27 de abr de 2011

Turista de São Paulo morre durante acidente em Barreirinhas

    Barreirinhas, localizada a 260km de São Luís, é um dos principais Pólos Turísticos e de Lazer do País, principalmente, por ser portão de entrada para os Lençóis Maranhenses - verdadeiro santuário da natureza, com 155 mil hectares de dunas, rios, lagoas e manguezais.
    Apesar da beleza e singularidade, dois fatos desagradáveis ocorreram nesse final de semana envolvendo turistas que visitavam a cidade. Segundo informações apuradas pelo Blog, um toyoteiro bêbado atropelou uma turista nas dunas de Barreirinhas e um carro de um grupo de turistas do estado de São Paulo, que voltava de uma excursão aos Lençóis Maranhenses, capotou na estrada e caiu em um igarapé nas proximidades do município de Humberto de Campos.
    Feridos, os turistas foram levados para o Hospital de Humberto de Campos, mas devido a estrutura inadequada do local para prestar atendimento, Raul Melo Jr., 48 anos, veio a falecer. Naquele momento, não havia sequer uma ambulância para transportar os feridos a São Luís. A vítima fatal visitava os Lençóis acompanhado da esposa, filha e genro.
    Isso é inadmissível! Onde estão as autoridades competentes para colocar limites? Um bom destino turístico passa também pelo enfrentamento e fiscalização constante a esse tipo de prática. Talvez se tivesse um atendimento de urgência e emergência eficaz bem como profissionais preparados para trabalhar no destino turístico, a vida de Raul Melo Jr. fosse poupada.
    Pensemos nisso: A luta por um turismo de qualidade, sustentável, passa por todas essas questões, envolvendo diretamente a qualidade de vida em todos os aspectos e relações bem construídas com os outros.
Do Blog Cazombando 

1 comentários:

Anônimo disse...

Obrigada pelo post...espero que as pessoas e autoridades maranhenses tenham mais consciência...sou uma das sobreviventes do acidente. O Raul não era meu pai, conforme postado e sim meu padrasto. Tenho certeza absoluta que se não fosse devido à falta de estrutura na área da saúde, o Raul ainda estaria vivo. O médico do hospital de Humberto Campos nos liberou sem nem sequer prestar os primeiros socorros...nos encaminhou direto à São Luiz, porém devido à gravidade do acidente, o Raul faleceu na estrada. Isso sem falar na precariedade das estradas. O carro capotou porque uma mulher atravessou a estrada e tentamos desviar dela...infelizmente esse fato marcará pra sempre nossas vidas..

Postar um comentário

Comente aqui!!!