 C 11 D 15 E
04 C 08 D 12 E 16 C

HISTÓRIA LÍNGUA ESPANHOLA LÍNGUA INGLESA LÍNGUA PORTUGUESA
17 D 21 C 21 D 25 D
18 E 22 A 22 C 26 B
19 A 23 D 23 E 27 C
20 E 24 C 24 A 28 C

MATEMÁTICA QUÍMICA SOCIOLOGIA
29 E 33 B 37 A
30 A 34 E 38 E
31 B 35 E 39 D
32 E 36 B 40 A

Quarteto Cazumbá vence Tremplin Recife Jazz

O Quarteto Cazumbá, jazz do Maranhão
    O Maranhão marcou presença no Tremplin Recife Jazz Festival 2010, representado pelo Quarteto Cazumbá. O evento aconteceu entre os dias 22 e 29 de outubro, 5 e 12 de novembro, no Pátio São Pedro, no projeto Pátio Sonoro, da Prefeitura do Recife.
    Composto pelos músicos Wendell Cosme, Mauro Sérgio, Nataniel Assunção e Wesley Sousa, o grupo foi selecionado pela organização do festival.
    Na noite do domingo (14) foi divulgado o nome do “Quarteto Cazumbá” como grande vencedor do Tremplin Recife Jazz/ Pátio Sonoro. Em segundo lugar no Tremplin ficou o grupo Oxent Groove, da Paraíba; e o terceiro colocado foi Luciano Emerson e Banda Síncope, de Pernambuco.
    O Cazumbá ganhará gravação, mixagem e masterização de mil cópias de CD em SMD – Semi Metalic Disc (mídia que demanda menos custos e ótima peça de distribuição para os artistas). A gravação será feita no Recife e a mixagem e masterização na Argentina, em um estúdio especializado em jazz.
    “Nós já estávamos buscando a gravação do cd, o registro do trabalho, e foi uma oportunidade absurda estar no Tremplin e ganhar essa premiação. Foi uma oportunidade única, que muitos grupos de música instrumental buscam e a gente conseguiu graças ao Recife Jazz”, afirma o tecladista da Cazumbá Wesley Sousa, ressaltando a importância do Festival para a banda de jovens músicos.
    No total, oito grupos foram selecionados para participar do Tremplin, além dos finalistas, participaram do concurso: Dom Angelo Jazz Combo; Mojav Duo; Ska Maria Pastora; Marcos Lira; e Sebastián Pitré. Eles se inscreveram gratuitamente por e-mail, enviando release e música de trabalho.
    Quarteto Cazumbá é um projeto instrumental que visa trabalhar composições próprias e grandes clássicos da música popular brasileira mesclados com uma roupagem contemporânea e valorizando a riqueza rítmica regional do Nordeste e em especial do Maranhão. Composto por músicos jovens, mas já renomados no cenário maranhense, surge com a proposta inovadora e sem preconceitos a fim de contribuir para propagação da música instrumental de forma geral. Está em fase de produção do seu primeiro cd inteiramente com composições próprias.

Ouça Quarteto Cazumbá no endereço www.myspace.com/quartetocazumba

Dimas Salustiano é especulado para a Seduc de olho na prefeitura de Imperatriz

     O professor Dimas Salustiano tem o nome especulado para ocupar a Secretaria de Estado da Educação, Seduc. Sem a ficha de filiação no Partido Comunista do Brasil, PCdoB, Salustiano se movimenta em direção a um trampolim arriscado.
    Ex-petista, um dos fundadores da Faculdade São Luís e professor concursado da Universidade Federal do Maranhão, Dimas Salustiano mantém relações cordiais com os Sarney. Tanto que procurou o comando do sistema para integrar o rol dos blogueiros do sistema.
    Professor de direito constitucional rumou para endereço autônomo no período eleitoral em obediência à direção do grupo político do sistema de comunicação junto com os colegas. Sem o link do imirante.com colou o 65 do hoje ex-partido numa alusão de apoio à candidatura de Flávio Dino. Porém, seu apoio ao camarada Dino apresentou os tons velados da conveniência. Toda essa movimentação foi rastreada pelos integrantes da primeira fileira do grupo. Daí sua indicação ser ruminada pelos fieis sarneystas.
    O silêncio em seus posts sobre a exoneração do secretário petista de Educação, Anselmo Raposo, é estratégico. Ausculta com a postura de mestre.
    Atualmente com domicílio e atuação política em Imperatriz, as pretensões de Dimas Salustiano têm o mesmo endereço ocupado hoje pelo prefeito tucano Sebastião Madeira. Para isso, o professor empreendedor se reaproxima do PT. Só precisa superar o rancor do comandante e vice-governador eleito Washington Oliveira (PT).

Homofobia: "O governo está de costas para este problema", diz Luiz Mott


O sociólogo baiano Luiz Roberto Mott

    A agressão contra quatro homossexuais na madrugada de domingo na avenida Paulista, em São Paulo, foi considerada pelo coordenador do Grupo Gay da Bahia, o sociólogo Luiz Roberto Mott, como um confronto entre classes sociais. Em entrevista ao iG, Mott comenta que o caso traz à tona a discussão sobre o direito das minorias e mostra que a violência contra homossexuais tem sido ignorada pelo Poder Público.
    “O caso desses garotos em São Paulo apenas confirma que a intolerância não tem idade nem classe social. Eles alegaram que os rapazes mexeram com eles, mas imagina se todas as mulheres fossem agredir homens que as assediam? Seria uma tragédia pública.” Segundo ele, a agressão de domingo colocou no centro dos holofotes o aumento no número de violência contra homossexuais em São Paulo. De acordo com um estudo realizado pelo grupo até novembro deste ano, o Estado de São Paulo é a região com maior número de crimes contra homossexuais no País. Este ano, dez homossexuais foram assassinados no Estado.
    O Brasil continua sendo o campeão mundial de homicídios contra lésbicas, gays, bissexuais e transsexuais (LGBT), com 198 mortes anuais, seguido do México com 35 e dos Estados Unidos com 25 mortes. A cada dois dias um LGBT é assassinado no Brasil vítima da homofobia.
    "Não podemos deixar que pessoas continuem morrendo vítimas de preconceito. Estamos no século 21, e essas coisas continuam acontecendo. O governo está de costas para esse problema, falta vontade política para acabar com esse tipo de racismo. Não adianta termos apenas a Parada Gay, se não conseguimos conscientizar a população. Precisamos levar educação até as escolas”, disse o coordenador.
Do Politicahoje

IV Feira do Livro de São Luís - Programação desta segunda,15


AUDITÓRIO MARIA ARAGÃO (100 LUGARES) 
18hs Análise do discurso: uma abordagem lingüística do hino "Louvação a São Luís" - Caroline Coelho de Oliveira 
20hs A residualidade literária das cantigas trovadorescas na música popular brasileira: uma análise das músicas de Chico Buarque e Caetano Veloso - Marineis Merçon 

AUDITÓRIO JOSÉ LOUZEIRO (200 LUGARES) 
19hs O livro como elemento socializador - Mary Ferreira 
21hs – Arievaldo Viana (CE)- Cordel 

CAFÉ LITERÁRIO (40 LUGARES) 
18h30minGeraldo Iensen e Igor Nascimento - Aspectos da influência da literatura na dramaturgia 
20hs Sobre Maria Aragão 

CASA DO ESCRITOR 
15h  - Maria Helia Cruz de LimaRamagens de emoções e fundamento cristão
16h  - Célio Gitahy Vaz Sardinha - O maior industrial do séculos XIX e XX 
17H  - Alberico  Silva- Educação, Poesia e Arte 
18H  - Carlos Agostinho Almeida de Macedo Couto Estado, mídia e oligarquia – O poder público e meios de comunicação como suporte de um projeto político para o Maranhão 
19H  - Nicolau Duailibe Leitão O peão que queria coroar 
20h  - Rosa Rosileia- Amor Puro 
21h  - Claunísio Amorim Carvalho – Terra, Grama e Paralelepípedo

Manchetes dos jornais

AQUI-MA- Reconhecimento sofrido
O ESTADO DO MARANHÃO - Agente é preso por facilitar entrada de armas em Pedrinhas