19 de mai de 2011

Artistas protestam diante das pendências do programa Mais Cultura em encontro promovido pelo Minc

Maranhão, Piauí e Bahia foram os únicos estados do Nordeste que não organizaram caravanas para participar do 8º Encontro Rumo à Cidadania Cultural, ocorrido em Recife (PE) na terça-feira,17,  que percorre todo o país desde o início do mês de abril.
    O objetivo inicial do evento era discutir a construção e o realinhamento das políticas desenvolvidas pela Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural, do Ministério da Cultura, mas o Encontro se transformou em um verdadeiro tribunal de contas, de cobrança de contas atrasadas.
    Os representantes estaduais das secretarias e fundações do NE marcaram presença.
    A nova Secretaria incorporou outras duas – da Cidadania Cultural e da Diversidade Cultural – e a titular da pasta, Marta Porto, encarou o descontentamento de artistas, produtores e agentes culturais diante das pendências no repasse de recursos do programa Mais Cultura, que responde pelo funcionamento de ações como Pontos de Cultura, Cine Mais Cultura, Agentes de Leitura, Bibliotecas Mais Cultura, Pontos de Memória, entre outras iniciativas.
    “Estamos em mutirão no MinC para encaminhar e resolver todas as pendências do Mais Cultura. Queremos criar uma nova sistemática de trabalho para evitar a recorrência de erros”, reconheceu Marta Porto. “Mas lamento informar aos que perderam prazos: não temos mais como repassar os recursos. Verificaremos se temos outras maneiras de sanar essas pendências”, disse, para revolta geral de quem tem verbas vencidas e não recebidas desde 2008.
    Além de perder o foco, pois nada foi debatido para construir e realinhar as políticas desenvolvidas pela Secretaria de Cidadania e Diversidade Cultural (SCDC), a programação do Encontro também foi prejudicada pela saída antecipada da própria secretária Marta Porto, que tinha compromisso agendado no Rio de Janeiro e passou pouco mais de uma hora no auditório da Federação das Indústrias de PE – Fiepe, fato que acabou dispersando a plateia formada por cerca de 500 pessoas:
    “É um desrespeito conosco, que viajamos centenas de quilômetros para conversar com a secretária”, era a frase mais ouvida entre os participantes. Em seu lugar, ficou César Piva, coordenador geral do programa Cultura Viva da SCDC. O Mais Cultura é um desdobramento do programa Cultura Viva.
Além de Marta Porto e César Piva, o Encontro contou com a presença do potiguar Fábio Lima, atual titular do Ministério da Cultura no Nordeste; o secretário estadual de Cultura da Paraíba, o músico Chico César; o secretário municipal de Cultura do Recife Renato Lins; de Antônia Rangel, também da SCDC, entre outros coadjuvantes, pois nenhum deles teve chance de falar durante o evento.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!