28 de out de 2011

No Painel da Folha

Por Renata Lo Prete
A queda de Orlando Silva teve ao menos um efeito positivo para o PC do B. Havia chance real de os comunistas do Brasil serem limados do primeiro escalão na reforma ministerial prevista o início de 2012. Com a ida de Aldo Rebelo para o Esporte, a pequena sigla "ficou".
    O mesmo não pode ser dito de seus outros cargos de peso na máquina federal. Aposta-se que em novembro, ao fim do mandato de Haroldo Lima no comando da ANP (Agência Nacional do Petróleo), o cargo vá para outro partido. Também há chance de o PC do B rodar da presidência da Embratur quando Flávio Dino virar candidato à Prefeitura de São Luís.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!