9 de ago de 2011

Crônica das mortes anunciadas por Ciro Gomes

"A saída de Jobim foi uma crônica de uma morte anunciada. Mas virão outras. São graves as situações dos Ministérios das Cidades, do Turismo, do Transporte e da Petrobrás. Pode fazer uma fila aí. Hoje Brasília vive o segredo do polichinelo. A imprensa escolhe o escândalo que quer novelizar"

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!