3 de nov de 2010

Prêmio Congresso em Foco destaca Flávio Dino e Dutra

    Encerrada à meia-noite de segunda-feira (1o), a votação da edição 2010 do Prêmio Congresso em Foco destacou dois parlamentares do Maranhão: os deputados federais Flávio Dino (PCdoB) e Domingos Dutra (PT).
    Os internautas elegeram como melhor senador Cristovam Buarque (PDT-DF), que repetiu o desempenho do ano passado. Entre os deputados, Chico Alencar (Psol-RJ) despontou na escolha dos votantes. A premiação será em 22 de novembro, em Brasília.
    Cristovam teve o maior número de votos entre todos os parlamentares que disputavam o Prêmio Congresso em Foco. Ele recebeu a aprovação de 4.128 internautas que acompanham a política brasileira. Depois dele, veio a senadora Marina Silva (PV-AC). Como candidata à Presidência da República, Marina teve mais de 19 milhões de votos. Não passou para o segundo turno, mas construiu um importante capital político.
    A senadora pelo Acre, que encerra seu mandato em 31 de janeiro do próximo ano, recebeu 3.801 votos. Em terceiro lugar ficou Eduardo Suplicy (PT-SP). O petista foi votado por 3.317 pessoas.
Câmara
Assim como Cristovam, o deputado com a maior votação pelos internautas também se reelegeu para um novo mandato na Câmara. Chico Alencar recebeu 3.075 votos no prêmio e ficou com o primeiro lugar. Em 3 de outubro, foi recordista de sufrágios no Rio de Janeiro. Tanto que, com a votação de 240,7 mil, conseguiu eleger o ex-BBB Jean Willys (Psol-RJ).
   A disputa entre os deputados no Prêmio Congresso em Foco foi eletrizante nos momentos finais. Só foi decidida nos últimos votos. Até sexta-feira (29), a bancada do Psol ocupava os três primeiros lugares. Porém, o deputado Gustavo Fruet disparou na votação e conseguiu superar os colegas de Câmara Luciana Genro (Psol-RS) e Ivan Valente (Psol-SP). “Estou fechando com chave de ouro meus 12 anos de vida pública”, afirmou Fruet.
   Serão premiados não só os mais votados pelos internautas nas categorias principais (deputados e senadores que mais bem exerceram seus mandatos em 2010). Os parlamentares mencionados na pré-seleção feita por jornalistas que cobrem a atividade política também serão premiados com placas, que serão entregues em cerimônia a ser realizada em 22 de novembro, em Brasília.
Os finalistas do Prêmio Congresso em Foco:
Senadores
Receberão troféu e diploma os três primeiros colocados
Cristovam Buarque (PDT-DF) - 4.218 votos
Marina Silva (PV-AC) - 3.801 votos
Eduardo Suplicy (PT-SP) - 3.317 votos
Receberão placas comemorativas e diploma os que ficaram de quarto a décimo lugar:
Paulo Paim (PT-RS) - 2.911 votos
Alvaro Dias (PSDB-PR) - 2.598 votos
Pedro Simon (PMDB-RS) - 2.226 votos
Arthur Virgílio (PSDB-AM) - 1.652 votos
Demóstones Torres (DEM-GO) - 1.203 votos
Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE) - 947 votos
Renato Casagrande (PSB-ES) - 908 votos

Deputados
Receberão troféu e diploma os três primeiros colocados:
Chico Alencar (Psol-RJ) - 3.075 votos
Gustavo Fruet (PSDB-PR) 2.534 votos
Luciana Genro (Psol-RS) 2.502 votos
Receberão placa comemorativa e diploma os que ficaram de quarto a décimo lugar:
Ivan Valente (Psol-SP)- 2.497 votos
Manuela d'Ávila (PCdoB-RS) - 1.753 votos
Fernando Gabeira (PV-RJ) - 1.733 votos
Luiza Erundina (PSB-SP) - 1.396 votos
Flávio Dino (PCdoB-MA) - 1.298 votos
Rita Camata (PSDB-ES) - 1.242 votos
Indio da Costa (DEM-RJ) - 1.127 votos
Receberão diploma os demais finalistas:
José Eduardo Cardozo (PT-SP) - 1.094 votos
Aldo Rebelo (PCdoB-SP) - 1.042 votos
Domingos Dutra (PT-MA) - 865 votos
José Carlos Aleluia (DEM-BA) - 817 votos
Luiz Couto (PT-PB) - 817 votos
Antonio Carlos Magalhães Neto (DEM-BA) - 806 votos
José Genoino (PT-SP) - 739 votos
Raul Jungmann (PPS-PE) - 680 votos
Ronaldo Caiado (DEM-GO) - 673 votos
Beto Albuquerque (PSB-RS) - 660 votos
Miro Teixeira (PDT-RJ) - 630 votos
Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM) - 628 votos
Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) - 566 votos
Pedro Wilson (PT-GO) - 559 votos
Maurício Rands (PT-PE) - 549 votos
Arnaldo Madeira (PSDB-SP) - 545 votos
Michel Temer (PMDB-SP) - 533 votos
Cândido Vaccarezza (PT-SP) - 510 votos
Ibsen Pinheiro (PMDB-RS) - 429 votos
Edson Duarte (PV-BA) - 297 votos
Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) - 282 votos
Do Congresso em Foco

Dilma descansa no Nordeste até sábado

    A presidente eleita Dilma Rousseff terá alguns dias para descansar depois de meses de campanha. Ela embarcou no início da tarde dessa quarta-feira (3) para uma praia isolada no Nordeste, onde deve ficar até o sábado. Dilma está acompanhada de dois assessores e dois agentes da Polícia Federal.
    Depois do pequeno recesso, a petista viajará com o presidente Lula na próxima segunda-feira. O destino deles é a Coreia do Sul. Ambos participarão, em Seul, das reuniões do G20 (grupo das 20 maiores economias do mundo). Será a primeira viagem internacional de Dilma depois de eleita.
    Antes desse compromisso, Lula irá a Moçambique, onde participa da inauguração de uma fábrica de remédios. Ao contrário do que estava previsto anteriormente, Dilma não acompanhará o presidente nessa viagem.

Ambev vendeu 20,3 milhões de hectolitros de cerveja em 2010

    Investimentos em inovações, foco em produtividade, uma política eficiente de controle de custos e o aumento real da renda disponível do consumidor aliados ao atual cenário macroeconômico do Brasil foram os fatores que influenciaram positivamente o desempenho da Ambev no terceiro trimestre desse ano. O volume total de cerveja vendido pela companhia no país chegou a 20,3 milhões de hectolitros, um aumento de 12,5% em relação ao mesmo trimestre de 2009.
    O desempenho gerou R$ 9 bilhões em impostos no Brasil nos nove primeiros meses de 2010, aumento de 17,6% em relação ao ano passado. Em 2010, a Ambev colocou em prática um plano inédito de expansão. Com investimento recorde de cerca de R$ 2 bilhões no Brasil a companhia aumentará em até 15% sua capacidade produtiva. Este investimento foi responsável pela geração de 1.830 empregos diretos entre os meses de setembro/09 e setembro/10.
    O bom desempenho da Ambev se deve, em boa parte, à atuação da companhia nas regiões Norte e Nordeste. Juntas, elas apresentaram um crescimento de 25% nos nove primeiros meses desse ano contra o mesmo período de 2009. Nessas praças a marca Brahma Fresh aumenta sua participação de mercado a cada período. Dentre outras inovações, destacam-se também os bons resultados obtidos com os novos líquidos Antarctica Sub-Zero e Skol360º; e com as embalagens em lata de 269ml e as garrafas retornáveis de 1 litro.
Da Assessoria de Comunicação

Oficina ensina a ganhar dinheiro com o lixo orgânico

    Todos os dias moradores de São Luís jogam fora cerca de 700 toneladas de lixo orgânico. Lixo orgânico é dinheiro. É comprado no quilo. O que aparentemente é sobra, como casas de banana, de abacaxi, de melancia, é na verdade parte do nosso rico dinheirinho que está saíndo pelo ralo ou pela lata de lixo.
    Neste sábado,6 de novembro, será formada a primeira turma de uma brigada especializada no aproveitamento integral do lixo orgânico que logo estará em operação nas ruas, becos e avenidas da cidade. A oficina será realizada no Sítio Panakuí. Mais informações pelo telefone (98) 3253 3372.
    A intenção é criar brigadas com vários postos avançados por bairro, condomínio, escolas, etc. A admministração pública parece não ter interesse pelo tema. Prefere contratar empresa de coleta de lixo, usando o dinheiro do povo, carregando-o por mais de 100 quilômetros para enterrá-lo.
    Por baixo, o lixo orgãnico produzido em São Luís supera R$ 2 milhões por dia, Dá mais de R$ 60 milhões ao Mês. Para calcular o custo por ano é só multiplicar 60 vezes 12. Quase R$ 1 bilhão ao ano. Esse valor não inclui a despesa pública com a coleta do lixo. É apenas a estimativa da despesa da pessoa física que produz o lixo orgânico. A conta é, portanto, muito maior.

Maranhão: Praia de Santa Maria no município de Icatu

Saudade mal cozida faz de Reginaldo Rossi ídolo brega

Miguel de Almeida
    Ele não é bonito (seria feio?): cabelo crespo, armação de óculos do tempo do Onça, calça com vinco, camisa de balconista, Reginaldo Rossi, 66, é um fenômeno brega muito antes de existir a definição. É do tempo do cafona e do kitsch.
Sucesso nas penteadeiras de putas (leia-se: jukebox) desde o final dos 1970, a partir do Norte/Nordeste, seu tipo elabora-se a cada novo trabalho: ora afoga as mágoas de amores nos braços de outras, sem pudor de se assumir como traído -um dos destaques neste "Cabaret do Rossi" é "Aceito Tudo de Você (Dor de Corno)"-, ora é o gostosão de plantão.
    A potência brega, assumida como tal, é de corte interiorano ou da periferia das grandes cidades -palco de signos conservadores, de linguagem viciada, da saudade mal cozida e da carência atávica aguçada nos descampados desabitados.
    A construção do personagem macho ferido ou macho conquistador é emblemática no universo brega. Por ser um tipo galanteador, está sujeito à caça predatória de outros semelhantes. Lembremos do mestre Waldick Soriano: "Eu Não Sou Cachorro Não".
    Ao contrário de outros ícones da constelação brega, Reginaldo Rossi é dos poucos que assume sua condição de diluidor de emoções baratas, no embalo do sax renitente e acompanhado por baterista de puteiro (aquele que dá uma e tenta duas ou outras).
INVENTOR
    Pela definição de Ezra Pound, Reginaldo Rossi seria uma espécie de inventor. Ele captura vertente ali da Jovem Guarda (guitarra chorosa, sax-comentário e batida-baile) e apimenta o figurino com o despudor da autoironia -sou corno, e daí?- e da chacota: "Bebi demais/e não me lembro sequer/o nome daquela mulher".
    O brega é o Brasil e o Brasil é o brega. Dizia o poeta Oswald de Andrade: o Brasil é um monte de gente dando adeus. Não é de hoje, portanto, que imagens desgastadas de amores vãos adoçam nossa alma cabocla e melancólica. Foi assim no passado e é agora com o brega sertanejo estampado em "Caras".
    Rossi é inventor porque também não se envergonha do que encarna, do que canta e do que espelha. Assume-se como brega e posa como o xerife do quarteirão.
Como um Woody Allen de gafieira, lá pelas tantas, no DVD, confessa: "Nos últimos tempos tenho brochado bastante". A galera vibra. E ele sorri: o ídolo brega é de carne e está sujeito a falhas.
*Miguel de Almeida é escritor, editor e foi repórter de Ilustrada nos anos 1980.
CABARET DO ROSSI
ARTISTA Reginaldo Rossi
GRAVADORA EMI
QUANTO R$ 28
CLASSIFICAÇÃO livre

Maranhão tem quinto maior número de salas de cinema do NE

    Dos nove estados do Nordeste o Maranhão é o quinto com maior número de salas de cinema, segundo o IBGE. No estado existem 28 salas de exibição, todas elas concentradas em São Luís e Imperatriz. O número de cinemas no estado é maior que em 12 unidades da federação. No entanto, o número de salas escuras é menor que a metade do encontrado na Bahia, com 71 cines.
    Durante a campanha a petista Dilma Rousseff prometeu levar uma sala de cinema para cada município. Dos 5.565 municípios brasileiros apenas 508 contam com salas de exibição, de acordo com levantamento realizado pelo IBGE em 2009. Isso significa um percentual de 9,1% das cidades brasileiras. Um terço dessas salas está em São Paulo. O estado da região sudeste conta com 722 salas de exibição. O número supera em muito o Rio de Janeiro, segunda com a maior em número de sala, com 280 cinemas.
    Para colocar um cinema em cada cidade, Dilma Rousseff disse que utilizará os recursos do Ministério da Cultura previsto no Orçamento Geral da União, OGU, em convênio com prefeituras.
    Em junho deste ano o presidente Luiz Inácio Lula da Silva lançou o programa Cinema Perto de Você com objetivo de abrir 600 salas de cinema no pais dentro de quatro anos. Em sua gestão Lula apoio a abertura de 821 cinemas no país. O programa prevê R$ 500 milhões em linhas de crédito e de investimento, correspondendo a 30% do orçamento do MINC para 20111 que é de R$ 1,6 bilhão.
Cinemas no Nordeste
Bahia – 71
Pernambuco – 60
Ceará- 36
Paraíba – 29
Maranhão – 28
Rio Grande do Norte – 16
Sergipe -15
Piauí -11
Alagoas - 7

Lista de candidatos a Ministro da Cultura inclui aliado de Sarney

Há nomes para todos os gostos. Do ator José de Abreu, conhecido pelos papeis de major e capataz, ao ministro das Relações Exteriores, Celso Amorim, são muitas e variadas as supostas candidaturas ao Ministério da Cultura (MinC).
    Apesar de até as paredes da Esplanada dos Ministérios saberem que o MinC está longe de ser peça central no xadrez do novo governo, bastou Dilma Rousseff ser eleita para que fosse a dada a largada para uma corrida com um quê de corrida maluca.
    Dentre os intelectuais ligados ao PT, Emir Sader e Marilena Chaui são dois dos nomes mais fortes. Sader articulou o encontro que deu origem ao abaixo-assinado de artistas e intelectuais a favor da candidata de Lula.
    O evento, além de chamar a atenção para Sader, teria encolhido as possibilidades de Juca Ferreira, o atual ministro, continuar no cargo.
    É que o ato foi amparado pela campanha de Rousseff, e não pelo MinC. O MinC, ao contrário, teria tido dificuldades para unir nomes da cultura em torno do PT em decorrência dos cabos-de-guerra gerados pelos projetos de alteração da Lei Rouanet e dos direitos autorais.
    Ferreira, que rompeu com o PV para apoiar Rousseff, não tem, hoje, o esteio político que a negociação de cargos, na formação de um novo governo, costuma exigir.
    Da administração Lula, surge a figura de Celso Amorim. A quem associa o nome do ministro ao presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, ou às discussões sobre o acordo do clima, cabe lembrar que, nos anos 70, ele presidiu a Embrafilme.
TV E TELEFONEMAS
    No campo do PMDB, despontam o escritor Fernando Morais, o prefeito de Ouro Preto, Ângelo Oswaldo, e o eterno candidato Marcos Vilaça, presidente da Academia Brasileira de Letras, próximo ao senador José Sarney.
    A lista contempla, ainda, os políticos de carreira: a senadora Ideli Salvatti (PT-SC), o deputado Angelo Vanhoni (PT-PR) e, no caso de o PCdoB perder o Ministério dos Esportes, a deputada Jandira Feghali (PCdoB-RJ).
    Na ala dos artistas, José de Abreu, que recepcionou Rousseff no debate da Globo e foi papagaio de pirata em seu discurso após a eleição, é tido, dentro do PT, como alguém que "apostou todas as fichas". Quem também tem dado vários telefonemas para ver se tem chances é o músico Wagner Tiso.
    Não custa lembrar que, em 2002, também eram muitos os nomes que, a esta altura do jogo, giravam na roleta da cultura. Mas, na hora H, o presidente Lula tirou da cartola o nome de Gilberto Gil.
Da Folha de S. Paulo

No Maranhão votos nulos caíram pela metade no segundo turno

    No Maranhão se aplica com precisão a correlação entre voto nulo e Índice de Desenvolvimento Humano,IDH, de acordo com pensamento de cientistas políticos. A dificuldade em lidar com as múltiplas escolhas diante da urna eletrônica pelo eleitorado de baixa escolaridade foi um dos fatores anulação do voto em grande parte dos municípios com menor IDH. Neles se registrou o maior número de votos nulos.
    Municípios maranhenses como Afonso Cunha, um dos de menor IDH do estado, o número de votos nulos no primeiro turno foi de apenas 9,14%, correspondendo a apenas  365 dos 3.995 votos válidos da cidade.  A abstenção também foi alta no muncípio mais pobre do estado: 18,45% dos eleitores deixaram de votar. Esses índices são acompanhados de perto por municípios situados no mesmo patamar de IDH como Centro Novo do Maranhão. Em Serrano, por exemplo, o número de votos nulos alcançou 12,79% do eleitorado.
   No primeiro turno das eleições, em que o eleitor teve que votar em cinco números - presidente, governador, senadores, deputado federal, deputado estadual,  282.497 eleitores anularam o voto no Maranhão, correspondendo a 8,60% do universo eleitoral. No segundo turno o índice de voto nulo foi de apenas 3,39% , correspondendo a 103.364 eleitores. Confirma então a correlação entre a redução do leque de opção e o acerto na escolha
    A eleição no estado acompanhou a queda no número de votos nulos da região Nordeste que passou de 8% para 4,7% do primeiro para o segundo turnos.

No Painel da Folha de S..Paulo

Peneira. A pedido de Dilma, os coordenadores políticos da transição vão pedir aos representantes dos partidos aliados que indiquem representante único para as futuras negociações de cargos. Colm isso, a petistas quer evitar ficar refém de dirigentes regionais das siglas.

Tucanos ainda são maioria nos estados

8O PSDB foi o partido que mais elegeu governadores nas eleições deste ano. A legenda governará oito estados do país a partir de 2011, e volta a liderar o ranking de representantes. Em seguida vem o PSB, com seis governadores eleitos, três no segundo turno. O PT e o PMDB lideram cinco estados cada um, o DEM dois, e o PMN, um.

OAB-PE vai processar autores de ataques aos nordestinos no Twitter

    A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PE), Seção Pernambuco, ingressará nesta quarta-feira (3) com representação criminal contra os autores dos ataques aos nordestinos realizados através do Twitter após o resultado da eleição, conforme matéria publicada pelo jornal O Globo. A representação da OAB-PE é contra a estudante de Direito Mayara Petruso, de São Paulo, uma das que teriam iniciado os as agressões verbais.
    De acordo com o presidente da OAB-PE, Henrique Mariano, Mayara deve responder por crime de racismo, com pena de dois a cinco anos de prisão, mais multa; e incitação pública de prática de crime (cuja pena é detenção de três a seis meses, ou multa), no caso, homicídio. Entre as mensagens postadas pela universitária, há frases como: “Nordestino não é gente. Faça um favor a SP, mate um nordestino afogado!”. No domingo (31), usuários do Twitter insatisfeitos com a vitória de Dilma começaram a postar frases como “tinham que separar o Nordeste e os bolsas vadio do Brasil” e “construindo câmara de gás no Nordeste matando geral”.

Manchetes dos jornais

AQUI-MA - Menino é morto a facão
O ESTADO DO MARANHÃO - Dilma escla Temer para coordenar transição
O IMPARCIAL - Antibióticos: Venda ainda é feita sem receita médica