12 de ago de 2011

Flávio Dino prevê que 2012 será melhor ano da história do turismo nacional

    O Instituto Brasileiro do Turismo (Embratur), órgão vinculado ao Ministério do Turismo, constatou que os desembarques domésticos cresceram 20,76% em relação ao mesmo período de 2010. O presidente do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), Flávio Dino, prevê que 2012 seja o melhor ano da história do turismo nacional.
    "Seja pelo grande aquecimento doméstico, pelo crescimento do número de turistas estrangeiros e a consequente aumento de divisas oriundas desta atividade econômica", declara.
    De acordo com Flávio Dino, a queda do dólar e aumento do crescimento econômico interno fez com que o Governo Federal investisse mais no setor. Além da tentativa de trazer mais turistas estrangeiros no país.
    "Nossas ações são a melhoria da nossa infraestrutura, a qualificação dos nossos serviços e de promoção da nossa imagem no exterior. Com isso, conseguir progressivamente fazer com que haja um equilíbrio no saldo desta balança entre saída e entrada de turistas, portanto importação e exportação de turismo. Nós temos a convicção que no final desta década, após os grandes eventos, nós cumpriremos a nossa meta de arrecadar por ano 20 bilhões de dólares oriundos do fluxo de turistas estrangeiros", disse o presidente da Embratur.
    Ainda de acordo com a Embratur, os desembarques estrangeiros cresceram 18,96% no primeiro semestre deste ano. O órgão visa 8 milhões e 900 mil desembarques de voos estrangeiros no país até o fim deste ano.
Do Mercado & Eventos

Maranhão: São José dos Índios, antigo "lugar dos índios" em São José de Ribamar

Maranhão deve receber 1.450% a mais de recursos do MTur do que o Rio de Janeiro

    O Maranhão é o estado que mais recebeu atenção do Ministério do Turismo, de acordo com convênios publicados este ano. A pasta, que está em crise após a Operação Voucher prender 36 pessoas suspeitas de desviar recursos destinados ao treinamento de profissionais do turismo no Amapá, é comandada pelo maranhense Pedro Novais (PMDB).
    A partir dos novos contratos, está previsto que a região receba, por exemplo, cerca de 1.450% a mais de recursos previstos do que o Rio de Janeiro. Os maranhenses podem ser beneficiados, se todos os convênios forem cumpridos, com mais de R$ 66,6 milhões, enquanto que o estado fluminense pode receber aproximadamente R$ 4,3 milhões. Segundo o site Contas Abertas, que obteve os dados junto ao Portal da Transparência, do Ministério do Planejamento, o estado é o principal destino de investimentos em convênios até o momento: cerca 13,2% do total.
    Os estados do Amapá e Roraima são os únicos que não celebraram qualquer convênio junto ao Ministério do Turismo publicado em 2011. Atrás do Maranhão, o estado de São Paulo é segundo com mais investimentos em novos contratos: R$ 55,3 milhões.
    A assessoria de imprensa do Ministério do Turismo questionou, no entanto, o valor de R$ 66, 6 milhões. E diz, sem saber justificar o levantamento do Portal Transparência, qual o valor dos convênios publicados este ano entre a pasta e o estado. Em entrevista por telefone, a assessoria informou que foram assinados dois novos convênios para o Maranhão em 2011, num total de R$ 22,8 milhões.
    Algumas obras que contam com a contribuição do ministério no Maranhão chamam atenção por um aspecto: elas são de infraestrutura urbana. Para um órgão do Executivo que cuida do turismo, o fato é curioso. Dos 42 convênios publicados neste ano, 12 são para pavimentação asfáltica, 10 para construção ou reforma de praças públicas, nove para urbanização e um para construção de ponte no município de Barra do Corda-MA. Os demais são destinados a pequenos restauros de centros turísticos do estado.
    Um convênio de R$ 20 milhões já assinado, por exemplo, irá financiar uma das principais promessas de campanha da aliada de Novais, a governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB): a Via Expressa de São Luís, que ligará duas avenidas da capital maranhense. A ligação mais forte entre a obra da Via Expressa e o turismo em São Luís é a intenção de Roseana inaugurar a nova avenida, de 5,3 quilômetros de extensão, no aniversário de 400 anos da cidade, em 8 de setembro do ano que vem. Para isso, dividiu a obra em três lotes que, somados, custarão R$ 109 milhões.
     Sobre o tipo de obra que conta com a contribuição da pasta, a assessoria do Turismo respondeu por e-mail:
    " Por meio do macroprograma Infraestrutura Pública, o Ministério do Turismo desenvolve o turismo provendo os municípios de infraestrutura adequada para a expansão da atividade turística por meio de obras de acesso, sinalização turística, recuperação de patrimônio histórico entre outras ", define o correio eletrônico.
Da Agência O Globo

No Painel da Folha de S. Paulo

Clipping Num dos grampos da PF, o secretário-executivo Frederico Costa reclama com um interlocutor dos ataques sofridos pelo ministro Pedro Novais, em particular nas revistas. "Cães e Gatos está batendo no ministro! Pesca e Cia., Casa e Jardim, Focinhos, aquela de cachorro. Nossa, vou falar... até palavras cruzadas do Picolé".

Em outra 1 Causou espécie entre aliados o alheamento do Planalto em relação à reunião que atraiu 17 governadores e vices na terça a Brasília. Em pauta, assuntos delicados para a União, como o veto dos royalties. Os presidentes da Câmara, Marco Maia (PT-RS), e do Senado, José Sarney (PMDB-AP), participaram da conversa.

Em outra 2 Veteranos dizem jamais ter visto encontro de tal gênero e porte sem representante do governo. Estranham que o palácio não tenha se mobilizado nem a posteriori, para obter relatos do que se discutiu ali
Por Renata Lo Prete

Manchetes dos jornais

Maranhão
AQUI-MA - Morreu no Motel
O ESTADO DO MARANHÃO - Aprovado projeto do Tegram;licitação sairá ainda este ano
O IMPARCIAL - Enfim, liberada licitação para terminal de grãos
Nacional
CORREIO BRASILIENSE:Oitenta mil concursados com vaga garantida
FOLHA DE S. PAULO:Dilma congelará em 2012 os gastos não obrigatórios
ESTADO DE MINAS:A farra continua
O ESTADO DE SÃO PAULO:Deputada do PMDB recebeu dinheiro desviado do Turismo
O GLOBO:Toque de recolher virtual - Contra distúrbios, Inglaterra quer censurar redes sociais
VALOR:Varejo olha crise com cautela e revê estratégias
ZERO HORA:PMDB ameaça boicotar Dilma no Congresso
Regional
DIÁRIO DO PARÁ:A sangue frio
JORNAL DO COMMERCIO:Garantia para concursado
MEIO-NORTE:Wilson pede reforço e ilegalidade da greve