22 de jul de 2011

Caixeiras da família Menezes lançam em São Luís novo CD dos Festejos do Divino Espírito Santo

    O CD “O Divino Som Caixeiras da Família Menezes”, volume 2, com toques e cânticos da Festa do Divino Espírito Santo de tradição maranhense, será lançado às 19h desta sexta-feira (22), no Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho (Rua do Giz, 221 - Praia Grande).
    Com entrada fraca, a programação contará com participação das caixeiras Dindinha, Zezé, Graça e Bartira, intérpretes maranhenses, responsáveis pela realização da Festa do Divino na cidade de São Paulo no Espaço Cachuera!, em parceria com a Associação Cultural Cachuera! desde o ano 2000.
    O novo CD das Caixeiras da Família Menezes e seu lançamento em São Luís, é uma realização da Associação Cultural Cachuera!, instituição voltada para a valorização e divulgação da cultura popular tradicional brasileira, em especial as manifestações de origem afro-descendente.
    O evento tem patrocínio da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) e do Ministério da Cultura/Governo Federal (com incentivo da Lei Rouanet), e o apoio da Revista Caros Amigos, da Rádio Educadora AM 560 KHZ e da Secretaria de Estado da Cultura (Secma), por meio da Superintendência de Cultura Popular.
    Seguindo a tradição maranhense, a festa respeita o tempo do ritual nordestino e integra cortejos, ladainhas, música, dança e o oferecimento de refeições. As Caixeiras do Divino são responsáveis por conduzir os rituais desta manifestação do catolicismo popular.
    Presentes em todas as etapas dos festejos, elas cantam e tocam caixa (tambor) para homenagear o Divino Espírito Santo. Cânticos tradicionais, aliados a versos improvisados, tornam bela e original a musicalidade da Festa do Divino de tradição maranhense, e esta musicalidade também está presente no CD O Divino Som.
    Em 2011 foi realizada, no mês de maio, a 12ª Festa do Divino Espírito Santo no Espaço Cachuera!, em São Paulo. As caixeiras Dindinha, Zezé, Graça e Bartira encerraram o ciclo de festejos com o lançamento de segundo CD. No mesmo período ministraram uma oficina para mulheres, com ensinamentos de toques e cânticos relacionados à Festa do Divino.
    A Festa do Divino Espírito Santo no Espaço Cachuera! promove um intercâmbio cultural e religioso entre as cidades de São Paulo e São Luís do Maranhão, recriando em terras paulistanas a tradição que as caixeiras maranhenses cumprem em sua cidade natal. Demonstra, também, a força feminina na guarda e permanente transmissão oral do conhecimento vinculado à celebração do Divino.
    A festa nasceu a partir da realização de um ciclo de oficinas de cânticos e toques pelas quatro caixeiras maranhenses em São Paulo, no ano 2000. De lá para cá, foi incorporada ao calendário turístico da cidade e é reconhecida por grupos de cultura popular, pesquisadores da área, músicos e artistas em geral, além de interessados em religiosidade popular.
Importante manifestação cultural e religiosa do Maranhão
    A Festa do Divino Espírito Santo é uma antiga tradição luso-brasileira do catolicismo popular. No Maranhão, onde ainda é celebrada em diversos municípios, ela é considerada uma das mais importantes manifestações culturais e religiosas do estado, mobilizando milhares de devotos.
    Esse festejo chegou ao Maranhão no início do século XVIII na cidade de Alcântara, e de lá se espalhou por todo o estado.
    Em Alcântara esta é uma festa de rua, que toma a cidade com suas procissões rituais. Em São Luís, o festejo católico foi abrigado pela casas de Tambor de Mina, religião afrobrasileira de origem jêje, e é comemorado em geral no dia de Pentecostes.
    Os festejos do Divino na Casa Fanti-Ashanti, local de aprendizado e origem religiosa das Caixeiras da Família Menezes Dindinha, Zezé, Graça e Bartira, são altamente ritualizados, com momentos claramente demarcados.
    Tocando, cantando e compartilhando esta tradição, as caixeiras conduzem os rituais da festa que carrega o simbolismo atribuído ao Espírito Santo: a alegria, abundância e solidariedade.
    A Família Menezes é guardiã de muitas manifestações da cultura maranhense, entre elas a tradição dos toques das Caixas do Divino Espírito Santo, mantida por Dindinha, Zezé, Graça e Bartira.
    Parte da família reside em São Paulo há mais de 15 anos divulgando e recriando as tradições e festejos maranhenses e, assim, promovendo um intercâmbio cultural entre os dois estados.
CD das Caixeiras da Família Menezes
    O segundo CD das Caixeiras, O Divino Som - Caixeiras da Família Menezes, volume 2, apresenta Dindinha, Zezé, Graça e Bartira tocando e cantando um novo repertório do Divino Espírito Santo.
    O encarte abre com um texto de Renata Amaral, integrante do grupo paulista A Barca e caixeira aprendiz em São Paulo. O CD também apresenta um ensaio da antropóloga Maria Lúcia Montes, especialista em tradições afrobrasileiras.
    Os textos, em síntese, explicitam como acontecem os rituais da festa e valorizam o aspecto histórico e sociológico da Festa do Divino Espírito Santo no Espaço Cachuera!, que vem permitindo aos paulistanos conhecer a rica tradição maranhense e tem sido responsável pela 'formação' de várias Caixeiras do Divino aprendizes em São Paulo.
    Cópias do CD serão distribuídas gratuitamente a 1.450 instituições educacionais de São Paulo e São Luís.
Serviço
Evento: Lançamento do CD “O Divino Som - Caixeiras da Família Menezes”, volume 2
Data: Sexta-feira (22), às 19h
Local: Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho - Rua do Giz, 221 - Praia Grande - Telefone (98) 3218 9924
Entrada franca
Da SECMA

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!