17 de mai de 2011

Secom ignora vaias a Bulcão e presença do deputado Zé Carlos da Caixa

    A Secretaria de Comunicação Social corrobora a distinção entre jornalista e assessor em matéria sobre a abertura da VI Semana de Teatro do Maranhão. Na ansiedade de resguardar o secretário da Cultura, integrante da equipe de governo, ignorou os protestos e vaias endereçados à autoridade, e de quebra a presença de um deputado estadual na cerimônia, Zé Carlos da Caixa(do PT aliado de Roseana Sarney), que chegou a discursar. Seguiu à risca o manual de prestigitação do bom jornalismo cultivado no sistema de comunicação consorciado à Secom. Ensina-nos que tudo são flores quando se é governo.
Semana do Teatro é aberta com chuva de flores e prossegue nesta quarta (18)
    Uma chuva de flores marcou a abertura da VI Semana do Teatro do Maranhão, na noite desta segunda-feira (16), no Teatro Arthur Azevedo. Participaram da cerimônia o secretário de Estado da Cultura, Luís Henrique Bulcão; o diretor do TAA, Roberto Brandão; representante do Convention & Visitors Bureau, Nan Sousa; superintendente da Caixa no Maranhão, Valdemilson Nascimento, além de teatrólogos, atores, diretores e estudantes.
    O Ato de Desagravo com chuva de flores sobre a platéia foi uma resposta ao episódio ocorrido no dia 6 de maio, classificado como vandalismo pela direção da casa. As flores foram seguidas por aplausos dos presentes. Na abertura, houve a apresentação do espetáculo “Quando ando em pedaços ou nota sobre minha mãe”, do grupo Paula Pi, de São Paulo.
    O secretário Luís Bulcão destacou que a Semana do Teatro do Maranhão é um evento democrático, dando oportunidade para que os artistas se unam para discutir o teatro e mostrar talento nos palcos. “Queremos também resgatar os tempos áureos do teatro maranhense, época de Tácito Borralho, Aldo Leite e Reynaldo Faray. Sabemos que isso é possível”, enfatizou Luís Henrique Bulcão.
   Roberto Brandão destacou que a iniciativa tem o propósito de aproximar o público da arte. “Teremos também espetáculos a céu aberto, nas praças e outros locais”, disse. Domingos Tourinho, diretor do Centro de Artes Cênicas do Maranhão (Cacem) e membro da Comissão Organizadora da Semana, informou que a iniciativa contempla a participação de grupos de diversos municípios e de outros estados da federação. “Temos conosco, na comissão organizadora, pessoas que entendem a fundo de teatro, como arte-educadores, professores, atores e atrizes”, disse Tourinho.
    A VI Semana do Teatro no Maranhão inclui apresentação de espetáculos, oficinas e cursos, lançamento de livros, mesas-redondas, vivências, cortejo com artistas e um elenco de atores maranhenses, além de convidados de outros estados. A iniciativa é do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Cultura, com apoio do Sesc e Caixa.
    Em São Luís, o evento se estenderá até o domingo (22) e contará com participação de 25 companhias. Os espetáculos acontecerão nos Teatros Arthur Azevedo, Alcione Nazaré, João do Vale, além das praças João Lisboa e Nauro Machado, Centro de Artes Cênicas e Galeria Ecimuseum (Rua 14 Julho, na Praia Grande). Também será levado às cidades de Açailândia, Vargem Grande, Humberto de Campos, Cantanhede, Rosário e Miranda do Norte, no período de 28 de maio a 3 de junho.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!