1 de mai de 2011

Bebês (para quem curte)

“Bebês”: um gracioso documentário sobre quatro crianças de culturas completamente diferentes
Domitila Becker
    Quatro países, quatro crianças, quatro câmeras, 365 dias. Foi assim que diretor francês Thomas Balmès montou o documentário “Bebês“, em cartaz no Brasil desde 15 de abril.
A história acompanha a evolução e as descobertas, do nascimento aos primeiros passos, de Ponijao, um bebê de uma tribo na Namíbia; Bayarjargal, que vive numa tenda na Mongólia; Mari, que mora num arranha-céu de Tóquio; e Hattie, filha de um casal moderno e culto de San Francisco, nos Estados Unidos.
    As experiências captadas pelas lentes de Balmès mostram contrastes inevitáveis entre culturas tão diferentes. Enquanto Hattie, por exemplo, se alimenta por meio de uma mamadeira, cujo leite sua mãe extrai todos os dias de si própria com uma bomba de sucção, Ponijao serve-se do leite de todas as mães de sua tribo, que se revezam no cuidado aos bebês. Mas o que impressiona no documentário, além dos encantadores protagonistas, são os acontecimentos naturais e universais dos primeiros meses de vida de todo ser humano.
    O filme dura uma hora e meia e quase não possui falas. Portanto, quem não se derrete com crianças, pode não ter paciência para ir até o fim. Confira o trailer abaixo e decida por si próprio:
Da Coluna do Ricardo Setti
VEJA O TRAILLER:

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!