22 de fev de 2011

Na agulha:O herói sem nenhum caráter na voz de Iara Rennó

Olga Simão tropeça na gramática na mensagem de início do período letivo

ESTADO DO MARANHÃO

SECRETARIA DE ESTADO DA EDUCAÇÃO

    A VOLTA AS AULAS (sic) É SEMPRE UM MOMENTO MUITO IMPORTANTE NA VIDA NÃO SÓ DOS ALUNOS COMO DE TODOS OS ENVOLVIDOS NESTA MARATONA QUE PREPARA AS NOSSAS CRIANÇAS E ADOLESCENTES PARA ENFRENTAR A VIDA.
     EM NOME DO GOVERNO DO MARANHÃO GOSTARIA DE AGRADECER AOS PROFESSORES, GESTORES, TÉCNICOS E TODO O CORPO FUNCIONAL DAS NOSSAS ESCOLAS PELO TRABALHO E EMPENHO QUE ENVIDARAM NOS ÚLTIMOS MESES PARA QUE AS AULAS COMEÇASSEM NO DIA 21 DE FEVEREIRO.
   É ESTE EMPENHO E COMPROMETIMENTO, JUNTO COM AÇÕES ADMINISTRATIVAS, QUE IRÃO MUDAR OS RUMOS DA EDUCAÇÃO DO NOSSO ESTADO.
    UM GRANDE ABRAÇO E MUITO OBRIGADA
OLGA MARIA LENZA SIMÃO

PS_ A mensagem acima, com erro gramatical no início da frase, foi distribuída pela Assessoria de Comunicação da Secretaria de Estado de Educação nesta terça-feira, 22. No entendimento da gestora estadual da educação, a crase é facultativa similarmente a relaxamentos burocráticos cotidianos, nesse caso a contração da preposição a com o artigo torna obrigatório o uso do crase.

Frente Nacional de Prefeitos participa da Hora do Planeta

    Mais uma vez, o Brasil vai promover uma grandiosa Hora do Planeta, movimento da Rede WWF em que pessoas do mundo todo apagam as luzes durante sessenta minutos, promovendo a maior mobilização mundial contra o aquecimento global. Este ano, o WWF-Brasil conduzirá a terceira edição nacional do evento em 26 de março, às 20h30min.
    A adesão da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) nesta terça-feira (22) é uma grande conquista para o movimento. “Ela representa um ganho incrível pelo efeito multiplicador da iniciativa para os municípios. A ideia é colocar o Brasil em destaque nesse movimento mundial, com uma participação intensa e criativa”, comemorou Regina Cavini, superintendente de Marketing do WWF-Brasil.
    “É nos municípios que a vida da população acontece. É preciso aproveitar o poder de engajamento das prefeituras e dos prefeitos para mobilizar a população. Quando a gente faz a mobilização chegar aos municípios, isso reflete na mudança de comportamento da sociedade. Esperamos que pelo menos 10% dos municípios brasileiros participem oficialmente do movimento”, afirmou João Coser, prefeito de Vitória (ES) e presidente da FNP, durante assinatura do termo de adesão à Hora do Planeta.

Resultado da enquete no Blog do Noblat

Quando Sarney deveria pendurar as chuteiras?
#Já deveria ter pendurado há muito tempo
85.29%
#Deveria ter pendurado há quatro anos quando se elegeu senador
2.05%
#Deveria pendurar quando terminasse seu atual mandato
2.53%
#Deveria pendurar já, de imediato
3.63%
#Não deveria pendurar
5.75%
#Não sei
0.75%

Celso Borges lança "Belle Époque" em Brasília

    O poeta maranhense Celso Borges lança nesta quarta-feira,23, em Brasília, o livro Belle Époque, e o cd Quase.
    No CD, que vem como encarte do livro e tem projeto gráfico de Andréa Pedro, o autor apresenta o silêncio como resposta ao barulho e à furia do mundo moderno.
    O livro-CD, que reúne 50 poemas escritos em cinco anos fecha uma trilogoa, segundo o Borges. Antes dele, o autor já havia lançado XXI, de 2000, e Música, em 2006. Nas obras, ele faz referências que vão da música popular brasileira às experiências sonoras de vanguarda e dialoga com mais de 50 compositores e poetas brasileiros, entre eles Chico César, Vitor Ramil, Zeca Baleiro, Assis Medeiros, Ademir Assunção, Rita Ribeiro, Sérgio Natureza, Ceumar, Micheliny Verunschk e o DJ Otávio Rodrigues.
    Celso Borges é poeta, jornalista e letrista. Ele tem parcerias com nomes como Chico César e Zeca Baleiro e já publicou cinco livros: Cantanto (1981), No Instante da Cidade (1983), Pelo Avesso (1985), Persona Non Grata (1990) e Nenhuma das Respostas Anteriores.
Serviço
Local: Livraria Café com Letras
Endereço: SCLS 203 Sul, Bloco C, loja 19.
Quando: 23/02/2011
Horário: Quarta , às 19h.
Informações: (61) 3322-4070 (61) 3322-5070
Classificação Indicativa: Livre
Do site Candango!

Flávio Dino, proferirá palestra nesta quinta,24, no auditório da OAB/MA.

    O Presidente do PCdoB/MA, ex-deputado federal Flávio Dino, proferirá palestra nesta quinta feira, 24,às 19 horas, no auditório da OAB/MA. Ele falará sobre o tema "O Advogado na atividade parlamentar".
    Flávio Dino também coordenará uma reunião da Comissão Política(Executiva) do PCdoB às 15 horas da quinta feira e por todo o dia receberá lideranças políticas em seu escritório.

Carnaval de São Luís no álbum "Carnavais do Brasil", da fotógrafa Catherine Krulik

    Carnaval, Carnival, Carnevale, Karneval, Karnawal: em qualquer idioma quer dizer alegria, profusão, contentamento. Para retratar a essência de uma das festas mais populares do mundo, a premiada fotógrafa Catherine Krulik, franco-espanhola, radicada no Brasil, reuniu 150 cliques da festa em suas múltiplas manifestações regionais na obra “Carnavais do Brasil”, da Grão Editora. O lançamento com sessão de autógrafos acontece nesta quinta-feira,24, na Livraria Cultura, em Recife (Pernambuco).
    A fotógrafa busca em cada uma das imagens sintetizar o encantamento, felicidade e comoção que o carnaval provoca nos cidadãos brasileiros, não se limitando somente ao carnaval espetacular – aquele que atrai turistas do mundo inteiro – mas sim, ao carnaval de raiz do Maracatu ao Afoxé. Para Diógenes Moura, escritor e curador de fotografia, também autor do prefácio da obra, “Carnavais do Brasil” entra numa segunda camada da fotografia. “Olhem bem para as fotografias de Catherine Krulik. Mergulhem nessa segunda camada para tentar descobrir porque não somos tão somente o país do Carnaval. E porque, mesmo assim, sabemos bordar com sangue, suor e cerveja a fantasia que poderá ir do ontem ao muito além”, destaca.
    O resultado de mais de uma década de pesquisa e muito trabalho perpassa pelos carnavais de Recife e Olinda; Zona da Mata de Pernambuco; Rio de Janeiro; São Luís do Maranhão; Salvador e São Paulo.
    “Comecei a fotografar o carnaval em 1995 quando fui para Ouro Preto, mas a ideia de um projeto mais amplo surgiu mesmo em 1997, quando passei por Olinda e Recife. Depois segui para o Rio de Janeiro, onde fiz a minha maior descoberta, inebriada pelas maravilhosas cores na passarela! Concluí o projeto catorze anos depois – em fevereiro de 2010, fotografando a folia paulistana”, afirma Catherine.
    A seleção das imagens foi feita pela também fotógrafa e designer gráfica Maristela Colucci. “Com extrema sensibilidade e muita garra para cobrir incansavelmente os agitados dias de festa, Catherine conseguiu deixar de lado o cliché do ’olhar estrangeiro’ e registrou nossos carnavais com alma brasileira. O resultado encantou a imprensa internacional e seu trabalho chegou a estampar matérias e capas de revistas nos EUA, Europa e alguns países da Ásia”.
    Aos foliões e brasileiros, a fotógrafa deixa uma mensagem: “o Brasil, essa salada étnica espalhada num território imenso, produz inúmeros carnavais; mas só podemos viver um de cada vez. É natural que alguns prefiram o carnaval de Olinda; outros, o do Rio de Janeiro; ou de Salvador, e assim por diante. Pouco importa. O que vale mesmo é se divertir e brincar”.
Sobre a fotógrafa – Catherine Krulik
    É francesa, espanhola, inglesa, brasileira. Difícil alguém combinar tantas culturas e entendimentos como essa cidadã do mundo nascida em Paris em 1965, educada em Madrid, formada em fotografia em Londres e West Surrey e residente no Brasil desde 1992. Viajante nata, Catherine Krulik tem levado a sua arte por onde passa. Participou de importantes festivais de fotografia e de diversas exposições individuais e coletivas na Inglaterra, na França e no Brasil. Suas fotos são publicadas em jornais e revistas internacionais, ampliando horizontes do Oriente ao Ocidente.
    O material sobre os carnavais brasileiros rendeu-lhe expressiva participação no Ano do Brasil na França (com exposições montadas em Paris, Vendome e Poitiers), além do prêmio FujiFilm Europress Award France ’99 e participações no Festival Internacional de Fotografia Terre d’Images, em Biarritz, França (2000) e no Festival Internacional de Fotografia Art’Image d’Avignon, França, com projeção de slides nos muros do Palais dês Papes e exposição no Espace Saint-Louis (2001)
    Este livro é resultado de mais de uma década de pesquisas e de muito trabalho. Nesse período, Catherine tornou seu olhar mais apaixonado, atento e maduro. Já era hora de arrematar essa costura, esse bordado de imagens, pessoas e lugares, revelado pouco a pouco, e agora, por completo.

Lambe-Lambe: Ilha do Livramento (Alcântara-MA), bibelô sobre o Atlântico

Foto do álbum de Gaudêncio Cunha

Foto Claudia Bayma

Antarctica escala Diretoria para campanha de Carnaval

    Em comemoração à festa mais democrática do País, a Antarctica, patrocinadora oficial do Carnaval de rua do Rio de Janeiro, estreia o comercial “Diretor para Emergências”, que celebra a folia dos brasileiros.
    O comercial, criado pela AlmapBBDO, integra a campanha "Boa é Antarctica. A Cerveja da Diretoria", lançada no ano passado.
    O filme de 30” será veiculada em canais de Tvs abertas do Rio de Janeiro, Brasília, Ceará, Goiás, Maranhão e Piauí a partir desta semana.

Pedro Novais diz que Ministério do Turismo não existe para fazer turismo

   O ministro do Turismo, Pedro Novais (foto), falou com exclusividade para o Portal PANROTAS em Brasília. "O MTur é diferente do que muitos pensam. O órgão não existe para fazer turismo", afirmou, para explicar porque já decidiu que vai cortar 20% dos gastos do ministério com a máquina administrativa, viagens e diárias de seus membros.
    Na sua opinião, o ministério precisa de técnicos especializados, mas também de administradores, advogados, economistas e especialistas de diversas áreas que possam contribuir para seu desenvolvimento como negócio. "Para o País crescer precisamos do turismo".
Do Panrotas




Carnaval do Maranhão patrocinado pelo governo do estado cega o contribuinte de tanto brilhar

Portal da decoração do artista plástico Miguel Veiga inspirado no glamour da festa
    O Carnaval da tradição patrocinado pelo governo do estado do Maranhão não tem preço, muito menos transparência. Há uma orientação subreptícia para que assim aconteça a festa que tem como slogan "É você quem brilha. E faz brilhar". Diante de tamanha fulguração os números são ofuscados. 
     É como se o contribuinte não tivesse o direiro de saber quanto custa bancar a festa cujo brilho é atribuído exclusivamente à governadora. Pelo menos assim pensam os articulistas de plantão dos órgãos de comunicação da família, explicitado até em editorial.
    No melhor governo de sua vida a governadora Roseana Sarney (PMDB) retrocede em alguns aspectos, pontualmente positivos registrados nas administrações passadas.
    Quando assumiu o governo em 1995, e lá se vão quase duas décadas, a filha do Senador José Sarney (PMDB) com a ajuda da turma da Madre Deus deu continuidade a uma prática iniciada no governo Lobão: mostrou em planilhas o custo da festa carnavalesca a seus atores e promotores. Desde o valor da contratação dos sistemas de som até o pagamento dos cachês, passando pela decoração e pagamento extra do pessoal do órgão promotor que engordam o salário no período Momesco, tudo era desnudado.
    A prática foi deixada como herança ao governo José Reinaldo Tavares (2002-2006), que assim procedeu nos anos subsequentes ao rompimento com a família.
    No ano passado, o custo da festa se transformou em bate-boca. Em matérias produzidas pela Secom o valor do incentivo cultural inicialmente teria sido de R$ 41 milhões, número corroborado pelo então vice-governador João Alberto.
    Passada a festa, entre a quarta-feira de cinzas e o lava-pratos, os secretários da Cultura, Luiz Bulcão; e da Comunicação, Sérgio Macedo, apressaram-se em desmentir os números e reduzir os gastos para R$ 19 milhões, correspondente a 60% da verba orçamentária do órgão oficial da cultura no estado.
    A comunicação oficial consegue a proeza de falar em glamour sem citar cifras em meio a tanto brilho. A coisa é tão séria que o artista plástico Miguel Veiga, autor da decoração de rua do carnaval oficial e do baile de Gala durante os governos Roseana, cita números e mais números quando se trata de geração de empregos e renda, mas na hora do dinheiro que é bom o paetê se ofusca. Veiga é um empreendedor bem sucedido. Tem fábrica e mandou fazer até uma rua para dar acesso fácil ao endereço no bairro do Anil.
    Diferente dos fofões que entregam a boneca para ver a cor do dinheiro dos foliões, a turma da Madre Deus prefere esconder as cifras sobre a folharesca fantasia do Bicho Terra. Esse governo é o bicho mesmo.
Portal do artista plástico Miguel Veiga com brincantes do tambor de crioula

Governo exclui portais maranhenses de verba publicitária do carnaval


Banner no Meio Norte

    O governo do Estado do Maranhão privilegiou portais de aliados políticos históricos, como o do jornal piauiense Meio-Norte, em detrimento de páginas na internet mantidas por empresas maranhenses, como, por exemplo, a Elo, mais antigo portal do estado. 
    A propaganda do carnaval 2011 distribuída pela Secretaria de Estado de Comunicação, Secom, foi parar na página do site do jornal do empresário Paulo Guimarães, amigo dileto do empresário Fernando Sarney.
    Nos veículos locais, a Secom colou banners em portais das empresas Pacotilha (O Imparcial), Jornal Pequeno e, é óbvio, no imirante.com do Sistema Mirante de Comunicação, de propriedade da família da governadora Roseana Sarney. A Agência VCR é responsável pela publicidade do carnaval deste ano.
    A justificativa mais plausível é divulgar o carnaval do Maranhão nos estados vizinhos, com intuito de atrair turistas. O estado do Piauí, no entanto, investe maciçamente no carnaval do litoral. Cidades como Luis Correia e Parnaíba atraem um grande número de foliões, entre eles maranhenses.

Manchete do dia


Manchetes dos jornais

AQUI-MA - Bala na Cabeça
ATOS & FATOS - Vale terá que explicar na Assembleia Legislativa falência de empresas no MA
CORREIO DE NOTÍCIAS - SES quer que cidades se responsabilizem pela saúde
JORNAL A TARDE - Vice-governador entrega plano de formação profissional a Dilma Rousseff
JORNAL EXTRA - Presidente da Assembleia corta "bocada" de deputados
JORNAL PEQUENO - Presos suspeitos de assaltar bancos em cidades do Pará e Maranhão
O DEBATE - Apresentada quadrilha que agia em vários estados
O ESTADO DO MARANHÃO - Nordeste deve crescer acima do PIB, prega Dilma
O IMPARCIAL - Prisão em bando
TRIBUNA DO NORDESTE - Governadores querem criar imposto da saúde
No país
O Globo: Kadafi bombardeia civis nas ruas e diplomatas se asilam
Folha de S. Paulo: Gaddafi massacra líbios, e parte do governo já deserta
O Estado de S. Paulo: Dissidentes líbios são bombardeados
Correio Braziliense: Líbia entra em convulsão
Valor Ecnômico: Descompasso no ritmo de obras atrasa transposição
O Estado de Minas: Corrupção policial por trás de mortes na serra
Jornal do Commercio: Dilma promete manter verbas do Nordeste
Zero Hora: Repressão na Líbia assombra o mundo
O Povo - Câmara vota hoje lei contra paredões
Diário do Pará- Policia Militar vai fazer concurso para mil vagas
Meio-Norte -Nordeste não sofrerá com cortes, fala Dilma

Frota do Tribunal de Justiça do Maranhão conta com 138 veículos, sendo 27 do tipo corolla

    O Tribunal de Justiça do Estado do Maranhão está entre os dez dos 27 do país que divulgam na internet a lista de carros oficiais à disposição do Judiciário Estadual. Dos 102 carros da frota oficial, 27 são da tipo Corolla (da fábrica Toyota) pertecentes aos gabinetes dos desembargadores e do corregedor geral de justiça. Todos eles adquiridos em 2007. Outros 36 veículos são locados pelo TJ do Maranhão. Todos da marca Gol (VW) de fabricação do ano 2009.  A frota disponível é de 138 veículos.
    O CNJ, órgão de controle do Judiciário, determina que todos os tribunais do País publiquem, até 31 de janeiro de cada ano, a lista de veículos oficiais em "espaço permanente e facilmente acessível do sítio ou portal respectivo na rede mundial de computadores", conforme  artigo 5º da Resolução 83/2009. 
    Segundo informa no link Transparência que remete para o Poertal das Finanças On Line há informações sobre os veículos (oficiais e locados) do Tribunal de Justiça do Maranhão. Os carros que foram comprados entre o ano de 2000 e 2009. Uma Kia Besta do Juizado de Trânsito, por exemplo, foi adquirida no ano 2002. Seis motos integram a frota oficial. Quase todas são da Divisão de Transporte da Corregedoria Geral de Justiça. De três não é informado o ano de fabricação.
    O presidente e vice-presidente do Poder Judiciário contam com dois carros: o do seu gabinete de desembargador e o reservado aos gabinetes dos dois cargos.

Na agulha: A banda e a cantora de Imperatriz