15 de dez de 2010

Aumento de caso de lesão corporal seguido de morte no Maranhão foi de 175% entre 2008 e 2009

    Documento divulgado pelo Anuário 2010 do Forum Brasileiro de Segurança Pública apontam que no Maranhão houve um incremento de 175% nas estatísticas de lesões corporais seguidas de morte entre 2008 e 2008. O estado é líder nesta modalidade de violência no Nordeste.
    Por outro lado, houve redução de 30,1% no número de homicídios dolosos (intencionais) no Maranhão. De acordo com os dados divulgados no Anuário em 2008 foram 1.012 crimes dessa natureza, havendo uma queda para 714 em 2009.  O registro ocorreu entre o segundo ano do governo Jackson Lago (PDT) e o primeiro ano do governo Roseana Sarney (PMDB). Foi a maior redução entre os nove estados da região Nordeste.
    Nesse período o aumento das despesas do Governo do Estado com Segurança Pública foi de 30,4%, passando de R$ 520 milhões  para R$ 678 milhões.
    Segundo ainda o relatório a média nacional de homicídio em 2009 ficou na casa de 25 ocorrências para cada 100 mil habitantes. O índice é considerado estável já que em 2008 a média foi de 24,9 casos para cada grupo de 200 mil pessoas.

1 comentários:

JONAS PEREIRA DE IMPERATRIZ disse...

Amigo blogueiro,é com muita tristeza que comento a sua postagem,mas aqui no Maranhão como em quase todos os estados da federação brasileira há uma defasagem tanto no contigente policial quanto nos investimentos em segurança pública.Os governos não estão procupados com as segurunça da grande parte da população de nosso Brasi.
Aqui no nosso estado a defasagem no contingente é abrupta,e nos últimos governos não temos visto a realização de concursos públicos para a admissão de mais políciais,esperamos muito que a nossa Ilustre Governadora promova mais segurança para todos nós maranhenses.
Até aqui tenho dito!
ass.Jonas Pereira de Sousa Lima(jhonas37@hotmail.com)

Postar um comentário

Comente aqui!!!