1 de set de 2011

Recursos do PAC servem para canalizar esgoto a céu aberto em São Luís do Maranhão

    Uma obra do Programa de Acelaração do Crescimento, PAC,  do Governo Federal em São Luís do Maranhão sob responsabilidade da Prefeitura da capital  contribui para o compometimento da qualidade de vida da população. Com orçamento de R$ 7,6 milhões do Ministério das Cidades, financiados pela Caixa, a canalização do Rio Gangan, na região do bairro do Turu, enquadrada no programa de denagem urbana sustentável, sinaliza se tansformar em um tormento futuro para as supostamente 250 mil famílias  beneficadas.
   
    Ao invés do rio Gangan, no canal escoa hoje um grande volume de esgoto não tratado proveniente de residências das Vilas Vicente Fialho, Cruzado, condominios do PAR (Programa de Arrendamento Residencial) e de unidades do programa Minha Casa, Minha Vida.
     Iniciada em setembro de 2010 pela Secretaria Muncipal de Obras e Serviços Públicos, Semosp, a canalização do Gangan, sob pretexto de evitar as enchentes de casas nas próximidades do antigo leito do rio, faz parte do programa de obras estruturantes do prefeito João Castelo (PSDB), previsto consumir recursos da ordem de R$ 36 milhões.
    A prefeitura responsabiliza a Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão, CAEMA, pelo tratamento do esgoto in natura despejado no canal do antigo Rio Gangan. Blocos residenciais construídos pelo programa Minha Casa, Minha Vida próximos à margem do rio não contam com estação de tratamento, afrontando um lei estadual que obriga a instalação do equipamento. A liberação para a construção nessa área, trecho com mata nativa ainda existente na cidade, é fornecida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente.  
    A primeira etapa da obra, no trecho compreendido entre a Rua Cel. Eurípedes Bezerra e a avenida São Luís Rei de França, estava prevista para ser concluída no ano passado. A Geotec Construções, responsável pela obra, mantém  atualmente no local menos de dez homens trabalhando e duas ou três caçambas para transportar o material de escavações.É mais um PAC que empaca no Maranhão.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!