16 de fev de 2011

Maranhenses fazem viagem de volta em ônibus clandestinos do ex-deputado Hildebrando Pascoal

    O ponto de embarque é no Bairro Botafogo, em Campinas. Os passageiros aguardam nas calçadas para embarcar em um ônibus velho, sem cinto de segurança e com precárias condições de higiene. A situação se repete de terça-feira e de domingo, quando os transportes clandestinos oferecido por uma agência de turismo com destino ao Nordeste.
    A viagem em condições precárias é feita entre Campinas e São Luís (MA). Dentro do bagageiro vai de tudo, até uma moto foi flagrada sendo carregada. A diferença de R$ 125 no preço da passagem é que faz tanta gente procurar a agência de viagens que nem logotipo tem na fachada.Segundo a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), responsável pela fiscalização, o dono da empresa de transporte é o ex-deputado federal Hildebrando Pascoal ( que cortava gente com moto-serra), o político do Acre que foi cassado há mais de dez anos e cumpre pena por corrupção, tráfico de drogas e assassinato.
    O local tem alvará da prefeitura, mas não poderia vender passagens para uma linha regular que opera sem permissão e fora da estação rodoviária. Segundo a ANTT, a empresa nominada de TCB simula contratos de aluguel de ônibus e aluga trechos da linha para outras empresas ou pessoas físicas. A empresa procurada, mas o telefone que consta no registro da agência reguladora não existe.
    Há total falta de preocupação com a irregularidade na venda das passagens, a falta de fiscalização da Polícia Rodoviária e outros veículos que operam nas mesmas condições em outras linhas.
Da Emissora Pioneiras de Televisão

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!