18 de jul de 2011

Projeto prevê seguro de vida para jornalistas em locais perigosos

    A Câmara analisa um projeto, do deputado Sandes Júnior (PP-GO), que obriga as empresas jornalísticas a contratar seguro de vida, com cobertura relativa a riscos de morte e invalidez, a jornalistas profissionais transferidos para áreas de conflito.
    O texto, idêntico a dois outros que tramitaram na Casa, mas foram arquivados, prevê o pagamento de apólices de seguro de no mínimo mil salários mínimos, cerca de R$ 545 mil para familiares do profissional em caso de acidente.
    Segundo o deputado Sandes Júnior, os jornalistas são, muitas vezes, obrigados a trabalhar em locais que não oferecem segurança suficiente, então o respaldo é necessário. O projeto será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; de Trabalho, de Administração e Serviço Público; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!