20 de out de 2010

Entidades protestam contra interferência do governo em sindicatos

   O Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior – Andes-SN promove, nesta quinta-feira (21/10), ato público em protesto contra a interferência do governo nos sindicatos e contra a criminalização dos movimentos sociais.
    A concentração está programada para ocorrer em frente ao Ministério do Trabalho e Emprego – MTE, a partir das 9 horas. O ato reunirá, além dos professores universitários, representantes de entidades sindicais e populares, de estudantes, sem-terra e sem-teto.
Caso Andes-SN
    Desde maio, o ANDES-SN não pode mais representar uma parcela dos docentes do ensino superior do estado de Santa Catarina, apesar de decisão transitada em julgado no Supremo Tribunal Federal – STF e Superior Tribunal de Justiça - STJ que o reconhece como legítimo representante dos docentes de todo o território nacional.
    Isso porque um ato administrativo do MTE, em total desacordo com a legislação brasileira, atribuiu a uma outra entidade a responsabilidade pela representação sindical dos docentes das universidades federais daquele estado.
    “O Andes-SN representa mais de 70 mil docentes e continua em expansão. Não admite a cobrança de nenhuma taxa sindical compulsória: mantém-se unicamente da contribuição direta e autorizada dos seus sindicalizados. Condena toda e qualquer submissão dos sindicatos aos governos e aos patrões. E, justamente por manter essa independência, sempre se colocou como obstáculo àqueles que tentam entregar a educação brasileira ao mercado”, afirma a presidente da entidade, Marina Barbosa Pinto.
Da Assessoria de Comunicação

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!