27 de mar de 2010

No Radar de VEJA

A Usina Geisel

A usina Angra 1 será batizada quase três décadas depois de sua inauguração. Receberá o nome de Usina Presidente Ernesto Geisel. A ideia partiu de Edison Lobão em conversa com Lula e Dilma Rousseff. Lobão fez a proposta sob a justificativa de que foi pela determinação de Geisel que se ergueu a usina. Lula, que surgiu como figura nacional ao liderar uma greve justamente no governo Geisel, deu um o.k., com um "está bem, ele merece".
Dívida de Lobão
A propósito, foi com o apoio de Geisel que o atual ministro de Minas e Energia se lançou na política, como deputado federal. Geisel era admirador dos artigos que Lobão escrevia para jornais brasilienses nos anos 70, nos quais defendia os feitos do governo federal.




Renato Russo ganha livro e CD no aniversário de 50 anos

MARCUS PRETO
DA REPORTAGEM LOCAL

Se não tivesse morrido em 1989, Renato Russo completaria 50 anos hoje. Ainda que os fãs mais fanáticos -e ele tinha muitos- tenham se dissipado, o legado do artista continua rendendo desdobramentos.

Para o aniversário, chega às lojas nesta semana o CD "Duetos". O título é autoexplicativo. O cantor divide faixas com artistas como Dorival Caymmi, Marisa Monte, Erasmo Carlos, Caetano Veloso, Zélia Duncan, Adriana Calcanhotto, Fernanda Takai e Cássia Eller.

O projeto é do produtor Marcelo Fróes, cabeça por trás de quase todas as ações ligadas a Renato e a Legião Urbana. Ele conta que as vozes de Renato usadas nos seis duetos póstumos (Caetano, Cássia, Takai, Célia Porto, Laura Pausini e Leila Pinheiro) são sobras das gravações de "V", da Legião, e dos dois álbuns solo do cantor.

Outro lançamento é "Como Se Não Houvesse Amanhã", livro organizado pelo escritor Henrique Rodrigues, reunindo 20 contos de autores como Marcelo Moutinho, Tatiana Salem Levy, Sérgio Fantini, Miguel Sanches Neto e João Azanello Carrascoza. Cada texto parte de personagens e situações desenvolvidos por Renato nas canções da Legião Urbana.

No segundo semestre, deve sair o prometido relançamento em CD e vinil de toda a obra da Legião, além dos álbuns solo de Renato, lançados originalmente já na era digital.

Para ser lançado junto com esse material, está sendo produzido um DVD com todos os clipes protagonizados por Renato e as participações dele em alguns programas de auditório. A cantora Leila Pinheiro também finaliza CD em que interpretará só repertório do compositor.

________________________________________
DUETOS
Artista: Renato Russo
Lançamento: EMI
Quanto: R$ 30


COMO SE NÃO HOUVESSE AMANHÃ
Autor: Henrique Rodrigues (org.)
Editora: Record
Quanto: R$ 32,90 (160 pgs.)

Destaque da Semana

Justiça Eleitoral divulga vantagens de ser mesário voluntário

O cidadão brasileiro tem a chance de atuar de forma mais participar nesta eleição. Você sabe como? Seja um Mesário Voluntário. Se você estiver em situação regular perante a Justiça Eleitoral, basta se inscrever na página do TRE (ícone “Mesário Voluntário”), no disque-eleitor (0800 098 5000) ou no próprio Cartório Eleitoral.

Ao ser mesário o cidadão recebe algumas vantagens: 2 dias de folga para cada dia trabalhado como mesário; 2 dias de folga para cada dia de treinamento; certificado de serviços prestados à Justiça Eleitoral; auxílio-alimentação e preferência no desempate em concursos público (desde que previsto em edital).

Incentivando o cidadão a ser Mesário Voluntário, a Justiça Eleitoral tem por objetivo divulgar e conscientizar a população sobre a importância do seu papel no processo eleitoral. E é sempre bom lembrar, o mesário tem importante missão no processo democrático, pois é responsável por apresentar ao eleitor os meios através dos quais estes poderão exercer a sua cidadania.

Washington Oliveira divide seu apoio à "companheira" Dilma Rousseff

O deputado federal Washington Oliveira é ferino quando se refere à curta gestão do pedetista Jackson Lago na administração estadual. Para Oliveira, o governo de 27 meses de Lago teve fortes matizes tucanas, com aprovação festejada de petistas como o deputado federal Domingos Dutra. 

Ardoroso na defesa da candidatura da "companheira" Dilma Rousseff, Washington Oliveira no exercício do mandato tem percorrido o estado inteiro de braços dados  com o deputado estadual, Carlos Filho (PV), cabalando votos para a reeleição do segundo e a eleição do primeiro. Pelo que se sabe, PV tem a senadora Marina Silva (AC) como candidata à Presidência da República. Em alguns momentos Marina Silva tem  afinado seu diapasão mais  com Serra que com a  pré-candidata apoiada pelo Presidente Lula.

Carlos Filho, um deputado ausente na Assembleia e relapso com o mandato, é ex-genro da governadora Roseana Sarney(PMDB). Sua postura ideológica é de "bon vivant".  No início do mês, os companheiros da dobradinha de palanque foram até o Palácio dos Leões  levar de bandeja um aliado eleitoral, o prefeito de Coroatá Luiz Amovelar (foto). 

Espelho

Na equipe de governo de Jackson Lago dois petistas assumiram secretarias: Terezinha Fernandes, ex-deputada federal, a Secretaira de Trabalho e Economia Solidária, hoje ocupada pelo também petista José Antonio Heluy, filho da deputada estadual Helena Barros Heluy (PT); e o engenheiro petista, Ricardo Ferro, a Secretaria de Minas e Energia. Essa última ocupada no governo Roseana pelo peemedebista Fufuca Dantas.

Os tucanos estavam na Casa Civil; cujo titular era o ex-deputado estadual e ex-candidato ao governo do estado, Aderson Lago, na Secretaria de Infraestrutura e Cidades, comandada pela ex-deputada estadual Telma Pinheiro; e na Secretaria de Articulação Política, com o ex-deputado estadual Wilson Carvalho. 

Embora não tenha pintado com as cores tucanas sua equipe, a governadora Roseana Sarney deu preferência ao DEM, um adversário ferroz da "companheira" Dilma e do Presidente Lula. Ao partido que derivou do PFL, ex de Roseana, a governadora acomodou o engenheiro civil Max Barros, na Secretaria de Infraesturtura; o veterinário César Pires (DEM), na Secretaria de Educação e o delegado federal aposentado Raimundo Cutrim, na Secretaria de Segurança. Todos deputados estaduais do DEM. È um deputado do DEM, Francisco Gomes, o líder do governo na Assembleia.

Os democratas do governo Rosena Sarney são invisíveis  ao postura ideológico do deputado federal Washington Oliveira. Essa condição espera-se que ele não  repita em relação aos verdes comandados por Sarney Filho. De forma pragmática não estará colaborando coma "companheira" Dilma , diante do poderio eleitoral do filho mais novo do senador José Sarney.

Manchetes dos jornais

O DEBATE - Caso Isabella Nardoni: Casal é condenado pela morte da menina Isabella.
ATOS E FATOS - Serra bota nove pontos à frente de Dilma em pesquisa.
JORNAL A TARDE - Prefeitura de São Luís inicia o pagamento de servidores municipais na terça-feira.
CORREIO DE NOTÍCIAS - PT rejeita Roseana e parte abraçado com Dino.
JORNAL EXTRA - Flávio Dino: um Collor de Mello?
DIÁRIO DA MANHÃ - 16ª criança morre por falta de vaga em UTI.
TRIBUNAL DO NORDESTE - Fernando Sarney já está a um passo de ir pra cadeia.