25 de ago de 2010

No Radar on-line de VEJA.COM: Lago na mira do TSE

     Chegou há uma semana ao gabinete do ministro Hamilton Carvalhido parecer do procurador-geral da República, Roberto Gurgel que considera Jackson Lago ficha-suja. Ano passado, o candidato a governador teve seu mandato de chefe do Executivo local cassado pelo próprio TSE por compra de votos. O Ministério Público no Maranhão quis barrar a candidatura, mas o TRE/MA absolveu-o por entender que a Lei da Ficha Limpa não retroage.
     O MP recorreu da decisão do TRE/MA e, agora, Gurgel opinou por impedir a candidatura de Lago perante o TSE. A julgar por suas posições anteriores, Carvalhido deve apresentar voto contrário ao registro na Corte Superior. O caso dele é o primeiro de candidatos a governo estadual que deve ser julgados em plenário – não entrou, contudo, na pauta de ontem à noite.
Por Lauro Jardim

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!