14 de dez de 2010

Mais de 15 mil presos farão provas do Enem

    Os cerca de 15 mil presos, matriculados no Exame Nacional do Ensino Médio, farão a prova nos dias 15 e 16 de dezembro. Conforme o Diário Oficial da União, o primeiro dia de prova, irá coincidir com a data dos candidatos que tiveram problema com as provas amarelas.
    Não existe distinção nas provas feitas por estudantes e por presos. Mais de 600 unidades prisionais e socioeducativas das 27 unidades da Federação participarão da prova. Os responsáveis pedagógicos em cada uma desses pontos inscreveram os interessados.
    No dia 15 os presos responderão às questões ligadas a ciências humanas e ciências da natureza. Já no dia 16, enfrentarão provas de linguagem (que inclui redação) e matemática. Os candidatos que terão direito a novas provas serão comunicados pelo Inep, até o dia 10, por torpedo no celular, e-mail e telefone.
    “Dentro do sistema carcerário brasileiro, desconhecido por boa parte da população brasileira e de famílias de presidiários, os presos têm direito à educação”, declara a tutora do Portal Educação, Emileide da Costa.
    Quanto aos estudantes que tiveram problemas, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), órgão do Ministério da Educação (MEC) responsável pelo Enem, informará até o fim desta semana, o número de estudantes, por Estado, que farão as novas provas.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!