11 de dez de 2010

Deputado terão móveis de quarto e sala reformados

    Um mês depois de abrir edital para redecorar cozinha e sala de jantar, a Câmara Federal agora vai reformar os móveis das salas e dos quartos dos apartamentos funcionais usados pelos deputados.
    Ao custo estimado de R$ 587 mil, será aberta no próximo dia 20 proposta para prestação de serviço, com fornecimento de material para a troca de tecidos, espumas e estrutura de pufes, cadeiras, sofás, camas e sofás-camas.
    O custo para a substituição de tecido de cada um dos 200 sofás de dois lugares, por exemplo, é de R$ 490, com gasto total estimado em R$ 98 mil. Já a troca do tecido apenas do encosto de dez sofás-camas vai sair por R$ 2,4 mil (R$ 240 cada) e os pufes de cara nova, R$ 12,3 mil.
    Em novembro, a Câmara abriu edital para a compra de geladeiras duplex “frost free’’, camas “king-size’’ e mobília completa para sala de jantar, entre outros, para os 144 apartamentos que estão sendo reformados. Já a reforma dos móveis é direcionada aos apartamentos que já estão em uso.
    A assessoria de imprensa da Casa argumenta que quer aproveitar a troca de Legislatura para melhorar os imóveis. De acordo com a assessoria, os móveis já têm mais de vinte anos de uso.
Imóveis
    A Câmara possui 432 imóveis funcionais na região central de Brasília, com 225 m2 e três quartos cada.
    Apesar disso, apenas cerca de 240 estão sendo usados pelos deputados. Os outros congressistas, mesmo os do Distrito Federal, recebem auxílio-moradia de R$ 3 mil por mês. A Câ­­mara tem 513 deputados.
    Nos últimos anos, a Mesa Diretora da Câmara chegou a discutir um projeto de venda dos imóveis, após suspeitas de irregularidades na administração e de desperdício de dinheiro público.
    A reforma dos 144 apartamentos terá um custo total de R$ 47 milhões, com previsão de término para junho do ano que vem.
Da Folha de S. Paulo

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!