8 de dez de 2010

Pedro Novais destinou R$ 10 mi em emendas para Minisério do Turismo

    Convidado por Dilma Rousseff para assumir o Ministério do Turismo, o deputado Pedro Novais (PMDB-MA) destinou R$ 10 milhões, o equivalente 77% do valor total das emendas a que tem direito no Orçamento de 2011, para a pasta que deve comandar no próximo ano.
    Em 2009, Novais também priorizou os projetos de infraestrutura turística no Maranhão, apresentando R$ 7,7 milhões, ou 64%, em emendas para o Turismo, ministério que depende dos deputados e senadores para aumentar seu orçamento enxuto.
    Em razão do volume de emendas, e de seu rápido crescimento, o ministério se transformou em alvo dos órgãos de controle. Questionado se há possibilidade de suas emendas criarem constrangimento ao governo, o deputado afirma que está atendendo à "demanda do eleitorado". "O Orçamento está aberto a ser emendado", disse. Veterano nas comissões de Orçamento e Finanças da Câmara, Novais, 79, está em seu sexto mandato.
    Apesar de integrar a Comissão à época escapou ileso do escândalo Anões do orçamento, um dos maiores que se abateram sobre o congresso, e que resultou, em 1994, no pedido de cassação de 18 congressistas.
    Desses, 8 foram obsolvidos, 6 foram cassados e 4 renunciaram para escapar do processo.
"Não fui investigado porque não tive nenhum tipo de envolvimento e meu nome foi sequer mensionado, pelo que me conste", afirmou.
    Cauteloso, Novais disse, mesmo depois da visita à casa de Dilma, que o convite ainda não foi oficializado.
    O deputado é do grupo político do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Sua indicação sofria, entretanto, resistência do senador renan Calheiros (PMDB-AL)
Da Folha de S. Paulo

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!