14 de out de 2010

Gardênia Castelo joga pá de cal sobre os pedetistas sobreviventes

    Em entrevista ao Jornal Extra publicada na edição desta quinta-feira, 14, a deputada estadual reeleita Gardênia Castelo (PSDB) dá eco à predação do legado do pedetista Jackson Lago na Ilha de São Luís. Igualmente ao pai, o prefeito João Castelo (PSDB), que em todos seus discursos não descuida de enaltecer o próprio passado e condenar de maneira corrosiva as administrações pretéritas da capital maranhense.
    Embora ocupe uma popularidade no rés do chão da ilha, considerando a avaliação de um gestor entre bom e regular, Castelo acha que está ladeado pelo “povo” quando alveja os administradores que o antecederam, quase todos sob a égide do PDT e a batuta de Jackson Lago pós Mauro Fecury.
    Castelo é um bom parceiro, da filha. Foi içado em 2008 ao comando da prefeitura com a colaboração dos mesmos pedetistas que por anos a fio administraram a cidade, acometida por "mazelas de trinta anos que nunca foram combatidas". Assim se expressa Gardênia Castelo na entrevista.
    A retribuição de Castelo e sua filha aos pedetistas que no passado e presente ainda os apoiam são críticas contumazes aos predecessores. Compartilham com ambos os 215.791 eleitores de Sâo Luís que votaram em Roseana Sarney (PMDB) e os 189.436 que deram votos a Flávio Dino (PCdoB).
    Eleita com o auxílio luxuoso da máquina municipal, Gardênia Castelo guarda enormes semelhanças com os Sarney. Ao menos nos métodos. Houvesse o destino a colocado na terra como filha do ex-presidente e presidente do Senado, homem forte de Lula e da República, seus méritos eleitorais extrapolariam os poucos redutos sob influência direta da Prefeitura de São Luís.
    Do alto de sua politização adquirida em berço esplêndido, a filha do ex-governador e ex-senador e ex-deputado federal João Castelo, hoje prefeito de São Luís, quer fazer acreditar que foi sua determinação para trabalhar pelo "povo" (aprendeu com o pai) que lhe deu a quinta maior votação entre os 42 deputados eleitos para a Assembleia Legislativa. Afinal, a filha do prefeito foi a mais votada na ilha com 25. 561 votos diante de um universo de 60.851 que a legitimaram para o primeiro mandato como eleita.

1 comentários:

Anônimo disse...

Seu Bois Ver ai Meu Blog .............Então o que ...hahah ...Fasso de Graça o seu ... e ele vai ser o melhor BLOG Do MA....pode ter certeza... Vem Na Central de Notícias e pode deixar comigo fasso em 2 Dias....GRATIS...

Postar um comentário

Comente aqui!!!