22 de jul de 2011

Companhia de teatro de Belém inicia turnê de Corpo Santo no Teatro João do Vale

    O espetáculo Corpo Santo, primeiro monólogo da Cia. de Teatro Madalenas, de Belém (PA), que neste ano celebra 10 anos de fazer teatral, estará em cartaz no Teatro João do Vale (Praia Grande, Centro), no período de 5 a 7 de agosto.
    Corpo Santo parte da reconstrução dos sincretismos religiosos Afro-Ameríndios Amazônicos fortemente ligados ao mito e aos valores populares de São Jorge e Ogum, valendo-se de uma poética simbólica dos gestos lúdicos e orgânicos do ator.
    O espetáculo é um mergulho no universo mítico e sincrético do princípio da dança pessoal do ator, bem como a metáfora camuflada entre o homem e o trabalho, numa relação dialética de coexistência entre Jorge e o dragão.
    Marcado pelas canções e toques de umbanda e candomblé, o Mina-Nagô, a Capoeira Angola o espetáculo proporciona uma experiência sensorial e emotiva para o espectador que tem a oportunidade de conferir de perto a transfiguração do ator em cena, valendo-se das matrizes corporais aliadas às técnicas do teatro físico.
    Duas oficinas fazem parte do projeto de circulação do espetáculo Corpo Santo: a oficina Os Caminhos do Corpo do Ator Sagrado, com o ator Rodrigo Braga que abordará sobre a técnica e dança pessoal do ator que foi utilizada no processo de construção do espetáculo e a oficina Sons da Amazônia, com o músico Kleber Benigno (Paturi) que através da percussão apresentará a diversidade de sons e ritmos produzidos na Amazônia. As oficinas serão inteiramente gratuitas e antecederão a apresentação do espetáculo Corpo Santo.
    O espetáculo realizou temporada em Belém no ano de 2009, através do Prêmio Myrian Muniz, da FUNARTE na categoria montagem de teatro e participou de vários festivais na capital paraense e foi selecionado pelo Banco da Amazônia no programa de patrocínio cultural 2011 e também do Prêmio Myrian Muniz 2010 na categoria circulação.
Leitura corporal
    “Corpo Santo” é uma leitura corporal sobre São Jorge e Ogum, que oportunamente chega ao público na semana em que se homenageia essa entidade. Quatro personas são encarnadas no corpo do ator, entre o contador, a criança, o Santo, e Ogum, pontos de Umbanda e Tambor de Mina são entoados sob a batuta de Kleber Benigno, do Trio Manari.
    A direção do espetáculo é de Leonel Ferreira, um dos fundadores da Cia Madalenas. Mas Michele Campos, também matriarca do grupo, assina a assistência de direção e o belo texto que acompanha o programa de “Corpo Santo”.
    Na concepção de cenário e figurino, Aníbal Pacha; e na iluminação, Thiago Ferradas. Participam também da encenação um grupo de percussionistas formado por Valdeci Jr., Welerson Willians, e Welliton Barreto, que acompanha as cantoras Érika Nunes, Moahara Fagundes e Dina Mamede.

Cidades onde será realizada encenação:
São Luis/MA:
Teatro João do Vale
5 a 7 de agosto de 2011

Salvador/BA:
Teatro Martim Gonçalves
12, 13 e 14 de agosto de 2011

Rio de Janeiro/RJ:
Casarão Nós do Morro
9 a 11 de setembro de 2011

Belo Horizonte/MG:
Galpão Cine Horto
16 a 18 de setembro de 2011
Da Assessoria

0 comentários:

Postar um comentário

Comente aqui!!!