26 de out de 2010

Maranhão municia guerra entre Dilma e Serra

    O Maranhão por diversas vezes foi citado no debate entre os dois candidatos à Presidência da República no debate promovido pela Rede Record. A refinaria Premium da Petrobras no município de Bacabeira (MA) foi um dos primeiros pontos da discórdia no debate entre Dilma e Serra na Record. Para a petista a refinaria no Maranhão já é uma realidade. 
    A candidata afirmou que uma refinaria não se faz do dia para a noite e que são necessários no mínimo sete anos para que a obra seja concluída. A do Maranhão foi lançada em 2009 pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela própria Dilma Rousseff em sua única visita ao estado. Como a oposição ao grupo Sarney no estado, que usou como plataforma eleitoral a refinaria, José Serra diz que a obra ainda está no papel.
    Em outro momento do debate Dilma citou a Ferrovia Norte- Sul como exemplo de investimento no Nordeste. A obra iniciada no governo José Sarney (1985-1990) corta as regiões do Centro-Oeste, Norte e Maranhão. Envolvida em vários escândalos de corrupção, segundo Dilma Rousseff a Norte-Sul avançou significativamente no governo Lula com mais de 1000 quilômetros de construção. A ex-ministra da Casa Civil do governo Lula apontou que entre o governo Sarney e Lula foram construídos apenas 300 quilômetros da ferrovia. Como aliada de Sarney, em nome da governabilidade, Dilma enfatizou que parte das realizações antes de Lula foi realizada pelo presidente do Cruzado.
    Serra citou ainda a precariedade da saúde no estado. Prometeu construir hospitais regionais com UTIs. No Maranhão dezenas de crianças morreram em Imperatriz e também na capital por falta de oferta das unidades. Dilma Rousseff afirma que as UPAs resolvem a questão.
    O tucano acusou Dilma Rousseff de não conhecer o Nordeste. Serra esteve no Maranhão no primeiro turno das eleições. A petista não veio ao Maranhão nem no primeiro, nem no segundo turno. Com votação acima de 70% no estado, acha que aqui já ganhou, com a ajuda do grupo Sarney. Assim pensam eles.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!