21 de jan de 2011

Amigos das bibliotecas no Maranhão escolhem diretoria coincidente com mandato de Roseana

    Diretora Administrativa-Financeira da Fundação de Previdência Complementar  da CEMAR; amiga de Fernando Sarney, o indiciado; e de uma pá de socialites, a administradora Maria Teresa de Lima Martins encontra tempo e disposição para presidir a Sociedade de Amigos das Bibliotecas do Maranhão, SAB/MA. A menos que como bom literato possua um alter ego para responder pelas atividades na dita sociedade.
    Neste sábado,22, os amigos se encontrarão na Casa de Josué Montello para eleger a diretoria da entidade para o quatriênio 2011/2014, mesmo período do quarto mandato da governadora Roseana Sarney (PMDB). Mera coincidência.
    Com o menor número de bibliotecas do país, o Maranhão tem carência de sociedades da natureza da SAB/MA, sem fins lucrativos e voltada para a "difusão e hábito da leitura". Quão nobre são as intenções da sociedade que optou pelo silêncio cúmplice diante do fechamento por mais de dois anos da Biblioteca Pública Benedito Leite, referência de São Luís.
    Nada que provoque um choque ou curto circuito nas relações da dita com o poder. Nem mesmo a Sociedade de Amigos da Benedito Leite resmungou diante da exclusão do órgão entre as prioridades da Secretaria de Estado da Cultura. Se é que existem fora do circuito Madre Deus.
    Chavões à parte, Maria Teresa de Lima Martins é contumazmente escolhida pelo colunista Pergentino Holanda para distribuir convites de festas chics. É proeminente nos eventos badalados. Frequentemente figura em fotos ao lado dos ocupantes do poder no Estado. Isso não quer dizer que a inclusão de um projeto da Sociedade entre os selecionados pela Secma tenha algum toque pessoal.

SOCIEDADE DE AMIGOS DAS BIBLIOTECAS DO MARANHÃO - SAB/MAMARIA TERESA DE LIMA MARTINSLITERATURALEITURA NO BAIRRO

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!