11 de mai. de 2010

Secretário de Castelo, arquiteto mantém escritório a todo vapor no Olho D´Água

O prefeito João Castelo (PSDB) logo depois de eleito com a ajuda do então governador Jackson Lago (PDT) passou a escolher entre amigos sua equipe administrativa.

No rol das escolhas pessoais do prefeito tucano o arquiteto Domingos Brito foi um dos primeiros nomeados.Colega da deputada Gardênia Castelo, Brito é especializado em arquitetura hospitalar pela Universidade Gama Filho, uma das renomadas instituições privadas de ensino superior nas décadas de 1970 e 1980.

Nomeado para a Secretaria de Terras Habitação e Urbanismo de São Luís, o arquiteto afronta o Estatuto do Servidor público mantendo um escritório a pleno vapor na avenida. Vale do Pimenta, Q. 1, N. 05, Olho D'Água. A placa na fachada do escritório escancara a ilegalidade.

E não se restringe apenas ao escritório a atuação ilegal do arquiteto Domingos Brito. Como titular da pasta que concede licenças para construção no município, o arquiteto premiado na Bienal de Arquitetura de São Paulo com projeto do Hospital Central de Emergência a ser construído pela prefeitura de São Luís, tem feito negócios que causam repúdio da classe.

Autor de projetos da sede da EMAP, da Cidade do Judiciário em Caxias e de um suposto projeto de urbanismo e sistema viário de São Luís, entre outros, o arquiteto, tanto quanto seu chefe maior, ao assumir o cargo prometeu adequar a cidade ao turismo a partir da implementação do tal projeto. O envolvimento com seus negócios particulares, porém, não tem permitido que ele se destaque na pasta.

1 comentários:

jc.poso disse...

O pior de tudo isso, o titular da Pasta da SEMURH, que não sei de que foram há compatibilidade de tempo para exercer a função empresa´rio e funcionário público comissionado, ou seja, a disposição 24 hs para Muncípio de São Luís, não atende a população na SEMURH que paga o vultuoso salário de no mínimo R$10.000 (caso para TCE divulgar através do art. 18 da LRF que é o dispositivo condutor da matéria aqui tratada), há não ser com audiência pré-agendada. mas como agenda como o Titular Brito? pois só se tem notícias que ele está viajando, está em reuniões e almoçando. E tem mais, estas viagens não se reveste em prestações de serviço, haja vista que na SEMURH os processos que são para solucionar a vida do contribuinte somem, não tem veículo para deslocamento dos servidores FAZEREM AS MEDIÇÕES, falta materias de expediente, É UM VERDADEIRO DEUS NOS ACUDA!!!!! SERIA DE BOM TAMANHO O PREFEITO COLOCAR EM PRÁTICA O CONTROLE INTERNO/AUDITAGEM E UMA CORREIÇÃO ADMINISTRATIVA ORDINÁRIA NESTA SECRETARIA.

Postar um comentário

Comente aqui!!!