4 de mar de 2011

Carnaval de São Luís(MA) 2011 - O toque das minas do bloco Netos de Nanã

    No terreiro de Umbanda, Nanã Burukê é esposa de Oxalá, mito ligado à criação do mundo. No carnaval do Maranhão, os Netos de Nanã é um bloco afro que agrega os moradores do maior quilombo urbano da América Latina: o bairro da Liberdade. Foi o único bairro de São Luís do Maranhão a receber as visitas do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e da atual presidenta Dilma Rousseff.
    O Netos de Nanã desfila no carnaval deste ano com 250 componentes. Todos moradores do bairro da Liberdade que antes migravam do seu local de origem para engrossar o cordão do Akomabu, primeiro bloco afro maranhense.
    No carnaval de São Luís uma dúzia de blocos exalta as raízes africanas fincadas no Maranhão, estado com segundo maior contingente de negros do país.
    O bloco faz parte do Grêmio Recreativo Cultural “Libertos na Noite”, Ponto de Cultura do Programa Mais Cultura do Ministério da Cultura. A cultura é redundante no local.
    Antes de receber o nome de batismo inspirado nos terreiro de minas do Maranhão o bloco se chamou As Corcoretes, do rol dos alternativos na folia da ilha. Com esse nome participou do carnaval de rua de São Luís entre 1999 e 2002, quando foi rebatizado e ganhou outro direcionamento além da festa de Momo.
    Presidido pelo filho de santo Álvaro José, originário do Terreiro das Portas Verdes do bairro do Anil, o blocoelegeu como tema com o tema em 2011, “Nanaburukê, a matriarca dos orixás”, homenagem à entidade e mãe de santo do terreiro do bairro.
    Com sede na rua Gregório de Matos, 199, na Liberdade, o bloco movimenta o bairro o ano inteiro. Tem ligação direta com a casa de cultura de tradição africana – Casa de Mina Nanã Burukê. No restante do ano lá são desenvolvidos projetos de cidadania a jovens e adultos do bairro, com raríssimas excessões, quase toso descendente de quilombolas que migraram para a capital.
    No ponto funciona um coral de percussão afro, uma escola de capoeira e também são oferecidas aulas de informática. Dois coletivos do Projovem com participação de adolescentes da Liberdade também funciona no local. Em três turnos, 180 jovens circulam diariamente pelo local.
    “Nosso foco é valorizar o que temos de bom na comunidade. Cansamos de ser destaque nas páginas policiais da mídia local”, explica Álvaro Júnior.
    Uma oficina de reciclagem de materiais tendo os orixás como inspiração resulta em alegorias para o carnaval. O carnavalesco Arturzinho Gerdane, talento do bairro descoberto pelos Netos de Nanã, assina o desenho de todas as fantasias. Este ano o bloco leva 12 orixás para o circuito de carnaval e passarela do samba. As estampas das fantasias em tom azul são desenhos de Arturzinho Gerdane. Mas o tom amarelo, em referência Oxum, senhora das águas doces e orixá que rege o ano de 2011, se destaca nas fantasias.

Assista aqui apresentação do Netos de Nanã:

Eike Batista destroi parte das obras de João Martins


João Martins em ação
    A jornalista Raquel Martins, filha do pintor João Martins, denuncia a derrubada de paineis inteiros pintados pelo artistana transloucada reforma do Hotel Glória, no Rio de Janeiro, a mando do empresário Eike Batista, o mesmo que banco o CD "400 Carnavais", com Fernando Sarney estreando como cantor no universo fonográfico.
    Nascido em Coimba (Portugal) João Martins se iniciou na arte desde os primeiros anos de vida. Quando tinha 15 anos participou de uma exposição onde apresentava bonecos de seda feitos à mão - um casal de japoneses: a "Varina de Aveiro" e o "Sebastião". O fato está registrado na edição do dia 28 de outubro de 1944 do jornal "O Ponney", de Coimbra, Ano XI, nº 238.
Painel de João Martins no Glória
Obra de João Martins destruída
    A pedido do empresário Eduardo Tapajós realizou o conjunto de obras que decoravam o hotel, tido como o mais luxuoso da cidade à época da inauguração.
    O prédio do Hotel Glória foi construído em 1920. Em 1960, portanto, 40 anos depois, João Martins fez o conjunto da obra. Até 2011, durante 51 anos, esteve totalmente preservado.Além dos seis painéis, outras 18 obras em azulejaria, no mesmo estilo, em azul e branco, foram espalhadas pelo Salão Rugendas. Tudo virou entulho por ordem de Eike Batista.
    Para saber mais sobre João Martins clique aqui.

Bloco Lilás realioza ato político pelo Dia Internacional da Mulher

    A Rede Metropolitana de São Luís pela Defesa dos Direitos da Mulher e o Conselho Municipal da Condição Feminina, CMCF, promovem ato político em comemoração ao Dia Internacional da Mulher-08 de Março no Instituto Bemcomum, localizado na Rua Caminho da Boiada, 55 – Centro. Do local haverá a concentração, a partir das 15 horas, do Bloco Lilás que percorrerá o circuito de rua do carnaval da cidade, distribuindo panfleto e fazendo pequenos pronunciamentos. 

Presidente do PT critica Banco do Brasil no twitter

O presidente nacional do Partido dos Trabalhadores, José Eduardo Dutra (SE), usou seu microblog no Twitter para criticar o funcionamento dos caixas eletrônicos do Banco do Brasil que operam no aeroporto de Brasília. “Quando o Banco do Brasil vai trocar estas máquinas do aeroporto de BSB? Cada 10 tentativas, 9 "probl na identif. do cartão".É sempre assim”, disse Dutra em seu post. Com a palavra, o BB.
Bárbara Souza do Política Hoje

Charge do dia - SponHolz

Carta para Lea T.

Xico Sá
    AMIGO TORCEDOR, amigo secador, esqueça por um momento os canalhas e os faraós que mandam no nosso futiba, esqueça as desgraças recentes do seu time do peito, deixe de lado inclusive os eufóricos triunfos. Ponha uma pedra em cima das resenhas esportivas e amoleça o seu petrificado coração de gelo.
    Meu menino, minha menina, que coisa linda a carta que o Toninho Cerezo escreveu para seu filho, sua filha. Saiu na revista "Lola" deste mês, corra, velho fanático, corra, leia o manifesto do bravo pai do Leandro -o rapaz que virou Lea T..
    Cerezo pôs toda a elegância que usava no futebol, talvez o mais conservador e machista dos ecossistemas terrenos, na sua declaração de amor incondicional. "Dois filhos em um", o título da missiva, resume com graça a história.
    Um chega pra lá, com classe, nos torcedores que o provocaram nos estádios quando Lea T. debutou no mundo fashion. Cerezo era técnico do Sport no momento em que a modelo, já célebre na Europa, tornou-se conhecida também por aqui.
    "A paternidade é livre de qualquer padrão, de qualquer critério imposto pela sociedade, filho deve ser aceito na sua totalidade, na sua integral condição de vida, independentemente da sua orientação sexual", diz o craque na bola, craque na ética.
    Meu menino, minha menina, e não é que a Lea T. repete nas passarelas e editorias de moda a mesma elegância do ex-jogador do Galo e da seleção brasileira?! Tal pai, tal filha, cada um com a sua arte.
    E pouco importa que a carta de Toninho Cerezo sirva de exemplo ou não contra o machismo no esporte. Seja no futebol ou no rúgbi. A beleza está no manifesto público de devoção pela sua criatura.
    Ninguém é obrigado, em nenhuma circunstância, a demonstrar abertamente o amor ou desamor paterno. Pode-se muito bem resumir o afeto ou o incômodo à convivência, aos muros da privacidade.
    Cerezo dividiu com todo mundo o carinho pela filha. Deixou claro que não há desgosto da sua parte. "Menino ou menina, Leandro ou Lea, não importa mais, sempre serei seu pai e você, orgulhosamente, um pedaço de mim", caprichou na carta aberta.
    É para se orgulhar mesmo, moça, seu pai mostrou que é um grande cara. Aproveito a oportunidade para deixar os parabéns. Pelo sucesso e pelo encanto radical que nos desperta. Quanta beleza, quanta ternura.
    Um beijo deste mal-diagramado cronista.
Da Folha de S. Paulo

Marco Luchesi é eleito para Academia Brasileira de Letras


O artista plástico Lobato, Lino Moreira, Luchesi e Milson Coutinho na AML
    A Academia Brasileira de Letras (ABL) elegeu ontem o professor, ensaísta e poeta carioca Marco Lucchesi, 47, para assumir a cadeira número 15, que pertencia ao padre Fernando Bastos de Ávila, morto em novembro. Com 34 dos 38 votos possíveis, ele passa a ser o mais jovem integrante da ABL. Entre suas publicações está "Meridiano Celeste & Bestiário" (ed. Record).
    Em julho de 2008, Luchessi estave no Maranhão. Participou da comemoração do centernário da Academia Maranhense de Letra em julho ministrando palestra sobre a poesia de Dante e lançandos seus livros "Memória de Ulisses" e "Meridiano celeste".

Manchetes dos jornais

AQUI-MA - Morte brutal no Jardim América
ATOS & FATOS - TJ condena Vale por acidente com morte
JORNAL EXTRA - Agora tudo é só carnaval
O ESTADO DO MARANHÃO -  Proibido uso de celular nos bancos de São Luís

NO PAÍS
CORREIO BRAZILIENSE:Após recorde no PIB, Dilma segura consumo
FOLHA DE S. PAULO:Brasil já tem o 7º PIB do mundo
O ESTADO DE MINAS:Este Pibão dá samba
O ESTADO DE S. PAULO:Consumo faz PIB recorde desde 86
O GLOBO: O PIB de 7,5% em 2010
VALOR ECONÔMICO: Ibama tem 1.675 processos na gaveta
ZERO HORA:Órgãos de trânsito anunciam mais rigor no uso do bafômetro
DIÁRIO DO PARÁ: Paysandu dispensa um time
JORNAL DO COMMERCIO:Deixe o carro em casa
MEIO-NORTE:Governos vão se unir para tratar viciados
O POVO:Brasil é a sétima economia do mundo