5 de dez de 2010

Livro e exposições marcam 2011 como Ano da Itália no Brasil

    A imigração italiana no Brasil foi intensa no final do século XIX e início do XX, deixando um precioso legado para a cultura do país. As referências são diversas, em áreas como artes plásticas, música, arquitetura, religião, entre outras. Para tratar desta questão, tão presente em nosso dia-a-dia, os historiadores Alexandre Hecker, professor da Universidade Mackenzie (Brasil), e Vittorio Cappelli, professor da Universidade da Calábria (Itália), lançaram, recentemente, na Itália, o livro Italiane InBrasile – rotte migratorie e percorsi culturali (Editora Rubbettino).
    No próximo ano - consagrado o Ano da Itália no Brasil - a obra chegará ao nosso território. Trata-se de um livro que abrange os vários aspectos da influência dos italianos na cultura brasileira, não só circunscrita ao sul e sudeste.
    O livro traz artigos de vários pesquisadores. A presença italiana no bairro do Bexiga, em São Paulo, a festa de Nossa Senhora Achiropita, também no Bexiga, a música de Adoniran Barbosa, o mito de Garibaldi e a presença italiana no Norte e Nordeste do Brasil são alguns dos temas tratados.
    Além do lançamento do livro, o ano será ainda marcado por outras ações que mesclam as duas culturas. No Memorial da Imigração está prevista uma exposição, com a curadoria de Hecker, sobre a história dos italianos no Brasil. O Instituto Italiano de Cultura e a Embaixada Italiana no Brasil também estão preparado outras atividades para lembrar o quanto é extensa e importante a influência dos italianos na vida dos brasileiros.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!