12 de mai de 2011

Terreiro do vizinho

    O grupo Pague Menos, agora com 430 filiais em todo o país, vai avançar com agências principaulista no interior paulista e paranense, informa o controlador Deusmar Queiroz. Ou seja, indo para as bandas da Drogaria São Paulo, seu maior concorrente.

Estudantes protesto contra descaso de Bia Aroso e Roseana com educação em Paço do Lumiar

Estudante do Domingos Vieira Filho interditam MA-201
    Estudante do Unidade Escolar Domingos Vieira Filho, da rede estadual de ensino do Maiobão, município de Paço do Lumiar, interditaram a MA - 201 nesta quinta-feira, 12, pela manhã em protesto contra o descaso da prefeita Bia Aroso" Venâncio (PMDB) e a governadora Roseana Sarney (PMDB) com a educação. Foi a segunda manifestação dos estudantes em menos de dez dias. "“Queremos a reforma geral da nossa escola”, era palavra de ordem dos estudantes ao longo da rodovia estadual. 
    Em janeiro deste ano a Secretaria de Estado da Educação chegou a anunciar o início da reforma da Unidade Escolar. O prédio da escola apresentou rachaduras obrigando mais de mil alunos do Domingos Vieira Filho  a serem deslocados para o UE Gonçalves Dias no mesmo conjunto residencial.  
    Organizados em torno do Movimento Estudantil Liberal os estudantes se aliaram à oposição à prefeita no município situado na região metropolitana de São Luís aumentaram o coro do movimento Fora Bia Aroso.
    Durante a manifestação foi distribuído aos transeuntes e motorista o Informativo Popular, no qual foram numeradas os processos que envolvem a prefeita Bia Aroso (Veja quadro abaixo). segundo o informativo Bia Aroso desvio R$ 1 milhão e apresentou pretação de contas ao Tribunal de contas do Estado, falsificando assuinatura de contador. Acusam a câmara de omissão e conivência com a má administração de Bia Aroso.
Movimento Etudantil Liberal de Paço do Lumiar - MEL "Nasceu para libertar"
    Jovens este movimento surgiu em virtude do avandono que vem sofrendo a classe estudantil do nosso município. como o slogan citado Nasceu para Libertar. Sentimos que estávamos isolados mediante o silêncio por parte das autoridades e por parte dos representantes dos educadores. O MEL está empenhado em buscar a melhor forma de educação, criar debates, discutir ideais, fiscalizar e motivar ações que melhore a qualidade do ensino. Defendemos o princípio de que o estudante é novbre, justo e merece respeito.
Jovem você é o principal motico de inspiração, não podemos aceirar a péssima qualidade da educação, colégios sem conforto, falta de professores, não há política de juventude (Esporte, Cultura e Lazer). Está em suas mãos a oportunidade de mudar, buscar um futuro melhor.
O Paço precisa de um passo, meu, seu, nosso.
Venha para o MEL

A folha corrida de Bia Aroso

Socuero! Tucanos em extinção!

José Simão
BUEMBA! BUEMBA! Macaco Simão Urgente! O esculhambador-geral da República! E mais uma predestinada: sex-personal trainer Rita ROSTIROLLA! E tá lançando livro: "Na Cama com a Rita RostiRolla".
    E um amigo meu foi ao banco e adivinha o nome da gerente do banco? Famil GANÂNCIA! Rarará! E esse anúncio de sexo: "A Princesinha da Tarde. Passei no vestibular, preciso de ajuda financeira. Me ligue. Se minha mãe atender, desligue!". Rarará! E um amigo meu apelidou o pingolim dele de juros: sobe à toa!E essa divisão dos Estados agora? Eu gostei do Maranhão do Norte e Maranhão do Sul. Contanto que o Sarney continue mandando nos dois! Rarará! E o Pará que vai ser dividido em três? Eu sugiro um nome, em homenagem à paraense mais ilustre, Fafá de Belém: Parapeito! Rarará!
E a declaração do Marcos do Palmeiras: "Até guarda de trânsito faz zoação com o 6 a 0". Nem a Volkswagen consegue fazer seis gols em 90 minutos. E o Palmeiras tomou seis porque era só o Coxa. Se fosse a perna inteira, seriam 12! Rarará!
    E essa crise no PSDB? Tucanos em extinção! PSDB quer dizer Partido Sem Deputados o Bastante! Rarará! Ou então Partido Sempre Derrotado pelo Barbudo! Aliás, o barbudo vai receber um prêmio hoje no Sindicato dos Metalúrgicos. Qual o nome do prêmio? João FERRADOR! E vocês já viram tucano brigando? "Bobo." "Pobre." "Cara de mamão!" "Bolha." "Você não entende de vinho." "Você não come vol-au-vent."
    E eu já disse que o PSDB e o DEMolido morreram. Então joga os dois no mar! E Iemanjá devolve: "Já não basta aquele monte de sidra Cereser, depois jogam o Bin Laden e agora o Serra e o ACM Neto?". Rarará! E sabe o que o Alckmin Picolé de Chuchu falou? "Que crise? Daqui de cima do muro não tô vendo nada." Rarará!
E a ministra Ana de Hollanda, que recebe diárias indevidas? O Eramos6 revela que ela virou diarista! De ministra a diarista. Rarará!
O Brasileiro é Cordial! A penúltima placa que o Gervásio pendurou na empresa em São Bernardo: "Aqui não é festa de rodeio pra usar botina e calça justa socada no rego, se eu ver alguém aqui vestindo essas joças, vou fazer esse caubói fora da lei virar uma eguinha pocotó na festa de Barretos. Conto com todos. Assinado: Gervásio". Seguuuuuuura peão! Rarará! Nóis sofre mas nóis goza. Hoje só amanhã!
Que eu vou pingar o meu colírio alucinógeno! 
Da Folha de S. Paulo

Ceará oficializa primeira união estável homoafetiva

Ivna Girão
Uma simples assinatura fez de Leonardo de Carvalho, 36, e José Irapuã Brandão, 34, o primeiro casal cearense a oficializar união estável homoafetiva após a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), na última quinta-feira, 5. Em menos de uma semana, cerca de 15 casais do mesmo sexo procuraram o Cartório Pergentino Maia, em Fortaleza, para tentar realizar o sonho do reconhecimentos dos direitos civis e comprovação da formação de família nos tramites da lei.
    "Eles foram os primeiros e muitos outros ainda virão usufruir deste benefício tão merecido pela categoria", comenta a tabeliã substituta que realizou a cerimônia dos dois na tarde de ontem, Janaina Carvalho.
    Entre os planos dos "recém-casados" está a adoção de dois filhos. Sem pompas, mas com muito afeto e emoção, os auxiliares administrativos, Leonardo e Irapuã, puderam transformar em realidade um desejo que vinha desde o começo da relação amorosa há seis anos. "Nós queremos celebrar o que sentimos um pelo outro. Até já casamos no religioso, no dia 8 de janeiro, em uma Igreja inclusiva chamada Igreja da Comunidade Metropolitana. Foi lindo demais, muito emocionante", comenta feliz, Leonardo Carvalho.
    Entre os direitos que o novo casal adquire não há diferença alguma com qualquer outra união heterossexual. Todas as prerrogativas, tais como a sucessão de bens, pensão, plano de saúde e previdência estão garantidas com a decisão unânime do STF. O que Leonardo e Irapuã não estão tendo, entretanto, é o direito de mudar de registro. Continuarão, nos documentos de identificação, como solteiros. "Um dia o Brasil vai aprovar o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, será o próximo passo. Estamos entrando em uma nova era", comenta Irapuã. 
Compromisso    Por serem agora formalmente uma família, ambos assumem compromissos formais. Têm, conforme minuta assinada por eles no Cartório Pergentino Maia, responsabilidades de terem uma vida em comum e respeitosa, de darem apoio mútuo, cultuar valores como compreensão e afeto. Sempre garantido a individualidade. Eles até admitiram, formalmente, a obrigação de conjuntamente administrarem o lar. Tudo sem "forçar a barra", reconhecendo, assim, não estarem assumindo a união por coerção ou obrigação. Observando os dois, parecia que queriam isto à muito tempo. "Torcemos que os homossexuais façam o mesmo. Mostrem o quanto se amam e como querem os seus direitos", afirma Leonardo. Sem titubear, disseram querer ampliar a família. Irão entrar na fila para adoção.
Para comemorar a vitória, prometeram festejar muito a decisão e até sair em lua-de-mel na primeira folga que conseguirem nos empregos. Amiga e madrinha do casal, a psiquiatra, Célia Costa, foi ao Cartório presenciar o que chamou de "momento histórico". Para ela, a sociedade, apesar dos avanços, ainda é muito homofóbica e conservadora. "Temos que lutar pela inclusiva, respeitando as escolhas de cada um. Incentivo que todos possam buscar seu próprio caminho e sejam feliz como quiserem ser", comenta a fundadora da Associação de Gays e Lésbicas de Limoeiro do Norte. 
Anteriormente    Antes da decisão do STF, as uniões de pessoas de mesmo sexo eram tratadas como uma sociedade de fato, como se fosse um negócio. Assim, em caso de separação, não havia direito a pensão, por exemplo. Depois do dia 5 de maio, as relações homoafetivas passam a ser colocadas ao lado dos três tipos de famílias já reconhecidos pela Constituição: a família convencional formada com o casamento, a família decorrente da união estável e a família formada, por exemplo, pela mãe solteira e seus filhos.
De O Povo