18 de mai de 2011

VI Semana de Teatro do Maranhão - Programação de hoje



“O PRINCIPIO DOS TRÊS ERRES” - CIA Teatro La Oficina – MA 19/05 10h – Teatro Arthur Azevedo
Aborda a problemática do lixo: gira em torno do desmatamento de uma área denominada “Floresta de todos Nós” para dar lugar a um aterro sanitário
FICHA TECNICA Texto e direção – Renata Ievins; Direção Musical – Ary Meireles; Figurino Rachel Brandão; Cenografia – Henrique Lobão; Confecção dos bonecos – Cia. Teatral La Oficina; Elenco – Renata Ievins, Diana Mattos, Ricardo Torres e Judith Abrosio; Produção – Rachel Brandão,
“A ÚLTIMA HORA” - DRAO TEATRO DA (IN)CONSTÂNCIA – MA 19/05 21h – Teatro Arthur Azevedo
Judite e Joana, duas presas esperam o momento exato da ultima sentença, depois de longos anos convivendo lado a lado sem nunca terem visto umas as outras, partilham sonhos, amores, e frustrações com uma mente brilhante em mundo de idas sem voltas
FICHA TECNICA Direção – Ivaldo Jr; Concepção e adaptação livre – Ivaldo Jr; Elenco – Carla Amorim e Rosiane Estevão; Fotografia e assistente de direção – Janailton Santos; Concepção Visual – Marcelo Pereira; Operação de luz – Camila Grimaldi ; Operação de som – Marcelo Pereira; Produção – Leury Monteiro.
O MIOLO DA ESTÓRIA - Santa Ignorância SL/ MA19/05 18H Teatro Alcione Nazareth
O Miolo da estória é uma obra de ficção baseada em leitura, observação e depoimentos de brincantes, que traz em síntese os conflitos de um homem pobre diante da exploração sofrida no ambiente de trabalho e no espaço de divertimento.
FICHA TÉCNICA: Dramaturgia, direção, atuação, músicas e cenografia: Lauande Aires; Iluminação: Eliomar Cardoso; Operação de sonoplastia: Lesly Thaís Correia/ César Boaes; Produção e realização: Santa Ignorância Cia. de Arte.
BARBAZUL: AMOR E SOLIDÃO - Teófila Lima 19/05 19H Teatro João do Vale
BARBAZUL é um manifesto de amor. Entre narrações e pontos de vista sobre o que seria este sentimento inexplicável. Dramturgia baseada no romance homônimo do escritor Rubem Alves
FICHA TÉCNICA: Direção e atuação: Teófila Lima; Iluminação: Darciléia Sousa; Sonoplastia: Luciano Texeira,
O NEGRINHO DO PASTOREIO – Grupo Oigalê / RS (rua) 19/ 05 17H Praça Nauro Machado
Livre adaptação da lenda homônima de Simões Lopes Neto. É a lenda mais autêntica do folclore do Rio Grande do Sul. Conta a saga de um escravo que por ter perdido uma corrida de cavalos é cruelmente torturado até a morte pelo seu senhor e passa a ser conhecido como procurador das coisas perdidas. Basta apenas acender um toco de vela pro Negrinho. Se ele não achar, ninguém mais acha.
FICHA TÉCNICA: Texto: Simões Lopes Neto; Adaptação Hamilton Leite e Paulo Gaige; Direção Sergio Eitchichury; Elenco Di Machado, Giancarlo Carlomagno, Hamilton Leite, Paulo Brasil e Vera Parenza; Músicas Gustavo Finkler; Preparação vocal Cristiano Hanssen; Figurino:Vera Parenza; Adereços Oigalê C.A.T; Arte gráfica Vera Parenza; Iluminações Paulo Fontes; Máscaras Ricardo Vivian.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!