30 de dez de 2010

Indicado à Eletrobrás figurou em grampo da PF

    Citado como provável presidente da estatal Eletrobrás, o engenheiro Flavio Decat teve seu nome envolvido, em 2009, em investigação da Polícia Federal. Numa gravação, o empresário Fernando Sarney pede ao pai, senador José Sarney, para acomodar na Eletrobrás o amigo Decat, que foi presidente da Eletronuclear. Três meses depois ele virou diretor de Distribuição da estatal, onde permaneceu até abril deste ano.
Chamado
No telefonema ao pai, Fernando Sarney lembrou “daquele amigo lá do Rio” que esperava um “chamado”. Sarney marcou reunião no Senado.
Ataque
Fernando Sarney também contou ao pai, em outro telefonema, que iria “atacar” apadrinhados, para liberar verbas a entidades ligadas à família.
Troca ruim
Haverá reação: Flávio Decat substituiria na Eletrobrás a José Antonio Muniz, um dos executivos mais admirados e íntegros do setor elétrico.

Do claudiohumberto.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!